Cafe Tortoni, uma parte da história portenha

– Tchau Julia, boa noite e até breve! Faça um ótimo passeio pela cidade.

– Tchau Manuel, boa noite e até breve! Bom trabalho pra você.

E assim, como bons amigos, encerramos nosso primeiro dia em Buenos Aires no famoso Cafe Tortoni.

Esta foi a primeira vez que visitamos esse lugar e pode ter certeza que quando eu voltar para a cidade, já tenho um dos meus cafés preferidos. Nada como nos sentir bem recebidos longe de casa.

Começamos o post pelo fim da história, só para você saber logo de cara que o Cafe Tortoni vale a pena ser visitado. Os motivos? Continue lendo…

Veja aqui quanto custa a diária de hotel em Buenos Aires ou Airbnb. Aqui você pode comparar as locadoras para alugar de carro em 10x sem IOF e aqui você encontra comparação de todos os seguros viagem com 5% de desconto.

A história do Cafe Tortoni

O Cafe Tortoni é considerada a mais antiga cafeteria da Argentina, por isso é uma lenda de Buenos Aires.

Ele é frequentado tanto por turistas quanto por moradores locais e dependendo do horário, você vai encontrar uma grande fila de espera por uma mesa.

A história do Cafe Tortoni começa com o imigrante francês Touan, que inaugurou o lugar em 1858. Talvez para se sentir mais próximo de casa, colocou o mesmo nome de uma cafeteria francesa, que foi fundada em 1798 por imigrantes italianos, no “Boulevar de Italiens” em Paris.

A história do Cafe Tortoni de Buenos Aires na Argentina

Alguns anos depois, Dom Celestino Curutchet, outro francês, comprou o Cafe Tortoni de Buenos Aires.

Um grupo de artistas conceituados frequentava o local, e apesar de não darem muito lucro com o consumo, davam grande visibilidade e atraiam muitos clientes para a cafeteria.

Esses artistas formaram um grupo chamado “La Peña” em 1926. Eles usavam a adega no subsolo para se reunir, e por isso, hoje esse ambiente leva o nome de “La Bodega” (adega em espanhol) e é a área onde são realizados os shows de tango.

Leia também: Roteiro em Buenos Aires | Dicas de restaurantes em Buenos Aires | Principais atrações de Buenos Aires | Como é a Calle Florida | Onde ficar em Palermo – Hotel Esplendor | Onde ficar em San Telmo – Dazzler

A decoração do Cafe Tortoni

Se não bastasse a interessante história do Cafe Tortoni, a decoração é outro motivo para você visitá-lo.

O Cafe Tortoni já chama atenção logo na sua entrada. A faixada clássica e original conta com um pequeno telhado verde, ao centro exibe sua logo e com orgulho a data de sua fundação.

As paredes em cores claras exibem algumas placas em homenagem a professores e pessoas importantes que frequentavam o lugar, assim como homenagens ao próprio café.

A entrada por sua vez, é toda em madeira, com cortinas brancas nas janelas. Logo ao lado, uma pequena vitrine exibe alguns dos artigos que você pode adquirir como lembrança do lugar.

A decoração do Cafe Tortoni

Passar por aquela porta de entrada é como voltar no tempo: a decoração é a mesma de antigamente, com as paredes em madeiras escuras, luminárias antigas com luzes amareladas, quadros pelas paredes, pilares enormes, tecido florido revestindo a parede e dois grandes vitrais no teto.

Leia também: Pontos turísticos de Buenos Aires: Jardim Japonês | Palácio Barolo | Cemitério da Recoleta | Tour guiado na Casa Rosada | Passeio pela história do Tango

O bar fica atras de um enorme balcão de madeira. Os garçons usam terno, sapato pretos e gravata borboleta. Vi apenas uma mulher trabalhando, com uniforme todo preto.

Jorge Luis Borges, Carlos Gardel e Alfonsina Storni, alguns dos grandes artistas que frequentavam o café tortoni

No fundo do salão tem uma mesa com 3 bonecos de cera, de Jorge Luis Borges, Carlos Gardel e Alfonsina Storni, alguns dos grandes artistas que frequentavam o Cafe Tortoni.

Tem também dois espaços mais reservados: a Sala Alfonsina que tem um pequeno palco e a sala Eladia com algumas mesas e cadeiras, onde eram realizados os jogos de bilhar. Além do espaço La Bodega que fica no subsolo, há ainda uma sala pequena que parece um museu.

Como é comer no Cafe Tortoni

Nós tivemos sorte, pois quando chegamos havia apenas uma mesa disponível. Fomos recebidos na porta e encaminhados até ela.

Em seguida, veio o Manuel nos dar boas vinda, se apresentou e nos entregou o menu.

Como é comer no Cafe Tortoni

Já passava das 20h quando chegamos, depois de visitar o Palacio Barolo que fica próximo. E para nossa alegria, o Cafe Tortoni não serve apenas cafés, eles também tem algumas opções de refeições.

Pedimos um bife de chorizo e um hambúrguer completo, que vem aberto no prato.

Quando olhamos o tamanho exagerado dos pratos, bateu o desespero. Vai sobrar muita comida, foi o pensamento que veio logo de cara, mas até que não sobrou tanto não, pois sem ter feito uma parada para o café da tarde a fome estava grande.

Antes de trazer os pratos o Manuel nos trouxe uma cestinha de pães e um molho da casa, o que é muito comum na ciade. E o melhor é que aqui não foi cobrado a parte, como se cobram obrigatoriamente o ‘cubierto’ em praticamente todos os restaurantes de Buenos Aires.

E para a sobremesa pedimos leche merengada e churros com chocolate, que é o especial da casa.

A comida e a sobremesa, não tem nada de tão especial assim, são pratos bons, mas comuns. Estavam bem feitos, mas nada que nos faça te dizer para ir até lá pela comida.

Como é comer no Cafe Tortoni

A sobremesa estava saborosa. A leche merengada nós nunca tínhamos provado, e nada mais é do que sorvete de creme com canela, um wafer e leite. É bom, porque tinha sorvete e eu amo sorvete 😀 mas não é lá assim um brigadeiro né.

O churros também era bom, mas não foi um dos melhores que já provei. Mas o chocolate era uma delicia.

Vale a pena ir no Cafe Tortoni?

Então, vale a pena ir no Cafe Tortoni? Sim, vale a pena. Mas não vá para jantar, vá apenas para tomar um café e quem sabe comer um pedaço de bolo ou uma empanada. Para jantar há melhores opções de restaurantes em Buenos Aires.

Vale a pena ir no Cafe Tortoni?

O legal da experiência é realmente estar lá, observar o lugar, imaginar Carlos Gardel e seus amigos lá, sentir o tango. Vale a pena conferir esse lugar que faz parte da história portenha e quem sabe até emendar a experiência com um show de tango.

Ah, mais uma coisa, em alguns horários o lugar fica lotado. Chega a formar fila no lado de fora e a espera por uma mesa pode chegar a 30 minutos. Os horários críticos são das 11h às 13h e das 17h às 19h.

Cafe Tortoni

Onde: Avenida de Mayo, 825, Buenos Aires, Argentina.
Quando: Todos os dias.
Horário: das 08h à 01h  (domingo abre às 9h)
Quanto: Pratos de 67 a 240 pesos. Sobremesas de 60 a 125 pesos. Bebidas de 43 a 155 (Vinhos chegam a 900 pesos).
Mais informações: www.cafetortoni.com.ar ou +54 (11) 4342-4328

Para planejar o seu roteiro na Argentina, leia os outros posts aqui e veja aqui o nosso roteiro de 7 dias em Buenos Aires. Para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Buenos Aires. Os passeios, as atividades imperdíveis na cidade e os transfers do/para o aeroporto você encontra aqui.

Compartilhe
Julia Flores

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe seu comentário