Plaza San Martin, uma pausa para observar a vida no centro de Buenos Aires

A Plaza San Martín é um daqueles lugares bons para fazer uma pausa na viagem em Buenos Aires e ficar observando os moradores e outros turistas, como eu e você, andando para lá e para cá.

Ainda mais se você passou boa parte do dia andando pela rua Florida ou pela Galeria Pacifico. Uma pausa aqui é ótima para repor as energias para continuar caminhando pelas ruas portenhas.

Veja aqui quanto custa a diária de hotel em Buenos Aires ou Airbnb. Aqui você pode comparar as locadoras para alugar de carro em 10x sem IOF e aqui você encontra comparação de todos os seguros viagem com 5% de desconto.

Plaza San Martin, uma pausa para observar a vida no centro de Buenos Aires

A história da Plaza San Martín

Em meados de 1800, esse lugar era uma praça de touros e também local de tráfico de escravos. Aqui também aconteceu a batalha contra a invasão inglesa, onde o General José San Martín liderou sua tropa, colocando os ingleses para correr e conquistando a independência da Argentina em 1816.

Em 1860 os moradores exigiram um espaço verde no local e foram atendidos pelo governo da cidade, que nomeou a praça como Plaza de Marte.

Somente em 1878 a praça recebeu seu nome atual, Plaza San Martín, que foi uma homenagem aos 100 anos do general que ficou também conhecido como general Libertador.

A história da Plaza San Martín

O espaço era menor, e ganhou mais espaço com a demolição de algumas casas e prédios em 1936.

Em 1942, foi declarada como lugar histórico e hoje é uma das praças mais importantes de Buenos Aires, com obras históricas esculpidas e monumentos importantes.

O que tem para fazer na Plaza San Martín

Se você estiver tranquilo e o tempo estiver bom, dá pra sentar em um dos bancos, embaixo da sombra de uma das muitas árvores. Se for inverno, dá para sentar no sol para dar uma aquecida no corpo. E aí, é só observar a vida portenha passar.

Se você observar bem, vai ver que bastante gente prefere almoçar lá, depois de pegar comida para viagem em algum restaurante perto.

De vez em quando aparece um artista para alegrar o dia.

Leia também: Roteiro em Buenos Aires | Dicas de restaurantes em Buenos Aires | Principais atrações de Buenos Aires | Como é a Calle Florida | Onde ficar em Palermo – Hotel Esplendor | Onde ficar em San Telmo – Dazzler

O que tem para fazer na Plaza San Martín

Você pode visitar o monumento dedicado ao General San Martín, que fica praticamente na esquina da Av. Santa Fé com a rua Maipú.

E também outras obras como a estátua La Duda (a dúvida), que ficam distribuídos pela praça.

a estátua La Duda (a dúvida) na praça San Martin em Buenos Aires

Ou então, visitar o Monumento a los caídos en Malvinas, uma homenagem aos 649 combatentes que morreram nessa guerra em 1982. São 25 placas de mármore preto com o nome de cada um gravado. Logo acima, no canto esquerdo, tem o desenho de um mapa das ilhas Malvinas e aqui é mantida uma chama eterna.

Monumento a los caídos en Malvinas

A bandeira da Argentina é hasteada todos os dias às 8h e recolhida às 18h por guardas do exército, marinha e força aérea Argentina.

Leia também: Pontos turísticos de Buenos Aires: Jardim Japonês | Palácio Barolo | Cemitério da Recoleta | Tour guiado na Casa Rosada | Passeio pela história do Tango | Café Tortoni

O que mais tem para fazer próximo

Próximo a Plaza San Martín tem outros atrativos para observar com calma e até fazer uma visita gratuita.

Um deles é a Plaza Fuerza Aérea Argentina, que fica em frente. Nela está a Torre Monumental, que foi inaugurada em 1916. Foi construída pela colônia britânica que ali residia, e que ofereceu aos argentinos pela comemoração do centenário da independência.

Plaza Fuerza Aérea Argentina,

Ao lado da Plaza Fuerza Aérea, está a estação de trem Retiro. É considerada a mais bonita da cidade e também uma das mais movimentadas.

estação de trem Retiro de Buenos Aires

E tem também o Paseo Retiro que é uma galeria (tipo camelódromo) com vários box que vendem roupas, calçados e outros artigos.

Paseo Retiro que é uma galeria (tipo camelódromo) em Buenos Aires

Vale a pena visitar?

Se você tiver mais do que quatro dias para visitar a cidade e já estiver pelo centro de Buenos Aires, vale a pena sim. Não acho que seja imperdível, mas faz parte da história da cidade e do país.

É um lugar agradável e tem wi-fi gratuito. Fique sempre atento aos seus pertences e evite visitar a noite.

Plaza San Martín

Endereço: Avenida Santa Fé com rua Florida – Buenos Aires – Argentina.
Quando: Todos os dias.
Horários: 24 horas.
Ingresso: gratuito.
Como chegar:
De ônibus: linhas 45A, 45B, 45C, 45D, 56A, 56C, 56D, 100A, 100B, 100C, 101A, 101B, 101C, 150A e 150B.
De metrô: Linha azul C –  estação General San Martín ou Retiro.
Mais informações: www.turismo.buenosaires.gob.ar

Para planejar o seu roteiro na Argentina, leia os outros posts aqui e veja aqui o nosso roteiro em Buenos Aires. Para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Buenos Aires. Os passeios, as atividades imperdíveis na cidade e os transfers do/para o aeroporto você encontra aqui.

Veja mais sobre o assunto navegando pela categoria

Julia Flores

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *