{Sexta, 01 de março de 2019} Hoje aproveitamos a manhã para fazer um bate e volta para Laguna, que fica a uns 30 minutos de carro de Tubarão, Santa Catarina.

O roteiro por Laguna incluiu os principais pontos turísticos do Centro Histórico, o Mirante Morro da Glória e o Molhe da Barra, onde estávamos na expectativa de ver a pesca com botos, em que os animais ajudam os pescadores.

Nesse post contamos como foi o dia, mas se você prefere assistir no Youtube, aproveita para seguir o canal 🙂

Chegamos em Laguna e a nossa primeira parada foi no Marco do Tratado de Tordesilhas.

Marco do Tratado de Tordesilhas

Você sabia que esse tratado foi assinado em 7 de junho de 1494 no povoado de Tordesilhas, Espanha? Por isso é chamado de Tratado de Tordesilhas.

E o que é o Tratado de Tordesilhas? É um acordo entre os reis da Espanha e de Portugal, em que foi traçada uma linha imaginária do Pólo Norte ao Pólo Sul. Tudo que ficava a oeste pertenceria a Espanha e tudo que ficava a leste pertenceria a Portugal.

Aqui no Brasil a demarcação passava pela Ilha de Marajó (Pará) e aqui em Laguna (Santa Catarina).

Quer saber onde fica o Marco do Tratado de Tordesilhas? Fica na Rua Celso Ramos, entre a Rua Cel. Fernandes Martins e a Avenida Colombo Machado Sálles.

É uma atração para curiosos de fatos históricos, mas não tem tanta beleza assim. A visitação é gratuita.

Daqui fomos para o Centro Histórico onde fica o Museu Casa de Anita, a Igreja Matriz e o Museu Anita Garibaldi.

Passando pela avenida na beira da laguna e vimos um letreiro com o nome da cidade.

Letreiro de Laguna

É claro que nós paramos, não é. Como todo bom turista que se preze, nós fizemos a tradicional foto no Letreiro da cidade de Laguna.

Enquanto nos arrumamos para tirar a foto eu escuto “tais branquinha demais, passa o protetor solar, hein”. Era um morador local passando de bicicleta. Hahaha

Entramos no carro e já passei o protetor solar. Nada como a dica de quem mora no lugar. Rsrsrs

Quer saber onde fica o letreiro de Laguna? Fica na Rua Gustavo Richard, nas Docas do Mercado.

A visitação também é gratuita.

Foto garantida, hora de conhecer a Igreja Matriz e o Museu Casa de Anita, que ficam lado a lado.

Igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos

Percorremos uns 200 metros e chegamos a uma linda Igreja Católica com uma praça em frente, como toda cidade brasileira que já visitamos.

Essa Igreja Matriz foi fundada em 1676. Sua construção foi toda em pedra argamassada com areia, barro, cal e óleo de peixe. As paredes são largas, com mais de 80 cm de largura na base. E sua arquitetura é de origem portuguesa.

Sentamos um pouquinho na praça para admirar a igreja por fora e entramos para conhecer por dentro. Na entrada alguns cachorros aproveitavam o frescor do interior da igreja, lá dentro alguns fiéis faziam suas orações e nós curiosos admirávamos o teto de madeira com belas pinturas.

Quer saber onde fica a Igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos? Fica na Rua Santo Antonio, 26.

Museu Casa de Anita

Saímos da Igreja Matriz e fomos para o Museu Casa de Anita, que fica do outro lado da rua. Estávamos ansiosos para conhecer mais sobre a história de Anita Garibaldi, mas infelizmente estava fechado para restauração.

Por um lado ficamos desapontados por não conhecer o museu, mas por outro lado, felizes, pois estão cuidando desse patrimônio para que ele não se perca (como em um incêndio que destruiu todo o acervo histórico).

Mas descobrimos que ao contrário do que as pessoas pensam, essa não foi a casa de Anita. Aqui era a casa de uma costureira que confeccionava vestidos de noiva. Ela costumava ceder um espaço para as moças de baixa renda que se casavam na Igreja Matriz se vestirem de noiva e fazerem a recepção do casamento.

E Anita Garibaldi, batizada como Ana Maria de Jesus Ribeiro, foi uma delas.

Em 1978 a casa foi transformada em museu com alguns pertences que contavam a história da heroína Anita e também de Laguna. Em breve a restauração deve ser concluída e queremos voltar.

Quer saber onde fica o museu Casa de Anita? Fica na Rua Conselheiro Jerônimo Coelho, esquina com a Rua Ângelo Novi.

Caminhando pelas coloridas construções tombadas pelo IPHAN, seguimos para a próxima parada.

Museu Anita Garibaldi

Paramos o carro e descobrimos que em Laguna existe estacionamento rotativo pago, mas as 2 primeiras horas de estacionamento na rua são gratuitas. Demais, né. Bom para quem visita os pontos turísticos do centro histórico.

Seguimos andando uns 300 metros por ruas estreitas, mão única, em meio a antigos casarões quando ao longe vimos uma estátua em uma pequena praça. Só pode ser ali o Museu Anita Garibaldi.

Andamos mais um pouquinho e descobrimos que era sim. A nossa frente estava um casarão antigo e na frente um painel para tirar foto como se estivéssemos vestidos de Anita e Giuseppe Garibaldi. Não resistimos.

Por fora estava bem bonito, por dentro precisava de uma reforma, que está programada para esse ano, assim que terminar a reforma na Casa de Anita.

Esse casarão foi a Casa de Câmara e Cadeia, construída lá por 1720. Na região sul do Brasil só existe essa e outra em Lapa, Paraná.

Lá dentro encontramos informações sobre Tratado de Tordesilhas, a Fundação de Laguna, a evolução histórica do prédio do Museu de Anita, economia e história de Santa Catarina, Revolução Farroupilha e um pouco da história de Anita e Giuseppi Garibaldi.

Quer saber onde fica o museu Anita Garibaldi? Fica na Rua Raulino Horn, 490. A entrada custa R$ 6,00.

Mirante Morro da Glória

Para chegar no mirante pegamos o carro, pois apesar de ser apenas 2 km saindo do museu Anita Garibaldi, o mirante fica morro acima e o caminho é bem íngreme.

Depois de estacionar bem embaixo do deck do mirante, subimos uns degraus e lá de cima vimos do lado esquerdo a lagoa que dá nome à cidade e no lado direito o mar. No meio está o Centro Histórico e ficamos procurando pelos lugares que acabamos de visitar.

Bem na frente do mirante tem uma imagem grande de Nossa Senhora da Glória, que dá nome ao morro.

Quer saber onde fica o Mirante Morro da Glória? Fica na Rua Vinte e Dois de Junho, no alto do morro. A entrada é gratuita.

Pesca com botos

Lá do alto do Mirante Morro da Glória avistamos o Molhe da Praia da Barra, nosso próximo e último atrativo que vamos visitar em Laguna.

Logo na entrada do molhe acontece a pesca com botos e como avistamos alguns pescadores, logo ficamos esperando os botos aparecerem.

Como não é época de pesca da tainha, que acontece entre maio e julho, não vimos muitos botos. A princípio vimos apenas 2 que pareciam ajudar os pescadores. Ficamos um tempinho parados na expectativa de ver mais e logo apareceram mais 2. Não temos foto, mas pegamos eles no vídeo, assista lá no youtube.

Não foi como acontece na pesca da tainha, quando o grupo de botos chega a ter 20 animais, mas já ficamos felizes demais por tê-los visto.

Laguna é o único lugar no Brasil que acontece a pesca artesanal com botos, além de outros 2 lugares no mundo.

Os botos fazem movimentos circulares empurrando os peixes para perto dos pescadores e saem para a superfície, às vezes dando pequenos saltos, para avisar os pescadores que podem jogar as tarrafas porque ali tem peixes.

E o que os Botos ganham com isso? Quando os pescadores jogam as tarrafas o cardume se dispersa facilitando para os Botos se alimentarem.

Molhes da Praia da Barra

Na ponta do molhe fica o Farol Molhes da Barra, onde dá para chegar de carro. No verão às vezes fica tão cheio que não se consegue estacionar.

Sempre tem alguns pescadores com vara que passam algumas horas ali. No tempo que ficamos por ali, não vimos nenhum peixe saindo da água. Rsrsrs

Quer saber onde fica o Molhes da Praia da Barra? Fica no fim da Avenida Eng. Aderson Pinho Remor. A entrada gratuita.

E daqui voltamos para Tubarão, pois temos que arrumar as malas. Amanhã partiremos para a Serra Catarinense. Nosso destino é Bom Jardim da Serra.

Estamos ansiosos, pois será nossa primeira noite dormindo na campervan.

Por hoje é só, até amanhã.
Bjs

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 57 km ida e volta
Tempo: 30 minutos cada trecho e ficamos na cidade umas 5 horas.
Entradas: R$ 6,00 Museu Anita Garibaldi.
Alimentação: Salgado R$ 5,00. Água (500ml) R$ 2,50.

Contribua para essa viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Chip de celular para internet móvel e telefone: My Sim Travel
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

 

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe seu comentário