{Sábado, 02 de março de 2019}  Hora de nos despedirmos e colocar o pé na estrada. Saímos de Tubarão em direção a Serra Catarinense pela SC-390.

Se você quiser assistir o vlog, dá play aqui em baixo e aproveita para se inscrever no canal.

Antes de sair de Tubarão fizemos uma paradinha no posto para abastecer o carro, calibrar os pneus, checar o nível de água do radiador e todas essas coisinhas do check list de quem vai pegar a estrada.

Na entrada do posto já levamos um susto. Alguma mangueira de gás natural de uma das bombas do posto arrebentou e fez um barulhão de vazamento.

Esperamos um pouco para ligar o carro e não causar um incêndio ou explosão, sei lá, né. Então vimos outros carros saindo e nós aproveitamos a deixa, fomos abastecer em outro posto.

Agora tudo certinho, começamos o caminho da serra.

A paisagem mudou um pouco do que estávamos vendo até aqui, agora é tudo mais calmo, simples com ar de interior. A estrada é de uma pista só para cada lado, mas é boa.

Route 66 Bar and Burger

Já era quase hora do almoço quando passamos por um restaurante, Route 66 Bar and Burger, que nos chamou atenção. Todo decorado com tema da Rota 66 dos EUA e uma placa com indicações de distâncias para outros destinos.

Resolvemos parar para almoçar. Eles servem lanches, pizzas e outros petiscos, mas no almoço era prato feito com duas opções de carne. Pedimos meio prato pra cada, afinal nessa região os pratos são bem servidos.

A comida estava simples e muito gostosa. E o preço ótimo também. Custou R$ 23,00 dois almoços e uma água.

Serra do Rio do Rastro

Uns 60 km, mais ou menos 1h20, depois de Lauro Muller começou os zigzags da estrada. Estávamos na famosa Serra do Rio do Rastro.

São várias curvas, a paisagem cada vez mais verde e os paredões dos cânions surgiam na nossa frente a cada curva.

É uma mistura de sensações, pois ao mesmo tempo em que é lindo é também tenso. As curvas são apertadas e cada carro que vem do contrário parece que vai passar raspando por nós. E ao olhar para o lado, começamos a perceber que estamos cada vez mais alto e não tem mais nada depois da mureta de proteção.

Quando estávamos quase chegando ao fim da Serra do Rio do Rastro fizemos uma pausa em um mirante para apreciar a vista da estrada e para relaxar um pouco os músculos que estavam tensos.

Bem no fim da Serra viramos à esquerda e fomos em direção ao Parque Eólico e ao Cânion da Ronda. Lá dentro fica o Camping da Ronda, onde vamos passar essa noite.

O chão é de terra batida e pedriscos. Logo a nossa direita começamos a ver o Parque Eólico. Pena que só dois estavam girando, mesmo assim ficamos encantados com a quantidade.

Camping da Ronda

Chegamos a uma portaria, informamos que estávamos indo ao camping e ele anotou nome e número do RG. Depois informou que deveríamos seguir adiante até uma outra casinha bem ao lado de uma escadaria que leva ao mirante do Cânion da Ronda, que a pessoa informaria o caminho do camping.

Chegamos ao camping, um lugar simples e logo fomos atendidos por uma senhora simpática, a dona Jucelia, que nos indicou onde poderíamos estacionar o carro e como funcionava o camping.

Aqui tem um espaço grande com gramado para quem quer acampar com barracas ou campervan, como nosso caso. E tem alguns postes com tomada para energia elétrica. A noite custa R$ 30,00 por pessoa.

Ao lado da casa dos proprietários tem um barracão de madeira com estrutura para quem utiliza o camping. Tem um banheiro masculino e um feminino com chuveiro quente, uma cozinha com fogão, pia e uma chaleira elétrica.

Se quiser fazer um churrasco tem churrasqueira e espeto. É só levar a lenha (ou carvão) e a carne.

E ainda tem alguns quartos para hospedagem, que é melhor reservar com antecedência e custa R$ 100,00 por casal.

Vale a pena para quem quer economizar, acampar e ainda ficar a 500m do mirante do Cânion da Ronda e dos geradores de energia eólica.

Resolvemos ficar perto do barracão, afinal fazia muito frio a noite e para ficar indo e vindo do carro para usar a estrutura dentro do barracão, não daria muito certo, né.

Tomamos o primeiro café da tarde no carro e ficamos felizes que tudo funcionou bem.

Cânion da Ronda

Reorganizamos o carro e tentamos checar as mensagens e e-mails sem sucesso. Aqui não pega celular e nem internet.

Então fomos até o Mirante Cânion da Ronda.

Subimos uma escadaria de madeira e andamos uns 500m até a beiradinha onde pudemos apreciar a beleza desse lugar.

Paramos para admirar e escutávamos apenas o vento.

Uma paisagem de encher os olhos que combinado com o silêncio nos davam uma paz tão grande que dava vontade de ficar ali o máximo de tempo possível.

Mas começou o pôr do sol, o vento começou a ficar gelado e percebemos que logo aquilo tudo ficaria coberto pela neblina.

Parque Eólico

Antes de voltar ao camping, fomos até o ponto mais próximo do Parque Eólico. Gente, esses geradores de energia são enormes e impressionantes. São cataventos gigantes.

Primeira noite na campervan

Voltamos ao camping, preparamos nossa primeira refeição da viagem na cozinha coletiva do camping.

Percebemos que precisamos comprar mais algumas coisas, nos preparar melhor com a quantidade de água, pois vai ficar muito caro comprar garrafinhas de 500ml. Rsrsrs

Depois da janta, a hora da verdade. Primeira noite que vamos dormir no carro oficialmente. Será que vai funcionar como previmos? E a temperatura, será que fizemos certinho o revestimento térmico?

Bom, isso só saberemos amanhã.

E por hoje é só.

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 85 km.
Tempo: 3 horas, contando tempo de paradas.
Preço litro gasolina: R$ 3,86 em Tubarão.
Pedágios: Não tem.
Alimentação: Almoço R$ 23,00 para dois.

Contribua para essa viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Chip de celular para internet móvel e telefone: My Sim Travel
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

 

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe seu comentário