O post mais completo sobre seguro viagem

Dia 89 – De Chaitén a Trevelin (do Chile a Argentina)

{Quarta-feira, 22 de maio de 2019} Hoje é o nosso último dia na Carretera Austral, vamos sair de Chaitén, Chile, e dirigir em direção a Trevelin, Argentina, passando a fronteira entre Futaleufú e Los Cipreses.

Acordamos com o carro congelado por fora, mas dentro não sentimos tanto o frio. Ainda bem.

Fomos tomar nosso café da manhã na área de refeição do camping e encontramos um japonês que puxou conversa. Ele está viajando há 3 anos de bicicleta pelas Américas, começou no Alasca e vai até o Ushuaia. Só que… acho que ele errou a programação. Vai pegar neve até lá.

Arrumamos a casinha no modo carro. Passamos no posto para colocar $ 10.000 pesos de gasolina, só para garantir que vamos chegar na Argentina, pois lá a gasolina é bem mais barata do que no Chile.

E fomos atrás do nosso adesivo da Ruta 7, Carretera Austral, para colar na lateral do carro. Mas não achamos, sabia que não deveria ter deixado para comprar na última cidade…

Carretera Austral

Pegamos a Carretera Austral no sentido sul, em direção a Futaleufú, mas foi difícil sair.

Não foi por causa das condições da estrada e sim devido às paisagens. A cada pouco parávamos em um mirante para fazer uma foto. Não é por menos que a Carretera Austral é conhecida como uma das rotas cênicas mais lindas do mundo.

A primeira parada foi para ver uma montanha nevada que estava muito bonita.

Agora vamos, sem parar, hein!

Minutos depois: Pára! Pára! Esse mirante tem vista para o Ventisquero Yelcho.

Agora vamos, sem parar, hein!

Pára! Pára! Olha um avião ali.

Oi? Avião??

Paramos em um mercadinho, perguntamos sobre o avião e nos contaram que foi um acidente em 1953. Tinham 15 pessoas a bordo e, felizmente, todos sobreviveram. Como dá para entrar no terreno, voltamos para tirar umas fotos.

Agora vamos direto. Sem parar.

Pára! Pára! Olha essa ponte e essa água.

E mais uns quilômetros a frente chegamos em Futaleufú, cidade na fronteira entre Chile e Argentina.

Trocamos o dinheiro que tínhamos, os pesos chilenos por pesos argentinos. Aqui a cotação talvez seja melhor e ainda está aberto, antes da siesta.

Imigração e aduana chilena

Dinheiro trocado, andamos mais uns 10 km e chegamos na imigração e aduana.

Na imigração um oficial com cara fechada conferiu os documentos (passaporte, documento do carro e papel de entrada e permissão de circulação do veículo), preencheu alguma coisa no computador e mandou seguir para aduana.

Na aduana uma senhora sorridente pediu o papel de entrada e o documento do carro.

Pronto, podem seguir para a Argentina, disse ela.

Simples, rápido e sem traumas rsrs.

Imigração e aduana argentina

Nem 500 metros e lá estávamos nós na imigração e aduana argentina.

Estacionamos e fomos direto para a imigração. Já fomos recebidos com um “Hola!” e um sorriso.

Para onde vão? Trevelin.

E onde vão ficar? Estamos em uma “casa rodante”.

E qual o endereço da casa?

O colega dela caiu na risada e falou: é uma casa rodante, não tem endereço.

E ela caiu na risada. Rimos juntos aliviados.

Olhando nosso passaporte ela olha os carimbos de Ushuaia e o colega comenta que existem 8 carimbos diferentes da cidade Ushuaia. Nós só carimbamos 1…

Perguntaram-nos se estava muito frio. Sem pestanejar, falamos que sim. E eles perguntam: o que vocês fazem aqui agora? Nós queríamos estar no Brasil agora e vocês vêm aqui pro frio?!

Foi uma recepção bem calorosa. E cá entre nós, estávamos precisando.

Na aduana o agente nos pergunta:

São brasileiros? Sim.
O carro tem registro brasileiro? Sim.
O carro está em seu nome? Sim.
Então podem seguir, é Mercosul, não tem nada para fazer de documentação.

Trevellin

E lá fomos nós felizes rumo a Trevelin.

E a Argentina nos recebe com essa beleza de entardecer.

Nossa última parada para tirar fotos do dia, prometemos para nós mesmos. Até porque não dá pra tirar fotos a noite da paisagem hahaha.

A sensação é de que chegamos em casa.

Trevelin

Empanadas de Trevelin

Anoiteceu um pouco antes de chegarmos a Trevelin. Paramos no posto de combustível YPF e pedimos empanadas de carne. Não tinha, mas a atendente, muito simpática, indicou uma padaria que vende uma ótima. Segundo ela é a melhor empanada de Trevelin. Panadería Los Mantequeros, lá fomos nós.

Chegamos lá e uma senhora muito sorridente nos atendeu. Disse que as empanadas acabaram, mas dali 2 h e meia teria uma nova fornada, ainda estavam preparando a massa.

Estávamos com fome e não dava para esperar tanto. Ela nos indicou seu concorrente, Panadería Imperial. “não pe tão boa quanto as minhas, mas é boa também” disse ela. E lá fomos nós.

Chegamos e vimos no balcão várias empanadas, lindas, cheirosas, quentinhas. Pedimos 5 de carne e o atendente nos disse que se levar 6 fica mais barato. Cada uma é $ 35 pesos, se levar seis fica por $ 180. Claro, manda seis aí.

Fomos para o posto de combustível Axion, onde decidimos dormir. Ainda com o carro no ‘modo estrada’, comemos as empanadas, quentinhas e saborosas. Para nós as empanadas de Trevelin foram as melhores até agora.

Agora, arrumar a casinha no ‘modo quarto’ e aproveitar a lanchonete do posto que tem calefação para trabalhar um pouquinho, tomando chocolate quente.

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 208 km
Tempo: 6h30 dirigindo + paradas
Gasolina: $ 10.000 pesos chilenos (aprox. R$ 60,00)
Comida: $ 305 pesos argentinos (aprox. R$ 30,00)

Programe a sua viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

Compartilhe
O post mais completo sobre seguro viagem
Julia Flores

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

4 comentários em “Dia 89 – De Chaitén a Trevelin (do Chile a Argentina)

  • Avatar
    13/08/2019 em 16:34
    Permalink

    Muito irado!! Tô montando minha Kombihome pra também ir pra esses lados!

    Resposta
  • Avatar
    17/08/2019 em 19:16
    Permalink

    Que aventura incrível. Tbem quero. Vou acompanhar tudo

    Resposta

Deixe seu comentário