Dia 21 – Primeiro dia em Montevideo, Uruguai

{Sexta, 15 de março de 2019} Acordamos lá pelas 6h30 e fomos preparar nosso café da manhã na cozinha do F&F Hostel. Acho que só nós estávamos acordados naquela hora, porque só mais tarde chegou a menina da limpeza.

Dia de tomar café passado na cafeteira italiana, comer cuca que trouxemos da vó Cenaide (se você não conhece minha vó, precisa conhecer, ela tem 92 anos e é uma figura, assiste a esse vídeo aqui) e o melado que meu pai nos deu.

Despedimos do pessoal do hostel e colocamos o pé na estrada rumo a capital uruguaia, Montevideo.

Se você prefere ler, continue o post. Se prefere vídeo, o vlog você encontra abaixo, é só dar o play. Aproveita para seguir o canal 🙂

De Punta del Este à Montevideo

A primeira parada ainda antes de pegar a Ruta Inter Balneária foi no supermercado. Aprendemos que no Uruguai os supermercados vendem comida por kg e são pratos do dia a dia.

Uma boa forma de provar a comida local sem gastar muito. Afinal estamos em uma viagem de 6 meses, não dá para comer todos os dias em restaurantes turísticos.

A distância de Punta del Este à Montevideo é de uns 130km e nós levamos sem pressa cerca de 2 horas.

Letreiro de Montevideo

Nosso roteiro em Montevideo começou com o clássico letreiro da cidade.

Aqui, diferente de Punta del Este, não tinha tantas pessoas esperando para fazer foto. Tinha até uma fila organizada para esperar a vez. Isso sem ninguém organizar, sem indicações.

A localização é ótima, pois pega a cidade de Montevideo e a orla atrás do letreiro. Mas venta muito nessa região e fica afastado do centro e outros atrativos da cidade.

Centro Histórico de Montevideo

Próxima parada, Centro Histórico de Montevideo.

Adoro ver a arquitetura antiga cheia de detalhes e saber mais sobre as histórias do centro-históricos das cidades. E novamente, que lugar lindo! Ficamos encantados com a beleza do lugar, mas quem disse que conseguimos estacionar o carro?

Rodamos, rodamos e nada de achar vaga. Nos estacionamentos o carro não entrava por causa do bagageiro, que deixa a altura bem maior do que o normal.

Achamos uma vaga em um lugar mais afastado, mas precisava colocar tiquete de parquímetro por hora.

Eu fiquei no carro pra caso aparecesse algum guardinha e o Douglas foi atrás do bilhete de estacionamento. Entrou em uma loja para perguntar e foi aí que entendemos como funciona o estacionamento da cidade. Funciona assim:

Meio fio vermelho – reservado para quem trabalha nos prédios importantes da cidade, tipo prefeitura, embaixada e outros órgãos públicos.

Meio fio amarelo – permitido para veículos de carga por alguns minutos.

Meio fio sem pintura – permitido para carros em geral.

Além disso, a cada dia da semana uma região da cidade tem o estacionamento gratuito nas vias. A sorte nossa é que justamente hoje o estacionamento era gratuito no centro.

Puerta de la Ciudadela

Andamos pela rua Sarandi que na verdade é um calçadão, passamos pela Puerta de la Ciudadela, que foi a porta de entrada da cidade amuralhada de Montevideo, construída pelos espanhóis no século XVIII para proteger a cidade.

Não há nada de muralhas, só sobrou a porta de entrada mesmo.

Plaza Independencia

Atravessando a Puerta de la Ciudadela, chegamos na Plaza Independencia onde vimos alguns uruguaios aproveitando os bancos para tomar um sol e um mate.

Do outro lado um edifício lindo se destacava e fomos até lá para descobrir o nome e se tinha algum tipo de visitação. Descobrimos que se chama Palacio Salvo e tem visita guiada. Mas por hoje já tinha encerrado, isso era umas 16h de uma sexta-feira.

Estávamos perto do Museu dos Andes, então fomos andando até lá andando. Mas também estava fechando quando chegamos. A senhora nos falou que amanhã estará aberto, para voltarmos.

Livraria Más Puro Verso

Voltamos ao calçadão e visitamos a livraria Más Puro Verso, que dizem que é a livraria mais bonita do Uruguai.

A fachada parece normal, não chama muita atenção, então tem que ficar atento quando você for procura-la.

Ao entrar vimos lá no fundo uma escadaria que se divide para a esquerda e a direita e leva ao segundo piso. Fomos andando e apreciando a decoração.

Os funcionários parecem estar acostumados com os visitantes e continuam fazendo suas tarefas sem se importar com os turistas curiosos.

Lá tem um elevador antigo, daqueles com seta que indica qual andar está, mas estava inativo.

Descemos pelo outro lado da escadaria sem nem lembrar que estávamos em uma livraria, parecia um tour em um casarão antigo. Foi como se tivéssemos voltado no tempo e de repente estávamos de volta aos livros.

Chez Mario et Solange

De novo não encontramos campings abertos e acabamos encontrando uma opção interessante para ficar hospedado bem localizados em Montevideo.

Chegando no lugar nos deparamos com uma porta de madeira enorme, um casarão antigo. Apertamos a campainha e aguardamos, logo um senhor abriu a porta e nos recebeu com beijos e abraços.

Era o senhor Mario, dono da casa onde ele aluga alguns quartos. Subimos as escadas e ele veio atrás bem devagar dizendo que os joelhos já não permitiam que ele andasse tão rápido.

Esperamos por ele e logo na entrada nos surpreendemos com a decoração. Muito diferente de tudo que vimos até agora em hospedagens. Ele dizia orgulhoso que a filha dele e o genro tinham decorado.

Ficamos quase uma hora conversando com ele. O senhor Mario nos mostrou o quarto, os banheiros, a cozinha e o terraço.

Nos contou mais um pouco da sua história e nós contamos um pouco da nossa curta história de vida, comparada a dele.

Vimos algumas fotos e depois o sr. Mario disse que tinha que sair, pois era sexta-feira e era dia de encontrar alguns amigos e fazer relacionamento com as pessoas da música. Uma figura esse senhor Mario, foi muito divertido conversar com ele.

Fomos até o mercado, na quadra de trás, para comprar alguns ingredientes para o jantar e também alfajores. Preparamos a janta no capricho, depois tomamos um banho quentinho e fomos descansar.

Amanhã queremos visitar alguns dos lugares que estavam fechados hoje, antes de seguir viagem para Colonia del Sacramento. Então até o próximo post.

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 144 km
Tempo: 2h30.
Combustível: R$ 0,00.
Pedágio: $ 200,00 pesos uruguaios (aprox. R$ 23,00)
Alimentação: Compras no mercado $ 1,092,65 pesos uruguaios (aprox. R$ 128,55), almoço, jantar, lanchinhos e reposição da semana.

Contribua para essa viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

One thought on “Dia 21 – Primeiro dia em Montevideo, Uruguai

  • 21/02/2021 em 21:34
    Permalink

    Estou amando essa jornada maravilhosa que vocês fizeram. Pretendo fazer isso com meu marido logo , logo. Estou lendo tudo que posso e encontrei vocês. Relato cheio de informações/detalhes que não havia achado em outro lugar , como : supermercados no Uruguai com comida por kg , estacionamento na rua com cores na calçada, hostel , etc
    Estou acompanhando como se fosse uma série. Valeu !

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *