Dia 132 a 135: Rumo as Missões Jesuíticas

{Quinta a domingo, 04 a 07 de julho de 2019} O dia amanheceu ensolarado em Humahuaca, aproveitamos para subir as escadarias e conhecer o monumento aos heróis da independência da Argentina antes de colocar o pé na estrada rumo as Missões Jesuíticas.

monumento aos heróis da independência da Argentina

Mas antes paramos para almoçar no restaurante Giramundos. Estamos misturando entre cozinhar, comer coisas rápidas no carro e também provar a comida loca.

A entrada foi empanadas de carne e o prato principal foi guisado de quinoa.

Restaurante Giramundos Humahuaca

Pequeno e simples, o restaurante é bem aconchegante e a comida bem saborosa!

Restaurante Giramundos Humahuaca

Rumo as Missões Jesuíticas

Depois de analisar várias questões, como dinheiro, distâncias, atrações turísticas, decidimos não ir até La Quiaca, que fica na fronteira da Argentina com a Bolívia.

Vamos voltar pela Ruta 9 até San Salvador de Jujuy e depois pelas Rutas 34 e 81 até Formosa, onde vamos cruzar a fronteira para o Paraguai rumo as Missões Jesuíticas.

Humahuaca a Tilcara

O primeiro trecho que percorremos foi de Humahuaca a Tilcara, e como o dia estava bonito conseguimos fazer umas paradas pelo caminho.

A primeira foi em uma loja de artesanatos que chamou nossa atenção por ter uma lhama gigante construída na entrada. E do lado tinham algumas de verdade em um cercado.

Fala a sério, até o mais machão acha esses bichinhos uns fofinhos.

lhamas no norte da Argentina

A segunda parada foi no relógio do sol e o marco do Trópico de Capricórnio.

relógio do sol e o marco do Trópico de Capricórnio

Chegando em Tilcara fomos dar uma volta pelo centro, conhecer a praça, que estava cheia de barracas de artesanato, e a igreja matriz.

Artesania en Tilcara

Se você não viaja de campervan, veja aqui onde ficar hospedado em Humahuaca.

Iglesia de Tilcara

Tilcara

Para o jantar compramos empanadas de carne feitas na hora, e tínhamos no carro molho barbecue (barbacoa) e refrigerante. Tudo acompanhado de um seriado para encerrar o dia relax.

De Tilcara a Purmamarca

No segundo dia, saímos de Tilcara em direção a Purmamarca pela manhã, num trajeto de 23 km.

De Tilcara a Purmamarca

Encontramos alguns amigos viajantes em Purmamarca, o pessoal do Andá Con Fé e do Rumbeando con Fidel.

Fomos para um lugar mais retirado, mas próximo do centro.

Purmamarca

Arrumamos o carro no modo casa e preparamos um almoço enquanto batíamos um papo com o pessoal sobre os próximos trajetos. Apesar do sol, estava ventando gelado, parecia que o frio estava chegando ao norte da Argentina.

Purmamarca

No meio da tarde começou a fechar o tempo e várias nuvens esconderam o céu azul. Estava fazendo 9ºC e baixando, com previsão de 2ºC.

Todos se recolheram em suas casas rodantes para tentar se aquecer, e dentro do carro fazia uns 15ºC.

Ao anoitecer se juntaram a nós mais dois motorhomes e fizemos uma fogueira para nos aquecer e poder conversar.

Mas logo chegou a polícia pedindo para apagar o fogo, pois ali era uma área privada e poderíamos causar um incêndio.

Olhamos ao redor e só vimos terra e pedra, mas se eles que são locais estão dizendo que podemos causar um incêndio, melhor não contrariar as autoridades.

Purmamarca

Hora de recolher, pois fazia muito frio do lado de fora.

Tomamos uma sopinha quente para aquecer o corpo antes de nos prepararmos para dormir.

De Purmamarca a Salta pelo Camino de Cornisa

No terceiro dia, o plano era sair de Purmamarca em direção a Salta. O dia amanheceu lindo, com céu azul e tempo gostoso.

Purmamarca

Nossos vizinhos de acampamento reclamaram do frio que fez de madrugada, nós não sentimos, provavelmente pelo isolamento térmico que deixa o carro 10°C mais quente.

Purmamarca

Antes de sair passamos novamente no centro de Purmamarca pra comprar umas lembrancinhas do norte da Argentina e o nosso almoço. Compramos 12 empanadas por 200 pesos, 6 bananas e 6 mexericas por 30 pesos.

Purmamarca

É obrigatório ter seguro viagem para viajar pra Argentina? Não é, mas já pensou se você precisa de atendimento médico lá? Você que é um viajante experiente não vai viajar sem seguro viagem, né. Veja aqui as opções de planos e seguradoras e com o nosso link, ganhe 5% de desconto. Se você ainda não sabe muito sobre o assunto, leia aqui Tudo sobre seguro viagem.

Purmamarca

Na foto não parece, mas estavam gostosas hehehe

Hora de pegar a estrada. Esse trecho vamos descer pela Ruta 9, o Camino de Cornisa, que muitos viajantes nos disseram que é lindo e vale a pena.

Então decidimos ir conferir.

Pouco depois de pegarmos a Ruta 9 o tempo começou a fechar, com várias nuvens vindo em nossa direção.

Passamos ao lado de Jujuy que fica a uns 7km do início da serra e o tempo já estava nublado por ali.

El Carmen

Antes de começar a descida do Camino de Cornisa paramos na cidade de El Carmen, no posto de informações turísticas, para saber como estava o caminho.

Aproveitamos que ao lado tinham várias barquinhas de comida e compramos umas comidinhas típicas para provar. Compramos Buñuelo (parecido com bolinho de chuva) e Tortilha.

Essa feirinha acontece todos os sábados, domingo e feriados das 9h às 21h. Vale a pena fazer uma paradinha antes de descer ou quando terminar de subir a cornisa.

Não viaja de campervan? Vá de avião e alugue um carro em San Salvador de Jujuy para explorar toda a região. Veja aqui um comparativo entre modelos de veículos e locadoras.

Camino de Cornisa

A primeira vez que ouvimos falar desse Camino de Cornisa eu falei que não queria fazer de jeito nenhum, pois falaram que era um penhasco com uma estrada bem estreita. Mas muitos viajantes disseram que valia a pena fazer.

Nos informamos e decidimos fazer, mas no sentido Jujuy para Salta, pois assim não ficaremos do lado do penhasco e sim da montanha.

Poucos metros a frente tinha uma barreira policial, fomos parados e nos pediram o documento do carro, carta verde, perguntaram o que estávamos carregando e mandaram seguir adiante.

Alguns poucos quilômetros a frente outra barreira policial. Essa é permanente, para controlar os carros que descem pelo Camino de Cornisa, pois os muito largos e altos não são permitidos passar por ser um trecho muito estreito.

Camino de Cornisa

O policial perguntou para onde estávamos indo e o que estávamos transportando, quando falamos que era uma casa rodante, mini motorhome, ele abriu um sorriso e perguntou se podia olhar. Parecia curioso para saber como era dentro de um carro pequeno.

Poucos metros a frente a rodovia diminuiu de tamanho drasticamente. De duas pistas passou para a largura de uma e meia com marcação para duas faixas, muito estreita. Então entendemos o porque de impedirem de carros grandes passarem por ali.

Camino de Cornisa

Vários trechos tem placas escrito “uno por vez”, geralmente nas curvas, pois realmente não tem como passar dois carros na pista. Então tem que ir com cuidado.

Camino de Cornisa

Pelo caminho um ar de interior, casas longes umas das outras, muitas galinhas, porcos e vacas. A paisagem é bem verde, muitas árvores e o ar mais úmido.

Camino de Cornisa

Paramos em um mirante onde conseguimos ver uma parte da represa que parece uma mão, pois ao ver de cima parece ter cinco dedos.

Camino de Cornisa

Tomamos um susto em uma curva quando veio uma caminhonete em nossa direção, a sorte que estávamos devagar e tinha um espeço para desviar. Tacamos a buzina.

O caminho é bem tranquilo, mas precisa ir com cuidado, não ultrapassar a velocidade máxima de 40km/h e aproveitar a paisagem. Alguns trechos era possível ver que estávamos bem altos com o penhasco logo ali do lado.

De Salta a Perico

Quando estávamos chegando em Salta o sinal de celular voltou e recebemos mensagem dos amigos com os quais nos reunimos em Humahuaca.

Eles estavam em uma cidadezinha chamada Perico. Como teríamos que passar por lá no dia seguinte, resolvemos seguir viagem um pouco mais e encontrar o pessoal.

Demoramos um pouco para encontrá-los, porque eles estavam estacionado ao lado de um campo de futebol, sem iluminação nenhuma, mas conseguimos e foi uma festa.

Passamos o final de semana juntos fazendo café da manhã, almoço e jantar. No motorhome da família assistimos ao filme Coco da Disney em espanhol, que tem uma história muito linda. E fomos na feira da cidade.

Foi um encontro de despedida, ou um até logo.

Perico, Argentina

Perico, Argentina

Como a viagem deve continuar, já nos preparamos para a próxima parte rumo as Missões Jesuíticas.

Números:

Distância percorrida: 347 km.
Alimentação: $ 1.235 pesos argentino (aprox. R$ 123,50)
Recarga de telefone: $ 155 pesos argentino (aprox. R$ 15,50)
Banheiro: $ 15 pesos argentino (aprox. R$ 1,50)
Banho: $ 60 pesos argentino (aprox. R$ 6,00)

Programe a sua viagem

Economize comprando sua passagem aérea no site do Passagens Promo.

Data de embarque confirmada, hora de reservar a sua hospedagem, nossa dica para economizar é conferir esses dois sites: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)

Nada de viajar para um lugar de altitude sem o Seguro Viagem do Seguros Promo, clique nesse link e use nosso cupom MELEVADELEVE5 e ganhe 5% de desconto.

Vai alugar carro para conhecer o norte da Argentina? Então dá uma olhada nas opções da Rentcars, você paga em reais e não tem a surpresa de quanto vai pagar quando chegar a conta do cartão de crédito e não precisa ficar rezando pra cotação do dólar não aumentar.

Não vai de carro? Então reserve um transfer do aeroporto até sua hospedagem e a volta pelo site da Viator.

E já reserve os principais passeios para não correr o risco de ficar sem vaga quando chegar lá. Os principais sites para economizar nos passeios são: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

  

Veja mais sobre o assunto navegando pela categoria

Julia Flores

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *