{Segunda, 06 de maio de 2019} Acordamos às 7:30, mas só saímos da cama às 8h. É que ontem ficamos trabalhando até a meia noite e foi difícil sair das cobertas quentinhas hoje cedo.

Parece que o corpo sabe que fizemos hora extra num domingo e aí ele quer compensar no dia seguinte.

O cotidiano na campervan

Fomos no banheiro e fervi uma água para o café da manhã, que foi o mesmo dos últimos dias. Eu comi aveia com leite em pó e açúcar e a Ju comeu aveia com banana e chia. Um café instantâneo para acompanhar.

Depois arrumamos toda a bagunça do carro. Como ficamos na frente do Hostel Rancho Grande, usando a estrutura deles, a campervan ficou todos os dias no modo cama. E quando isso acontece, as coisas vão ficando fora do lugar “para arrumar depois”.

Preparativos para a estrada de rípio

Modo carro ok, fomos tomar banho. Enquanto um foi, o outro ficou fervendo água para o galão térmico de 5 litros e as outras 2 garrafinhas térmicas.

Água quente é vida! E não sabemos como será essa estrada de rípio. Já ouvimos dizer de gente que ficou 2 dias parado com o carro quebrado nela esperando socorro.

Temos 2 planos. Um é ir até Gobernador Gregores e dormir lá. Nesse caso são 72 km de rípio e mais 260 km de asfalto.

Gobernador Gregores está a um desvio de 263 km da Ruta 40.

Se chegarmos nesse desvio em um horário bom, continuaremos até Perito Moreno, que está a 626 km de El Chaltén. É longe, mas dá.

Logo na saída da cidade, uma policial nos parou. Checou os documentos e aproveitamos para perguntar se ela sabia das condições da Ruta 40, na parte de rípio, se tinha chovido à noite. Ela recomendou perguntar no posto de Três Lagos.

É cada posto no caminho…

Abastecemos o carro no YPF de El Chaltén, no posto mais diferente até agora.

É só uma bomba de gasolina no meio de um caixa enorme que parece um container.

Nesse container, centenas de adesivos de viajantes e suas expedições. E ao fundo, o Cerro Fitz Roy em destaque.

O Cerro Fitz Roy foi ficando pequeno no retrovisor. Tchau capital nacional do trekking.

Antes de ele sumir completamente da paisagem, paramos no meio da rodovia para tirar fotos com ele ao fundo.

ruta 40

Ruta 40

Saíamos da Ruta 23 e pegamos a famosa Ruta 40, admirada por todos que se aventuram pelas estradas do sul do continente.

A paisagem é de semi árido, com guanacos e ñandús livres pelos campos. De vez em quando uma águia, uma raposa ou uma lebre aparecem.

Almoçamos em movimento os sanduíches que preparamos hoje cedo, pois a estrada era longa.

ruta 40 Guanacos

Uns 200 km depois de El Chatén começou a tal da estrada de rípio. São 72 km de rípio entre El Chaltén e Gobernador Gregores.

rípio ruta 40

E dá-lhe chacoalhar. Ainda assim a estrada estava boa. Em alguns trechos deu para chegar a 60 km/h.

Na verdade tem trechos de pedras e trechos de terra. É por isso que em dia de chuva não dá para transitar nela.

Qual estrada pegar?

Quando o rípio ia terminando, uma placa dizendo:

Gobernador Gregores para a direita, Lago ‘não sei o que reto’.

E cadê a indicação de Perito Moreno??

Entramos em um asfalto por um breve momento, quando o GPS disse para pegar a estrada à esquerda. Logo o rípio voltou.

Ficamos na dúvida sobre o caminho, pois lembramos que a Ana do hostel comentou que são 72 km de rípio (que já tinha acabado) e depois era asfalto até Perito Moreno.

Tá, mas e esse rípio aqui? Pra onde vai? Meia volta e fomos conferir a placa novamente.

ruta 40

E aí a dúvida ficou no ar. A estrada asfaltada só ia reto ou à esquerda, não tinha ‘à direita’ para Gobernador Gregores, como a placa dizia.

Pela lógica, então o que era à reto na placa, seria pegando o rípio à esquerda. Era o que o GPS dizia.

Então fomos, na esperança de que nada desse errado.

A gasolina dá?

Olhei para a quilometragem e para o nível de combustível. Fiz uma conta rápida e pensei que daria exato para chegar em Perito Moreno. Checamos o app e vimos que há alguns pontos pelo caminho onde outras campervans e motorhomes já pernoitaram.

Seguimos adiante, mas ainda na dúvida sobre o caminho.

Depois dos 72 km de rípio, nesse trecho foram outros 73 km. Um total de 145 km de rípio pela Ruta 40.

Aqui o rípio estava mais grosso, mais alto no centro da via, o que fazia as pedras baterem no fundo do carro.

ruta 40

Ao trocar de faixa, para seguir a trilha baixa de rípio, sentia o carro dançar sobre as pedras.

Fiquei num dilema. Ir rápido para não dirigir no escuro, pois o sol já estava bem baixo. Ou ir devagar para ir com mais segurança pelo menos até onde houver luz. Fui a uns 70/80 km/h.

É muito cansativo, revezamos na direção para descansar um pouco.

De repente, asfalto. Viramos à esquerda, pois à direita iria para Gobernador Gregores. Foi aí que a ficha caiu. A estrada principal é a que passa por Gobernador Gregores e esse trecho da Ruta 40 é um desvio mais curto, mas em péssimas condições.

Onde dormir essa noite?

Ir até Perito Moreno já estava fora de cogitação. Chegaríamos quase às 21h.

Nosso destino de hoje então foi Bajo Caracoles, um vilarejo minúsculo uns 130 km antes de Perito Moreno.

Chegamos às 19 e pouco, já escuro. Paramos em frente à loja de conveniência ao lado do hotel Bajo Caracoles.

Pedimos na loja se podia estacionar e dormir aqui. Eles deixaram numa boa, então hoje esse foi o nosso local.

5 pesos pelo xixi e pelo banho, mas hoje já tomamos o nosso. Vamos só usar o wc mesmo.

Jantamos sanduíche com vinagrete, tomamos suco de pera e chá feito com a água lá do Hostel Rancho Grande.

Trabalhamos um pouco, mesmo sem ter internet aqui.

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 497km
Tempo: 10h entre dirigir e paradas.
Combustível: $ 37,50/l pesos argentinos (aprox. R$ 3,75/l) em El Chaltén
Banheiro: $ 15 pesos argentinos (aprox. R$ 1,50)

Contribua para essa viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Chip de celular para internet móvel e telefone: My Sim Travel
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe seu comentário