Gramado, dia 5 (06 de janeiro de 2013)

Hoje foi o último dia de passeio em Gramado, amanhã cedo colocaremos o pé na estrada de volta à Balneário Camboriú.

Acordamos um pouco mais tarde para tomar café da manhã e entre pães e bolos decidimos o que faríamos hoje, já que estávamos com a nossa programação livre.

Pegamos um dos livretos de programação do Natal Luz e procuramos pelas atividades da cidade, mas no domingo quase não tem nada e além disso, boa parte das lojas ficam fechadas.

Veja aqui
Opções de hotéis em Gramado | Opções de Airbnb (ganhe crédito de R$100,00).

Casa do Colono e Feirinha de Artesanato

Paramos na Casa do Colono, ao lado da Rodoviária. É uma típica alemã onde são vendidos diversos produtos coloniais, produzidos pelos agricultores das redondezas de Gramado.

O que ver e fazer em Gramado

Casa do Colono – Gramado

Ao lado da casa está uma iniciativa da prefeitura para gerar renda aos moradores das colônias, que moram bastante afastado do centro.

Trata-se de um local onde os colonos podem usar os fornos a lenha para produzir na hora cucas, pães e bolachas. A cada dia moradores de uma das colônias podem utilizar o espaço para produzir e vender aos turistas e moradores.

Compramos algumas bolachas e conversamos com os colonos, que disseram produzir mil cucas por dia durante a alta temporada.

Veja aqui
Comparação de locadoras para encontrar o melhor aluguel de carro para viajar por aí.
Principais atrativos de Gramado

Cucas caseiras ao lado da Casa do Colono

Ao lado há uma feirinha de artesanato. Havia poucos expositores, mas um em especial chamou nossa atenção.

O Cristiano fabrica jogos e enfeites de quebra cabeça em madeira, todos muito interessantes e pedagógicos.

Lugares imperdíveis de Gramado

Feira de artesanato

Quando você for lá, tente abrir a caixa mágica. A Jú conseguiu, mas eu não. Ele disse que era bom para relaxar, mas eu fiquei bravo por não ter conseguido.

Lugares para visitar em Gramado

Caixa mágica, abra se for capaz…

Chocolates

Dia de folga é também dia de compras, e em Gramado, chocolate é o alvo principal.

Já tínhamos ido na Prawer e no Caracol Chocolates, faltava (entre várias opções de Gramado) a Florybal.

Onde comprar chocolates em Gramado

Florybal

Sabe quando as coisas dão certo? Deixamos para comprar chocolate no último dia e a loja era a mais barata.

O preço do quilo era R$48,00 e o chocolate é uma delicia.

Com todos os chocolates comprados resolvemos ir almoçar e encontramos o restaurante 3 Passos, que fica na Rua Garibaldi, perto da prefeitura.

Lá é servido buffet livre (R$ 16,90) em um ambiente agradável e amplo e a comida é muito boa.

 

E mais espírito de Natal

Visitamos a Vila do Papai Noel. O lugar é bonito, decorado com várias casinhas de artesanato natalino e a partir das 15 horas acontecem algumas apresentações.

Atrações de Natal em Gramado

Vila do Papai Noel

Voltamos para o hotel, descansamos um pouco e lá pelas 18 horas saímos para fazer as últimas fotos que ainda faltavam e dar uma última voltinha pela cidade.

Só o Valdir ficou no hotel, pois estava com dor nas pernas devido a escadaria da cascata do Caracol.

Fomos jantar no Pasteleiro (de tanto ouvir falar) e chegamos na hora certa. Tinha uma mesinha esperando por nós e logo depois formou-se uma grande fila na porta.

Como em Gramado acontece o Festival de Cinema, cada pastel recebe o nome de um filme famoso.

Eu e minha mãe escolhemos “O Último Tango em Paris” (R$ 9,90) e o Douglas escolheu “Um Estranho no Ninho” (R$ 7,80), estavam deliciosos!

Hora de voltar para o hotel e arrumar as malas. Que tristeza que acabou a viagem por Gramado.

Essa semana passou tão rápido, também né, a cidade é um espetáculo a parte.

Para planejar o seu roteiro em Gramado, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Gramado. Os passeios, as atividades imperdíveis e os transfers você encontra aqui.

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

8 comentários em “Gramado – Diário de Viagem – dia 5

  1. Amei ficar no Hostel de Gramado, fui em agosto passado!
    Um dos melhores em que já fiquei. 😉
    Estou gostando muito dos artigos, good trip

    1. Oi Michele!! Ainda vamos experimentar o hostel de lá. Ouvimos bastante gente dizer que é bom mesmo.

      Ficamos felizes que você está gostando 🙂 Obrigado pelo comentário!!

  2. Fiquei curiosa para saber como é esse hostel.
    Também nunca me hospedei em albergue e como em agosto irei para um congresso em Gramado, seria uma ótima oportunidade, pois irei sozinha.
    Só tive a impressão, pela localização do site deles, que fica meio longe do centro de Gramado, não?

    Bjs

    1. oi Karla!

      É uma ótima oportunidade mesmo! O hostel é sim um pouquinho longe do centro, mas a recepcionista falou que do outro lado da rua tem um ponto de ônibus, que passa a cada 20 minutos para o centro. Talvez tenha transporte do próprio evento, pois tem bastante hotel e pousada que é longinho do centro.

      Bjo!

  3. Vocês ficaram em qual hotel? Sou de Fortaleza e estou indo para Gramado em agosto/14 e ficarei no Laghetto Siena , gostaria de saber de vocês sabem se a localização desse hotel é boa , se fica perto do centro , tipo dando para ir a pé . o endereço é av das hortencias 3000. Adorei as dicas sobre restaurantes ,pois já vi que em Gramado é bem caro essa parte.

  4. Olá Júlia e Douglas amei a matéria de vcs,sou de Recife e viajarei para Gramado em abril,uma viagem bem mochileira e estou montando o roteiro dos 4 dias que ficarei lá.Já tinha achado o Gramado Hostel para me hospedar e faltava os lugares em conta para alimentação e os passeios,as dicas de vcs me ajudaram muito valeu a ajuda,bjs!

Deixe seu comentário