Canela, dia 4 (05 de janeiro de 2013)

Hoje nosso passeio foi em Canela, cidade vizinha de Gramado. Depois do café pegamos o carro, dessa vez fomos com o nosso, com o Douglas de motorista e eu de co-piloto. O objetivo é não perder o carro no estacionamento igual ontem hehehe.

Mirante Belvedere

Seguimos pela Avenida das Hortênsias, que leva direto a Canela. A cidade fica distante uns 7 km e o caminho é super bonito.

Paramos no Mirante Belvedere para admirar a paisagem. São 850 metros de altitude de vista para o Vale do Quilombo.

Veja aqui
Opções de hotéis em Gramado | Opções de Airbnb (ganhe crédito de R$100,00).
Principais Atrativos de Gamado

Mirante Belvedere e Vale do Quilombo

Estávamos ainda em dúvida se deveríamos ir direto para o Parque do Caracol ou primeiro no Mundo a Vapor, mas optamos por ir ao parque de manhã por causa do sol que ficaria muito forte a tarde.

Parque do Caracol

No caminho há placas indicando o trajeto para o parque, é só segui-las que você chegará de frente para a entrada e estacionamento. Bem fácil.

Não é cobrado estacionamento, mas a entrada é de R$ 12,00 por pessoa.

Ao lado do estacionamento há várias lojinhas e passando entre elas inicia-se o percurso do parque.

A primeira parada é um elevador panorâmico, que eles chamam de observatório ecológico.

Veja aqui
Comparação de locadoras para encontrar o melhor aluguel de carro para viajar em Gramado.

Você sobe 27 metros e no topo tem um mirante com vista de 360º do parque. O preço por pessoa é de R$ 18,00, mas eles estavam fazendo uma promoção de R$ 9,00.

Resolvemos não subir no elevador, pois o mirante é todo fechado com vidros e não conseguiríamos fotografar, além de ter um mirante gratuito a uns 10 metros deste.

Fomos para lá então. Esse mirante oferece uma excelente vista da Cascata do Caracol.

Roteiro em Canela

Cascata do Caracol

Quem tem medo de altura fica com um frio na barriga, pois é uma laje com uma proteção de ferro simples que não passa muita segurança, ainda mais com o vento forte que estava soprando.

De lá dá para ver perfeitamente a cascata e o vale.

Continuando o percurso pelas trilhas ecológicas, chegamos a Estação Sonho Vivo, que é um passeio de trenzinho para contar um pouco sobre a história da região. É mais indicado para crianças.

Escadaria da Perna Bamba

Nós dispensamos o passeio e fomos direto para a Escadaria da Perna Bamba. É uma escadaria de 751 degraus (equivalente a um prédio de 36 andares) que leva próximo a base da cascata.

Levamos mais ou menos uma hora para descer, fotografar e subir. Exatamente como tínhamos lido no blog Viagem Massa, da Elaine Castro, realmente as pernas ficam bambas!

Gramado está perto de Canela

Cascata do Caracol

De lá caminhamos até o mirante das corredeiras, que fica a menos de 100 metros do início da escadaria. Muito bonito também, vale a pena dar mais essa pequena caminhada até lá.

Já era quase hora do almoço e fomos procurar um restaurante. O parque tem um restaurante e uma lanchonete, com preços bem elevados. Só tem buffet livre que custa R$50,00 por pessoa.

Decidimos seguir o passeio e procurar outro lugar para almoçar, quando, indo em direção ao estacionamento encontramos um quati procurando comida nas lixeiras.

Logo juntou um monte de curiosos ao redor querendo fotografar e alguns querendo alimenta-los com besteiras, salgadinhos e bolachas, mas antes mesmo que falássemos algo os próprios lojistas das barraquinhas repreenderam os turistas.

Principais atrativos de canela

Quati no Parque do Caracol

Castelinho Caracol

De lá seguimos para o Castelinho Caracol, uma residência de 1913 que em 1985 virou museu para mostrar como era o dia a dia no campo.

Além do lado histórico, lá há uma casa de chá onde é servida a famosa Apfelstrudel (torta de maçã) por R$ 17,00 a fatia.

O lugar é interessante, mas falta muita informação. Não tem  muitas placas informativas, então você tem que ir deduzindo o que é cada parte da casa e para o que servia cada item exposto.

O que ver e fazer em Canela

Castelinho Caracol

A sensação que tivemos é que o lugar é apenas uma forma de renda da família, que não há um real interesse em transmitir uma mensagem, um ensinamento para quem visita.

Resumindo, pagamos R$ 10,00 cada um, para ficar menos de 30 minutos e não absorvemos nada de informação, apenas olhamos.

Mesmo quando questionamos algumas coisas para as pessoas presentes, nossa curiosidade não era suficiente para despertar o desejo neles de nos contar mais.

Talvez isso tenha sido o motivo de não querer provar a torta de maçã.

A essa hora já estávamos com muita fome, voltamos para o centro de Canela, em direção a Catedral de Pedra, e estacionamos bem em frente a Praça João Corrêa.

Onde comer em Canela

Café da Praça

Para a nossa alegria, bem em frente tinha um restaurante, o Café da Praça, que serve almoço com opção de buffet livre por R$ 12,90 ou buffet por quilo por R$ 19,90.

A comida é simples, mas muito gostosa.

Catedral de Pedra

Depois do almoço, fomos conhecer a Praça de Canela (atravessando a rua do restaurante) que estava toda decorada com enfeites natalinos e visitamos as lojinhas de artesanato.

De lá, continuamos andando por duas quadras pela rua principal em direção a Catedral de Pedra.

Lugares imperdíveis de Canela

Catedral de Pedra

A catedral é impressionante. Construída em estilo gótico, é feita de pedra basalto e tem 65 metros de altura, com doze sinos de bronze feitos na Itália.

O altar e os vitrais também são belíssimos.

Roteiro em Canela e Gramado

Interior da Catedral de Pedra

Mundo a Vapor

O céu começou a ficar escuro, como se fosse chover a qualquer momento, então resolvemos ir para nossa penúltima parada do dia, o Mundo a Vapor.

O Museu fica entre Canela e Gramado e o ingresso custa R$ 15,00 por pessoa.

No museu você passa por exposições de máquinas em miniatura com uma pessoa explicando o funcionamento.

Vimos como funciona a siderúrgica, olaria, rolo compressor a vapor, fábrica de papel, entre outros. Fizemos um post completinho, que você encontra aqui.

Roteiro de Gramado e Canela

Mundo a Vapor

O Reino do Chocolate Caracol

Para fechar nossos passeios do dia fomos visitar O Reino do Chocolate Caracol.

A entrada custa R$ 5,00, que podem ser convertidos em chocolates na lojinha.

Lá conhecemos a história do chocolate no mundo e no Brasil.

Tem ainda um espaço café tematizado, com mesas em formato de barras de chocolate e cadeiras de xícaras, de frente uma janela enorme de vidro com vista para o Vale do Quilombo.

Onde comer em Gramado e Canela

Reino do Chocolate

Tomamos duas taças de chocolate gelado por R$ 8,00 cada, comemos torta de frango por R$ 8,90 e um Apflstrudel (torta de maçã) por R$8,00.

Depois do café fomos conhecer a lojinha e compramos alguns chocolates.

No Reino do Chocolate o preço era de R$88,00/kg, então compramos só os chocolates para presente e deixamos os nossos para depois.

Todos nós já estávamos cansados da caminhada na escadaria do Parque do Caracol, então resolvemos ir para o hotel descansar.

O cansaço era tanto que acabamos nem saindo para jantar e pedimos um lanche pelo Disk Lanche (fone: 3286-1878) e eles entregaram no hotel. O cachorro quente vem no pão de xis, enorme, equivale a dois cachorros-quentes normais e custaram R$ 12,00 cada.

Dormimos cedo, com a perna bamba por causa da escadaria da Cascata do Caracol.

Para planejar o seu roteiro em Canela, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Canela. Os passeios, as atividades imperdíveis e os transfers você encontra aqui.

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

9 comentários em “Gramado e Canela – Diário de Viagem – dia 4

  1. Que honra! Fico feliz demais que tenham lido o post lá no blog (e mais ainda que também tenham ficado com a perna bamba! Quer dizer que não sou fraquinha, né?) Abraços pra vocês.

    1. Oi Elaine! Seu post nos deixou preparado para a escadaria 🙂 É dureza descer e subir tudo né, mas tinha uma mulher carregando um bebê no colo… não sabemos como ela conseguiu! Abraços!

  2. Estamos com as malas prontas para fazer praticamente o mesmo roteiro que vcs, e a maneira que vcs expuseram a viagem e as despesas foi bem interessante! Parabéns! Quando nós voltarmos de la, passo por aqui para contar como foi! abraços!

    1. Oi Luciana! Obrigado pelo comentário!

      Que legal, aproveite bem a viagem e passe de novo aqui depois sim. Estamos aguardando 🙂

Deixe seu comentário