Dia 11 – Dia de praia e balada em Kuta, Bali

Manhã tranquila

Como tínhamos combinado que hoje seria dia de balada em Kuta, acordamos tarde, bem tranquilos. Tomamos café da manhã, panqueca de banana e chá.

O Tico já tinha saído para Ubud de moto para comprar correntes de prata. Eu, o Douglas e o André ficamos aqui em Kuta.

Na mesa do café encontramos um remédio para febre, que devia ser de algum brasileiro, pois estava escrito numa etiqueta em português: tomar 30 gotas.

Entregamos para o cara do hotel e ele quis saber para que era o remédio e como tomava. Eu já imaginei que ele iria vender para alguém, porque aqui eles vendem de tudo. Tudo é negócio… Ficamos pensando que o dono do remédio iria se dar mal…

Veja aqui onde se hospedar em Bali ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Tarde de boa

O Tico voltou de Ubud algumas horas depois e foi surfar com o André. Eu e o Douglas fomos almoçar no Warung Linggar, 2 Nasi Goreng, 1 salada e 2 sucos. Esse restaurante está nos top 3 custo-benefício aqui da região.

Depois fomos para a praia e ficamos na areia só de bobeira, curtindo o visual.

Uma senhora ofereceu massagem, falamos que não, daí ela se ofereceu para fazer a unha. Não de novo. Passou outra senhora, vendendo pulseiras. Depois um cara oferecendo tatuagens de henna. Depois uma vendedora de frutas. O tiozinho do picolé e outro vendendo arco e flecha…

Arco e flecha foi o cúmulo. Quem vai comprar arco e flecha na praia???

Tinha uma estrangeira fazendo topless, bem feliz e tranquila. Falei para o Douglas, olha lá a mulher fazendo topless. Ele viu e caiu na risada… Era uma senhora de muita idade se achando a garota de Ipanema. Ela entrava no mar e saía desfilando…

Depois olhei uns caras surfando. Eram ruins demais. O Douglas falou, assim eu também consigo. Depois que a gente percebeu que eram o Tico e o André os ruinzões… kkkkkkk Pelo menos surfaram em Bali.

Jantar normal em Kuta

Voltamos para o hotel Bali Dwipa, tomamos banho e saímos pra jantar. Fomos no Warung 96, um dos restaurantes mais badalados entre os mochileiros de Kuta. É um pouco mais caro que os outros, mas a comida é boa e o atendimento é melhor.

Comi um lanche sumbarine (submarino) de frango que tem abacaxi, pepino, alface, cebola (forte pra dedéu), tomate, queijo e o pão, claro. Bom, muito bom.

Lojinhas de Kuta

Depois fomos comprar um vestidinho para eu sair na balada. Na primeira lojinha, o provador é só uma cortina bem pequena e tinha um baita espelhão atrás. Tá louco, lá é que eu não me troco… Provei o vestido no banheiro mesmo.

Começamos a negociar o preço, mas depois vi que estava descosturando… Uma pena, era tão bonito e não tinha outro igual.

Partimos para outra loja, onde comprei um vestido, que o Douglas disse que era só blusinha e que eu tinha que usar uma saia porque era muito curto. Ciumento…

Sai então atrás de uma saia. Em outra loja a tia cobrou um absurdo. Vimos que não daria um bom negócio para nós e fomos embora. Na loja do lado o cara cobrou um terço do valor pela mesma saia. Negociamos e pagamos metade do que ele queria… Estamos aprendendo a arte de negociar 🙂

Balada em Kuta

Hoje foi dia de balada em Kuta e fomos na discoteca Bounty. Os meninos pararam para comprar uma Bintang, a cerveja balinesa, na loja de conveniência e o caixa falou em balinês com o Douglas achando que ele era nativo… huauhahuahuhua.

Direto está acontecendo isso, já foi a sexta vez, sei lá. Perdemos a conta… O Douglas está mesmo com cara de balinês.
O caixa ainda falou que eu era inglesa. Concluí que eu preciso tomar sol.

Na balada o Tico e o André subiram no palco e fizeram a dança do siri. E os gringos começar a imitar. O André ao invés de dançar com as gringas, preferiu ficar dançando com um gordinho comédia… Ele entrou na gaiola suspensa  e não queria mais sair.

Encontramos lá um brasileiro que veio surfar na Indonésia. Gente boa o cara.

Depois eles entraram na piscina de espuma e ficaram zuando muito. Os dois são sem noção demais. Plantaram bananeira, lutaram com o pilar e fizeram a dança do siri de novo… Fora da piscina, só dava os gringos escorregando e caindo no chão. Engraçado observar gente bêbada…

Um cara queria roubar os chinelos do Tico e do André, que estavam no chão fora da piscina, mas não deixamos. Nessa hora o inglês fluiu perfeitamente.

Estávamos cansados, fomos embora eu o Douglas e o Tico, só o empolgadão do André ficou lá…

Para planejar a sua viagem em Bali, leia os outros posts da Indonésia aqui e para saber onde ficar, veja as opções de hospedagem. Reserve todos os passeios do seu roteiro e os transfers de chegada e saída em Bali aqui.

Compartilhe
Douglas e Julia

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

8 comentários em “Dia 11 – Dia de praia e balada em Kuta, Bali

  • Avatar
    21/07/2007 em 17:03
    Permalink

    Este comentário foi removido pelo autor.

    Resposta
  • Avatar
    22/07/2007 em 17:18
    Permalink

    Olá, estou aqui pra comentar…Uma das coisas mais interessantes que percebi é a negociação…esse povo acaba ganhando pouco dinheiro com suas mercadorias e
    trabalham demais…As fotos estão lindas…mas vc, Julia está parecendo uma
    polonoesa….kkkkkEssa piscina de espuma deve ser um show!!!bjs

    Resposta
  • Avatar
    22/07/2007 em 17:18
    Permalink

    heheheehe…eu removi a msg pq tinha alguns erros ortográficos…mas já postei novamente…bjuuuuuuuuuussssssssssss

    Resposta
  • Avatar
    23/07/2007 em 02:30
    Permalink

    Oi julia e Douglas estou adorando o blog de vcs esta divertido ler as histórias, as fotos
    estão lindas…….um abração………….

    Resposta
  • Avatar
    18/09/2007 em 20:42
    Permalink

    Dia zuado irado , show de bola.Cara Indonesia é trabalho escravo pelo visto hein

    Resposta
  • Avatar
    19/09/2007 em 16:47
    Permalink

    Oie Mae!Eles ganham bastante dinheiro de quem nao pede desconto. Muito mesmo.
    Eles pedem 3 ou 4 vezes a mais…tem gente que paga pois ainda assim e
    barato para os europeus.Agora eu to mais bronzeada heheehehbjoooooo

    Resposta
  • Avatar
    19/09/2007 em 16:48
    Permalink

    Oi Pai!!!Que bom que esta gostandoBrigadaooooooooooBjoo

    Resposta
  • Avatar
    19/09/2007 em 16:49
    Permalink

    Fabricio!O salario de um indonesiano e bem baixo. Por isso eles criam servicos para
    os turistas, porque da mais dinheiro…Abracos!!

    Resposta

Deixe seu comentário