Doblò Home à venda (Doblò Motorhome - Doblò Campervan - Doblò Camper)

Dia 25 – Argentina, novo país da aventura de campervan pela Am. do Sul

{Terça, 19 de março de 2019} Depois de ter a saída rejeitada ontem na imigração do Uruguai (não leu o diário, clique aqui então), dormimos um sono estranho e acordamos às 8h.

A noite foi boa aqui no posto, na primeira noite assim na campervan. Pouco barulho e temperatura agradável. O que fez a diferença foi a sensação de “não devíamos mais estar aqui” por causa de ontem.

Se você prefere ler, continue o post. Se prefere vídeo, o vlog você encontra abaixo, é só dar o play. Aproveita para seguir o canal 🙂

Tomamos café da manhã no carro e logo saímos para trocar os reais por pesos uruguaios. Fizemos as contas para ter o valor exato da taxa da imigração, mas esquecemos de já trocar um pouco de pesos argentinos.

Ontem passamos no check point argentino com o passaporte, mas hoje tentamos passar com o RG, mesmo sem ter o cartão de entrada do Uruguai. Seriam pessoas diferentes, do outro turno. Vai que dá certo né? Não deu.

Ao ouvir o valor da taxa, abri a carteira e fui contando o dinheiro. Quando terminei, disse com cara de surpreso: certinho, não acredito!! Como é possível?!

Depois de um tempão esperando a papelada ficar pronta, enfim passamos para a Argentina. Uhú!! Um novo país na nossa aventura!

Logo de cara, um pedágio, bem na saída da fronteira. Menos 340 pesos na carteira.

Na Argentina, de Gualeguaychú à Buenos Aires

Paramos em Gualeguaychú para abastecer já que o preço da gasolina no Uruguai é em torno de R$ 6,50 e não andamos com o tanque cheio, que é o ideal.

Entramos na Argentina super preocupados com a polícia rodoviária, que muitos dizem encrencar com motoristas brasileiros.

Outra preocupação foram os pedágios, já que estávamos quase sem nada de pesos argentinos, só alguns que sobraram de uma viagem anterior à Buenos Aires.

O segundo pedágio custou 100 pesos, e os trocadinhos acabando… O terceiro foi 60 pesos e o quarto, 35 pesos, ufa…

Chegando em Buenos Aires

Quando nos aproximamos de Buenos Aires, o trânsito ficou pesado e muito menos gentil. Todos andam rápido demais, acima da velocidade máxima.

Nossas próximas duas noites serão no Pestana Hotel Buenos Aires, um super hotel muito bem localizado.

Dormir na campervan em cidades grandes é complicado, ainda mais em uma cidade com certos problemas como Buenos Aires.

Chegamos no Pestana e a bagagem para o check-in já estava pronta ‘em casa’ rsrs.

Deixei a Ju na recepção e fui procurar um estacionamento onde a campervan coubesse, já que ela está muito alta por causa do bagageiro. Não entra em qualquer estacionamento.

Hotel Pestana

Dei uma volta no quarteirão e na esquina do hotel encontrei um sem cobertura, que custou 390 pesos por noite. Deixei lá e quando voltei, a Ju já tinha feito o check-in e estava no quarto. Que recepção eficiente heim.

Os dias em Buenos Aires são de escritório, então levamos tudo para o quarto. Ainda bem que o Pestana tem suítes, com uma sala de estar com mesa grande e sofá. Assim deu pra nos organizarmos bem (ou seja, se espalhar bem pelo quarto).

Aproveitamos para curtir o visual da sacada. À esquerda o Obelisco e quase em frente o Teatro Cólon.

Pestana Buenos Aires Argentina

Deu uma vontade danada de tomar banho de banheira, mas aí com certeza o corpo ia pesar e a gente não iria trabalhar mais. Então partiu computador!

O jantar foi um choripan e pagamos com os reais que ainda tínhamos.

Aqui presenciamos 3 vezes uma cena nada legal. Brasileiros que entram no restaurante e não se esforçam nem para falar um portunhol mal falado.

Pensam que todos são obrigados a saber português. Além disso, a gentileza e a cortesia ficaram lá no Brasil (se é que eles tinham).

De volta ao Pestana, organizamos toda a roupa suja porque amanhã é dia de levar na lavanderia. Gente, é muita roupa suja!! Todas as peças desde Santo Ângelo, RS.

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 290 km
Tempo: 3h40 dirigindo, umas 3 horas de paradas e aduana.
Tributo imigração Uruguaia: $ 2.778 pesos uruguaios (aprox. R$ 312,00)
Combustível: $47,84/litro pesos argentinos (aprox. R$ 4,78/litro)
Pedágios: $ 535 pesos argentinos (aprox. R$ 53,50)
Alimentação: $ 557,4 pesos argentinos (aprox. R$ 55,74)

Contribua para essa viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

Compartilhe
Doblò Home à venda (Doblò Motorhome - Doblò Campervan - Doblò Camper)
Douglas Sawaki

Douglas Sawaki

Formado em Turismo e Hotelaria, com experiência em vendas e marketing na área do Turismo. Paulista que aprendeu a curtir São Paulo depois que deixou de ser um cara estressado. Meio sedentário, meio esportista, se é que você me entende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *