Dia 158 a 165: Ruínas de São Miguel e dias com a família

{Terça-feira a terça-feira, 30 de julho a 06 de agosto de 2019} Nada como a casa da vó para repor as energias e as calorias, não é verdade? Durante esses dias aproveitamos para visitar as Ruínas de São Miguel e passar os dias com a família comendo algumas das delícias do sul.

Santo Ângelo na casa da Vó Cenaide

Quem está acompanhando esse viagem desde o início, lembra que passamos na casa da Vó Cenaide antes de sairmos do Brasil, né? Se não lembra, leia o diário do dia 12 de quando apresentamos a Vó Cenaide.

Ela é uma figura, tem 92 anos e tem mais energia que os netos. Cozinha, lava, limpa a casa, cuida da horta, se arruma toda, faz as unhas toda semana e adora passear.

Nesses dias que passamos com ela comemos muitas comidinhas gostosas do sul do Brasil. Como era inverno, as comidas parecem ficar mais gostosas ainda. Tinha queijo colonial, salame gaúcho, pão caseiro, cuca, polenta, mel, melado, e outras gostosuras.

E os tios também capricharam. A tia Alda fez pizza, a tia Eli fez uma mandiocada (mandioca com carne) e sagu com creme para comemorar meu aniversário atrasado, e a vó encomendou um bolo para cantar o parabéns. Tudo delícia.

Ruínas de São Miguel pizza caseira

Ruínas de São Miguel bolo de aniversário

Ah, e aprendemos a fazer pão e massa caseira com o tio Jairo.

Passamos uns dias no sítio da vó. Fazia alguns anos que já não era mais utilizado, desde quando a vó se mudou para a cidade. E a família resolveu reformar para usar aos finais de semana e feriado.

Ruínas de São Miguel sítio da família

Foi muito legal poder participar um pouquinho dessa reforma e relembrar os tempos de infância quando passava minhas férias lá.

Ruínas de São Miguel almoço família no sítio

E o Douglas colocou a mão na massa e ajudou a capinar tudo.

Ruínas de São Miguel família no sítio

Ruínas de São Miguel

As Ruínas de São Miguel ficam pertinho de Santo Ângelo, na cidade de São Miguel das Missões.

É uma cidade pequena com algumas poucas opções de restaurantes e lanchonetes ao redor das ruínas. Também com poucas opções de hospedagens, mas talvez o suficiente para atender a sua demanda de turistas atual.

Sabia que é importante viajar com seguro viagem também no Brasil? Ele tem muitos benefícios e custa muito pouco por dia. Você que é um viajante experiente não vai viajar sem seguro viagem, né. Veja aqui as opções de planos e seguradoras e com o nosso link, ganhe 5% de desconto. Se você ainda não sabe muito sobre o assunto, leia aqui Tudo sobre seguro viagem.

estrada para Ruínas de São Miguel

Pagamos R$ 14,00 cada um para entrar durante o dia. O espetáculo de som e luz a noite custa R$ 25,00 por pessoa, esse não assistimos pois já vimos da outra vez e nos disseram que não tinha mudado nada.

A redução jesuítica de São Miguel foi construída em 1687 pelos índios guaranis e os jesuítas. Nessa redução viveram aproximadamente 7.000 pessoas.

Pórtico de entrada para as Ruínas de São Miguel

Para conhecer a história você pode ler os painéis informativos, alugar um áudio guia ou contratar um guia local.

Se você optar por contratar um guia, precisa aguardar uns minutos, pois não tem guias disponíveis na hora. Eles ligam atrás dos guias cadastrados até encontrar um que esteja disponível para ir até as ruínas.

Então se programe para chegar um pouquinho mais cedo ou ligue antes para já deixar um horário combinado.

Se você não viaja de campervan, veja aqui onde ficar hospedado em São Miguel.

Ah, as ruínas fecham para almoço, então fique de olho nos horários.

No inverno funciona das 9hs às 12hs – 14hs às 18hs, de terça-feira à domingo. Durante o horário de verão das 9hs às 12hs – 14hs às 20hs. De segunda-feira abre somente a tarde.

Quanto custa entrada Ruínas de São Miguel

E o espetáculo de som e luz é às 20h30 de novembro a fevereiro. Nos outros meses é às 20h.

Lá dentro tem um museu das missões, com esculturas esculpidas em madeira. É o acervo do que sobrou das missões.

Tem também um dos sinos da torre, que fica do lado de fora do museu.

o que fazer nas Ruínas de São Miguel

E bem lá na frente estão as Ruínas de São Miguel e sua linda arquitetura nos convida a um passeio pela história do Brasil.

Tão linda que é cenário de ensaio fotográfico de formatura de universidade e colégios, gestantes, casamentos, 15 anos e assim por diante. Talvez você tenha que competir com alguns desses para tirar a sua foto.

principais atrativos das Ruínas de São Miguel

vale a pena visitar as Ruínas de São Miguel

Vale a pena visitar as Ruínas de São Miguel e se possível assistir ao espetáculo de som e luz. Mas se ficar a noite, lembre de levar um cobertor, mesmo no verão, pois faz muito frio quando o sol se põe.

o que fazer nas Ruínas de São Miguel

como visitar as Ruínas de São Miguel

Não viaja de campervan? Vá de avião e alugue um carro para explorar toda a região. Veja aqui um comparativo entre modelos de veículos e locadoras.

vale a pena ver o show de som e luz das Ruínas de São Miguel

Ruínas de São Miguel

Mudando os planos

Depois de Santo Ângelo estávamos planejando passar por vários destinos do Rio Grande do Sul onde tem o turismo de natureza, com práticas de esportes de aventura mas tivemos que mudar os planos.

Desconfiamos que estamos grávidos e não queremos arriscar. O teste de farmácia deu positivo, então vamos fazer os passeios de leve até chegar em São Paulo e confirmarmos. Temos quase certeza, estamos animados e super felizes!!

Então acompanhem as cenas dos próximos capítulos.

Números dos dias:

Distância percorrida: 200 km.
Entrada Ruínas São Miguel: R$ 30,00 (para dois)

Programe a sua viagem

Economize comprando sua passagem aérea no site do Passagens Promo.

Data de embarque confirmada, hora de reservar a sua hospedagem, nossa dica para economizar é conferir esses dois sites: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)

Nada de viajar para um lugar de altitude sem o Seguro Viagem do Seguros Promo, clique nesse link e use nosso cupom MELEVADELEVE5 e ganhe 5% de desconto.

Vai alugar carro para conhecer o norte da Argentina? Então dá uma olhada nas opções da Rentcars, você paga em reais e não tem a surpresa de quanto vai pagar quando chegar a conta do cartão de crédito e não precisa ficar rezando pra cotação do dólar não aumentar.

Não vai de carro? Então reserve um transfer do aeroporto até sua hospedagem e a volta pelo site da Viator.

E já reserve os principais passeios para não correr o risco de ficar sem vaga quando chegar lá. Os principais sites para economizar nos passeios são: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

  

 

Veja mais sobre o assunto navegando pela categoria

Julia Flores

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *