A hora da esteira de bagagem, será esse o ápice do egoísmo dos viajantes?

Esperar a mala na esteira de bagagem é um dos momentos em que nós olhamos em volta e ficamos indignados com o comportamento dos viajantes.

Não sabemos ao certo quando isso começou, se foi em 2004, quando voamos de Florianópolis para Congonhas, ou um pouco depois, lá para os lados da Ásia.

O certo é que no fim do mochilão de 2007 já tínhamos reparado nisso.

Veja aqui onde ficar em todo o mundo ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Você desembarca muito cansado querendo ir embora logo, mas se desanima, já sabendo que ainda vai demorar para sair do aeroporto, pois ainda falta “a hora da esteira de bagagem”, mais conhecida como a hora do tumulto na esteira.

É aquela hora em que os viajantes se mostram egoístas ao extremo.

A carreta de bagagem da empresa aérea ainda nem deu sinal de que vai chegar, mas as pessoas já estão amontoadas ao lado da esteira, acompanhadas, claro, de um carrinho de mala.

Algo faz essas pessoas acreditarem que, entre 200 passageiros do voo, eles serão os sortudos “primeiros a pegar a mala”.

Pense bem: 200 pessoas vezes 1 mala é igual a 200 malas. 200 pessoas vezes 2 malas é igual a 400 malas.

Compare aqui as locadoras para encontrar o melhor aluguel de carro para viajar por aí.

Por que então as pessoas acreditam que entre 400 malas, as 2 malas deles chegarão antes do que as outras à esteira? Por quê?

Por causa do egoísmo! Da pressa de ser o primeiro a ir embora.

Exagero nosso? Será mesmo? Vamos imaginar o cenário ideal e vejamos se não é plenamente possível.

O cenário ideal

Todas as pessoas esperam a bagagem à pelo menos 2 metros da esteira, com o carrinho posicionado atrás dos passageiros, não ao lado.

Se “roubarem” o carrinho, qual é o problema de pegar outro? Acreditamos que não vai traumatizar ninguém.

Quando as malas começam a passar pela esteira, a maioria das pessoas, senão todas, conseguem enxergar de longe a mala.

Pede-se licença educadamente, dá-se 3 passos em direção à esteira, pega-se a mala com espaço suficiente para tirá-la da esteira, pois as pessoas estão distantes 2 metros de lá.

Pede-se licença novamente para sair de perto da esteira e ir ao carrinho, que está atrás da multidão.

Coloca-se a mala no carrinho e “até mais aeroporto”.

Difícil? Claro que não. Possível? Óbvio que sim!

Você ainda acha um exagero nosso? Esperamos que não.

E foi pensando nisso que criamos uma campanha chamada:

Facilite a retirada da bagagem, deixe espaço na esteira

Para quem acredita que mensagens polidas, como essa acima, não fazem muito efeito, criamos outra mais irônica.

Não nos levem a mal, mas algumas vezes a conscientização precisa ser combinada com um pouco de humor para ter um efeito melhor.

Sugestões de melhorias para os aeroportos brasileiros

Facilite a retirada da bagagem, deixe espaço na esteira

Na esteira já há muitas malas, não seja mais uma!

Se você concorda, fique à vontade para compartilhar a campanha pelas redes sociais!

Escolha uma das imagens, copie e cole o link no Facebook ou no Twitter, ou compartilhe esse post.

Campanha contra o tumulto na esteira de bagagem

Na esteira de bagagem já há muitas malas, não seja mais uma!

Imagem 1 – Facilite a retirada da bagagem, deixe espaço na esteira – Clique AQUI

Imagem 2 – Na esteira já há muitas malas, não seja mais uma! – Clique AQUI

Vamos espalhar para conscientizar!

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

4 comentários em “Campanha contra o tumulto na esteira de bagagem

  1. Hey guys, acho que esse post explica justamente o verdadeiro e único motivo pelo qual eu e a Jana evitamos o despacho de bagagens. Medo de extravio? Nada! Há momentos em que você já está tão cansado que tudo o que deseja evitar é esse tipo de situação!

    1. Erik, pra falar a verdade eu tenho mais medo do extravio mesmo rsrsrs mas é porque nós não somos tão apressados e sempre esperamos a multidão pegar a bag e sair. Enquanto está cheio, nós nem procuramos muito pela nossa mala na esteira…

Deixe seu comentário