Criado em 1908 pelo governo canadense para honrar a memória dos soldados que morreram durante a batalha de 1759, o parque Plains of Abraham abriga também o Plains of Abraham Museum.

Nós os visitamos logo depois do Parliament Building, pois os dois pontos turísticos cabem certinho em uma sequência de um roteiro de walking tour por Quebec.

Antes de continuar a ler, veja nosso vídeo de Quebec e aproveita para seguir o canal 🙂

Leia aqui o nosso post com dicas do Parliament Building.

Era verão quando conhecemos o Plains of Abraham, o dia estava ensolarado e isso fazia com que aquele parque de gramado verde ficasse ainda mais bonito. Para ser perfeito, só faltou ter mais locais com árvores e sombra.

Pegadas no Plains of Abraham

A gente não resistiu à brincadeira e seguimos os passos desenhados pelo chão

Pela calçada havia pegadas pintadas e não resistimos à brincadeira, fomos seguindo até que vimos que elas apontavam para um prédio.

Olhamos de longe e vimos um chapéu gigante na entrada que chamou nossa atenção.

Entrada principal do Museu Plains of Abraham

Entrada principal do Museu Plains of Abraham

E claro que fomos até lá, né, era o Museu Plains of Abraham. O chapéu, descobrimos depois dentro do museu, também remete às batalhas que aconteceram no local.

Museu Plains of Abraham

O Museu Plains of Abraham retrata as batalhas cruciais que aconteceram bem naquele lugar, nas planícies da cidade. As exibições tentam sempre mostrar as batalhas sob quatro pontos de vista diferentes (franceses, britânicos, canadenses e ameríndios), para entender bem a história.

Logo que chegamos a recepcionista disse para corrermos para assistir a um vídeo que conta a história de Quebec City, como era antes da chegada dos europeus e como foi a colonização francesa e britânica.

Vídeo de museu parece chato né, mas esse vídeo é uma animação muito interessante. Deveríamos ter vindo aqui no primeiro dia, pois todos os outros passeios fariam mais sentido.

Escolha e reserve sua hospedagem em Montreal: Hotel ou Airbnb | Compare preços e planos e contrate o seu seguro de viagem para o Canadá.

Depois do filme continuamos visitando o museu e vimos muitos objetos, uniformes, mapas e ilustrações que o vídeo mostrou.

Plains of Abraham Museum

Plains of Abraham

Logo depois do museu nós voltamos ao Plains of Abraham e passamos a enxergar o parque de outra forma. Bem na nossa frente estava o  Battlefield Park, o lugar que foi cenário de lutas, tristezas e conquistas entre os nativos, os ingleses e os franceses.

Podíamos ‘ver’ a história acontecendo na nossa frente.

Plains of Abraham

Quem vê o parque não imagina as batalhas que aconteceram lá.

O Plains of Abraham é considerado o “pulmão” da cidade de Quebec e é sem dúvidas mais um endereço para incluir no seu roteiro de viagem na cidade.

Resolvemos continuar seguindo as pegadas pintadas no chão. De vez em quando elas paravam em um desenho de máquina fotográfica, o que indicava que o ponto era bom para tirar fotos.

As pegadas nos levaram até um coreto, com um mirante para o rio São Lourenço. Que paisagem linda. Vale a pena visitar!

Vista para o Rio São Lourenço a partir do Plains of Abraham

Vista para o Rio São Lourenço

Atividades o ano todo

O legal é que aqui no parque acontecem várias atividades ao longo do ano. Por ser uma área aberta em um morro de leve inclinação, é onde acontecem as festas e festivais da cidade no verão. Em agosto acontece o tour noturno Quebec by Lantern Lights, que é um walking tour de 1 hora e meia, à luz de lamparinas, para reviver a história dos primeiros imigrantes.

No inverno tudo fica com neve e é feita uma pista de cross-country ski com 14 km e de snowshoeing com 4 km. Uma pista de patinação no gelo é montada também. Junto com o cenário do Château Frontenac com neve, esse é mais um motivo para voltar à cidade na estação gelada.

 Leia também nossos artigos com dicas sobre onde se hospedar em Quebeconde comer em Quebec e roteiro de viagem na cidade de Quebec.

Ao lado do mirante vimos um caminho, como uma passarela que parecia circundar a Citadelle. Muitas pessoas passavam pelo local fazendo exercícios, como caminhada ou corrida, então resolvemos ir conferir.

Plains of Abraham

Área utilizada para atividades físicas

E é um caminho muito gostoso, com sombra das árvores e vista para o rio São Lourenço. Não fomos até o final, mas descobrimos que o caminho sai lá no Terraço Dufferin do Chateau Frontenac, a principal atração de Old Quebec.

Leia aqui nosso post sobre o Château Frontenac.

Vista do Château Frontenac a partir do Plains of Abraham

O ponto final da caminhada era o Chateau Frontenac

Quase Citadelle…

Nós não fomos o caminho todo pois queríamos conhecer a Citadelle, que fica bem ao lado do Plains of Abraham.

Citadelle de Quebec

Fomos até a entrada da Citadelle, mas olhando o mapa parecia ser grande. Olhamos a hora, pois logo tínhamos que partir para pegar o trem para Toronto. Infelizmente já não dava mais tempo.

Citadelle

A muralha faz com que você se sinta na Era Medieval

Para conhecer Quebec direito precisaríamos de no mínimo 3 dias inteiros. Mas enfim, valeu a experiência de qualquer forma… foi muito legal conhecer a história da cidade e a paisagem não deixou a desejar.

Passagens aéreas
saindo de

Plains of Abraham Museum

835, Avenue Wilfrid-Laurier, Niveau 0 – Québec, QC.
Diariamente, das 09h às 17h30.
A tarifa varia de acordo com o dia e a época do ano e idade, clique aqui para consultar o preço dos ingressos.

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

Deixe seu comentário