No post de hoje nós vamos contar como é voar com a Latam para o Chile, para você conhecer e poder decidir se vale a pena usar essa cia aérea em sua viagem ao país.

Nós vistamos o Chile no finalzinho de março e conhecemos dois destinos, Santiago e San Pedro de Atacama. Dessa vez não escolhemos a cia aérea. É que a Latam fez uma promoção de passagem aérea e não poderíamos deixar a oportunidade passar.

Antes de seguir a leitura, talvez você queira saber que nós escrevemos um post bem completinho (clique para ler) sobre Onde ficar em Santiago do Chile. Nele explicamos como são os melhores bairros para ficar hospedado e damos indicações dos melhores hotéis em cada bairro.

Promoção, promoção, correeeee

Em outubro, recebemos uma mensagem da Grasi do blog Tá na Minha Rota avisando que tinha passagem em promoção para Santiago do Chile e nos convidando para fazermos a viagem juntos.

A passagem estava 350 reais ida e volta, já com as taxas e bagagem despachada. Era tarde da noite e logo ligamos o computador, correndo, desesperados.

-Qual é o seu voo de ida? E o da volta? Confere os horários, confirma, está ok!

Nos poucos minutos que passaram para ligar, entrar na internet e escolher os mesmos voos, a passagem havia subido para 500 reais. Emitimos na hora por impulso, pois mesmo assim estava muito barata.

Olha as loucuras que a gente faz quando acha uma passagem em promoção. Foi um tipo de promoção que você não acredita até receber o comprovante por e-mail e conferir o localizador no site da cia aérea.

Lembre-se que é importantíssimo viajar ao Chile com seguro viagem. Compare aqui os planos de seguro viagem e ganhe 5% de desconto.

Como é voar com a Latam para o Chile

E nesses meses que se passaram até o embarque, a Latam trocou o horário da nossa passagem algumas vezes. Por isso já estávamos apreensivos se haveria mesmo o voo, na data que escolhemos.

E não era mudança de poucos minutos, era da noite para a tarde, depois da tarde para a manhã. Nas últimas semanas checávamos os horários todos os dias.

Além disso, o voo de ida tinha código LA (antiga Lan) e o de volta JJ (antiga TAM), acho que por isso só conseguimos marcar o assento de um dos trechos.

O trecho que fizemos foi São Paulo (aeroporto de Guarulhos) para Santiago (aeroporto Arturo Merino Benítez). Embarcamos às 08h de uma quinta-feira e depois de quatro horas de voo estávamos no Chile.

No trecho de volta embarcamos às 07h em Santiago (aeroporto Arturo Merino Benítez) e quatro horas depois estávamos pousando em São Paulo (aeroporto de Guarulhos).

Então, siga lendo pra saber como foi nossa experiência de voar Latam para Santiago do Chile.

Veja aqui quanto custa se hospedar em Santiago ou encontre um apartamento pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Check-in da Latam em Guarulhos e em Santiago

Na ida, chegamos no terminal 3 do aeroporto duas horas antes do embarque. Lá fomos direto para o autoatendimento, onde você mesmo faz o seu check-in nos totens e imprime o cartão de embarque.

Não conseguimos fazer o check-in no totem e apareceu um aviso para nos dirigirmos ao balcão da Latam. Pensamos que tinha algum problema com a passagem, afinal aconteceram algumas mudanças de horário. Pensamos que devia ter sido por conta do assento não marcado com antecedência.

A fila estava pequena e logo fomos atendidos por uma funcionária simpática e atenciosa. Ela explicou que por causa das mudanças do horário deu um problema no sistema, por isso não conseguimos fazer o check-in no totem. Ufa.

Então a atendente solicitou um documento com foto (para o Chile pode ser passaporte ou RG com foto atual), pediu para colocar as bagagens na esteira, pesou e identificou as malas com uma etiqueta da Latam.

Depois nos explicou onde era o embarque e qual portão deveríamos procurar.

Voo de Guarulhos para Santiago com a Latam

Tudo certo e lá fomos nós. Passamos pelo raio-x, pela imigração e fomos passear no duty free shop, ops quero dizer, tomar café da manhã.

Embarque da Latam

Logo começou o embarque e primeiro chamaram as pessoas preferenciais: gestantes, idosos, família com crianças pequenas, clientes frequentes e pessoas com dificuldades motoras.

Depois que todos embarcaram, começaram a embarcar os demais passageiros por fileiras, primeiro os do fundo do avião, depois do meio e por fim os da frente.

O embarque foi tranquilo. Atrasou um pouquinho a decolagem, mas não foi nada de mais.

Na volta não aconteceu nada fora do comum no procedimento de check-in e embarque. Aliás aconteceu sim, na ida e na volta.

Se você leu nosso post Qual é a melhor companhia aérea brasileira? você deve ter visto que nós não gostamos da Latam (antiga TAM) para voos nacionais. Isso porque eles são mestres em fazer bagunça com troca de horários e cancelamentos e parecem ter prazer em deixar os passageiros estressados (para falar o mínimo).

Acontece que, surpreendentemente, a Latam tem um serviço muito bom em voos internacionais. E isso para nós foi fora do comum.

Como são os assentos da classe econômica da Latam

Bom, vamos agora falar do voo em si. No trecho de São Paulo-Santiago-São Paulo a configuração dos assentos é 3-4-3, ou seja, três assentos de um lado, corredor, quatro assentos no meio, corredor e mais três assentos do outro lado.

Os assentos eram bons, com 17″ de largura, mais ou menos 43 cm. Eles tem estofamento confortável, em uma espessura boa para um voo consideravelmente curto de quatro horas.

Como são os assentos do voo da Latam para o Chile

O pitch (distância entre um ponto do assento até o mesmo ponto do assento da frente) é de 32″, ou seja, quase 81 centímetros.

O espaço dos assentos da econômica da Latam são bons para quem mede até 1,80m. O encosto de cabeça tem altura regulável e dobra nas laterais, o que é bom para não ficar com a cabeça caindo para o lado.

Compare aqui as locadoras para encontrar o melhor aluguel de carro para viajar pelo Chile.

Qual lado do avião é melhor para ver a Cordilheira dos Andes

Se você pesquisar qual é o melhor lado do avião para ver a Cordilheira dos Andes, você vai chegar a um impasse. Alguns dizem que o lado esquerdo do avião é melhor, pois a vista da cordilheira dura muito tempo.

Outros dizem que o lado direito do avião é melhor, pois é possível ver o Aconcágua, a montanha mais alta fora da Ásia.

Quando nós viajamos, nós não sabíamos desse detalhe do Aconcágua, então viajamos do lado esquerdo na ida e do lado direito na volta.

Qual lado do avião é melhor para ver a Cordilheira dos Andes

Para tirar essa dúvida, arrisco afirmar que o melhor lado do avião para viajar ao Chile e ver a Cordilheira dos Andes é… Qualquer um, desde que você viaje do mesmo lado na ida e na volta. Assim, você terá as duas vistas da cordilheira.

Ah, só toma cuidado para não ficar em cima da asa, né. E se o voo for noturno, aí meu amigo, você vai ter que tomar uma difícil decisão.

Uma coisa é certa. De qualquer lado você vai apreciar a Cordilheira dos Andes, que é a maior cadeia de montanhas do mundo, com 8.000 km de extensão.

Serviço de bordo da Latam

O serviço de bordo da Latam deixou a desejar. Durante o voo foi servido como café da manhã um misto quente, algumas frutas e suco.

Tudo bem que o voo é curto e foi café da manhã, mas não tivemos opções de escolha. Só havia um tipo de sanduíche quente. Na verdade tinha escolha: tomar o café ou não.

Como são as refeições do voo da Latam para o Chile

Vimos no site que estão mudando o cardápio para voos com mais de 3,5 horas, e esperamos que melhore mesmo. Por isso, caso você tenha que seguir uma dieta especial com algum tipo de restrição, lembre de solicitar sua refeição especial até 24 horas antes do embarque.

Além disso, as nossas mesinhas estavam inclinadas e muito baixas, encostavam na perna e a bandeja de comida escorregava. O comissário deu a dica de usar a revista de bordo como apoio pra bandeja não deslizar…

Entretenimento

Para quem não costuma dormir durante o voo, a Latam oferece algumas opções de entretenimento em uma tela de TV individual, com opção de legenda em português.

Tem bastante opções de filmes, seriados, músicas e jogos. Tem jogos, mas não tem controle remoto para jogar, apenas tela touch screen, que por sinal era um pouco lenta para responder aos comandos. Deu raiva em alguns momentos.

Outra opção é revista de bordo “Vamos” da Latam, caso você prefira ler. E também tem conexão USB, se preferir jogar ou assistir seus próprios vídeos no seu celular.

Amenities

Recebemos travesseiro, cobertor e fone de ouvido da Latam para usar durante o voo, mas não recebemos kit de amenities na classe econômica. Ainda bem que sempre levamos uma necessaire a bordo.

Então fica a nossa sugestão para preparar o seu próprio kit. Inclua tapa-olhos, tampão de ouvidos, colírio, creme hidratante, escova e pasta de dente, protetor labial, meia e chinelo de pano. Às vezes os fones de ouvido das cias aéreas são desconfortáveis, então vale a pena levar o seu.

Dicas para tornar seu voo ainda mais agradável

Sempre leve seu próprio kit de amenities, mesmo em um voo curto de quatro horas como esse, pois pode fazer toda diferença.

Outra coisa importantíssima. Se você tem preferência por algum assento ou quer ver as Cordilheiras dos Andes por um lado específico, marque seu assento com antecedência pelo site. Ou tente, porque nós não conseguimos marcas em um dos trechos.

Como é voar com a Latam para o Chile - De Guarulhos a Santiago

Quanto a alimentação, se você tem alguma alergia ou dieta especial, faça o pedido antecipadamente no site da Latam.

Evite pegar voos muito cedo ou muito tarde, assim você aproveita melhor o destino e não fica tão cansado(a).

Lembre-se que é importantíssimo viajar ao Chile com seguro viagem. Compare aqui os planos de seguro viagem e ganhe 5% de desconto.

Vale a pena voar com a Latam para Santiago?

Sim, vale a pena voar com a Latam para o Chile, especialmente se você conseguir uma promoção de passagem aérea. Tirando a parte do serviço de bordo, o voo foi muito bom. A simpatia dos funcionários foi uma boa surpresa (considerando o padrão Latam dos voos nacionais).

Na volta levamos um susto, pois uma das malas chegou sem cadeado em Guarulhos. Abrimos na hora a mala para ver se faltava alguma coisa e percebemos que uma necessaire estava aberta. Como deixamos na mala só os acessóriose objetos de pouco valor, não levaram nada. Então, aproveitando, #FicaADica sempre leve objetos de valor na bolsa de mão.

E essa foi a nossa experiência e agora você sabe como é voar com a Latam para o Chile. Se ficou com alguma dúvida, pergunte aqui nos comentários.

Mais sobre Santiago, Atacama e o projeto De Leve na Rota no blog Tá na Minha Rota. Siga também a tag #delevenarota no Instagram.

Para salvar no Pinterest 🙂

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

Deixe seu comentário