Doblò Home à venda (Doblò Motorhome - Doblò Campervan - Doblò Camper)

Dia 110 – Termas de Cacheuta: um dia dos namorados diferente

{Quarta-feira, 12 de junho de 2019} Hoje é dia de termas para comemorar o dia dos namorados!! Como é um dia especial, passamos o dia no Hotel & Spa Termas de Cacheuta para ter um dia tranquilo e relaxante.

Termas, spa e comida campeira? Nada mal hein?

Estrada para Termas de Cacheuta

Para chegar nas Termas de Cacheuta saindo de Mendoza, são dois caminhos. Um é pela Ruta 82 e outra pela Ruta 7.

Na dúvida de qual é o caminho mais bonito até as Termas de Cacheuta, fomos por uma rodovia e voltamos pela outra. E valeu a pena ver as paisagens diferentes do caminho.

É obrigatório ter seguro viagem para a Argentina? Não, não é. Mas sabia que se você não tiver, vai gastar milhares de reais se precisar de internação? Veja aqui as opções de planos e seguradoras e com o nosso link, ganhe 5% de desconto.

De Mendoza a Termas de Cacheuta pela Ruta 7

O começo do caminho é de frente para a Cordilheira do Andes, pois é pela rodovia que vai de Mendoza à Santiago do Chile. A distância de Mendoza a Santiago é de 363 km, pela Ruta 7 (Argentina) e Rutas 60, 57 e 5 (Chile).

Rodovia entre Mendoza e Santiago - Ruta 7

Na ida passamos pelo Camino del Perilago que é lindo, com lagos e montanhas ao redor. Sem Falar dos mirantes para fazer uma paradinha e aproveitar a vista.

Camino del Perilago, Mendoza, Argentina

Outra parada para foto foi no Dique Potrerillos, que é belíssimo.

É impressionante, em todos os lugares fazemos amigos caninos rsrs Olha esse que quis aparecer nas fotos.

Dique Potrerillos

Dá para conhecer as Termas de Cacheuta com carro alugado! Veja aqui um comparativo entre modelos de veículos e locadoras.

Ponte pênsil de Caucheta

Quase chegando nas termas vimos essa ponte pênsil e não resistimos. Apesar do medo que o balanço da ponte dá, foi divertido dar uma voltinha nela.

Ponte pensil caucheta

Hotel e Spa Termas de Caucheta

Chegamos ao Hotel & Spa Termas de Caucheta já encantados com o caminho. Será que o lugar seria também tão legal assim?

Estacionamos o carro e nos dirigimos à recepção onde pegamos nossas pulseirinhas de Full Day Use.

Quem não está hospedado no hotel pode usar as termas, só não pode circular por algumas áreas exclusivas.

Essa pulseirinha nos deu direito a aproveitar toda a estrutura de piscinas termais do hotel, o banho de lama na área das piscinas, incluiu as toalhas e também um almoço.

Mas tem outros serviços que você pode contratar a parte, como o roupão de banho, tratamentos com massagens e terapias com lama.

Nós acrescentamos os roupões, pois o dia estava frio e para sair das piscinas é uma boa opção.

Termas de Cacheuta

E também massagem relaxante que foi umas delícia. Afinal, era dia dos namorados né.

Pena que 30 minutos de massagem passam voando.

Termas de Cacheuta

Tomamos um banho de lama para cuidar da pele rsrs.

Primeiro cobrimos o corpo com a lama e depois fomos para frente de um aquecedor para secar. Mas estava tão frio e o aquecedor era tão pequeno para tantas pessoas que não esperei terminar de secar e fui logo para o chuveiro tirar a lama e entrar nas águas termais.

Termas de Cacheuta

O almoço é uma delícia. Com comidas muito parecidas com as brasileiras. Sabe aquela comida de interior?

Termas de Cacheuta

Tava gostoso, mas tão gostoso que deixou esses dois viajantes assim, com uma preguiça boa depois do almoço.

Termas de Cacheuta

Pelo menos o Douglas conseguiu tirar a foto antes de deitar pra tirar um cochilo.

Ficamos o dia todo aproveitando as piscinas quentinhas e essa paisagem linda do Andes e do rio Mendoza.

Termas de Cacheuta

Saímos das termas lá pelas 17 horas.

Que moleza no corpo que deu para voltar. Foi difícil sair dessa água gostosa.

O corpo estava bem relaxado e pronto para continuar a viagem de carro pela América do Sul.

Mas o dia dos namorados ainda não acabou. A noite teve um jantar super especial.

Para encontrar e reservar seus passeios com antecedência, confira aqui.

Bistrô M Park Hyatt

Como vocês bem já sabem, nós gostamos de comer bem. E comer bem, para nós, pode ser um super cachorro quente, ou um menu de seis pratos preparado pelo chef Pablo Gamboa no Bistrô M do Hotel Park Hyatt.

Comer bem é aquela comida preparada com carinho, que tem sabor e te faz lembrar de algo bom que você já viveu.

Bistrô M do Hotel Park Hyatt

E assim foi esse jantar com harmonização de vinhos. A cada prato uma explosão de sabores e memórias.

Não podemos deixar de falar do atendimento que foi incrível. Uma dica pra você que vai a Mendoza, faça sua reserva no Bistrô M.

Bistrô M do Hotel Park Hyatt

Todos os anos eles tem um evento chamado Masters of Food & Wine (MF&W). Esse ano o tema foi “Tango, de Argentina a Japón” com a participação de nove chefs renomados, incluindo o brasileiro Kazuo Harada.

O evento busca retratar esse intercambio cultural que a gastronomia nos proporciona. No evento foi apresentada essa fusão do Japão e da Argentina.

Se você não quer ficar de fora do próximo MF&W, segue o perfil do Park Hyatt de Mendoza no instagram (@parkhyattmendoza).

O roteiro foi feito sob medida para nós pela FlyArt , uma agência especializada em Argentina, com décadas de existência, que está começando suas operações no Brasil. E o Turismo de Mendoza também nos apoiou, com informações sobre as atrações da província.

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 109 km
Tempo: 9 horas
Aluguel de roupões: $ 160 pesos argentinos (aprox. R$ 16,00)
Almoço: estava incluído no day use das termas, mas com as bebidas a parte, que custaram $ 100 pesos argentinos (aprox. R$ 10,00)
Massagens de 30 minutos: $ 1400 pesos argentinos (aprox. R$ 140,00)
Jantar: Cortesia do Turismo de Mendoza. O estacionamento custou $ 150 pesos argentinos (aprox R$ 15,00)

Programe a sua viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

  

Compartilhe
Doblò Home à venda (Doblò Motorhome - Doblò Campervan - Doblò Camper)
Douglas e Julia

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

2 comentários em “Dia 110 – Termas de Cacheuta: um dia dos namorados diferente

  • Avatar
    02/10/2019 em 10:06
    Permalink

    Adorei esse lugar! Com certeza todo mundo que vai pra Mendoza tem que conhecer as termas de cacheuta! Lindo demais

    Resposta
    • Douglas Sawaki
      02/10/2019 em 10:48
      Permalink

      Nós adoramos também. Em breve vamos publicas as dcias de Mendoza

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *