Dia 144: San Ignácio, rumo as Missões Paraguaias

{Terça-feira, 16 de julho de 2019} Antes de sair de Asunción rumo a San Ignácio, paramos em um supermercado para comprar algumas coisinhas e encontramos pastel frito de carne.

A expectativa era baixa, afinal estávamos em outro país. Mas para nossa surpresa estava igual ao pastel do Brasil, com carne moída e ovo cozido. Foi exatamente aquele pastel. Que saudade que estávamos de comer pastel.

Pagamos 3.000 guaranies por 2 pastéis, o que deu menos de R$ 1,00 cada.

Saímos de Asunción lá pelas 10h30 em direção a San Ignácio. Já era hora de começar a conhecer as Missões Paraguaias.

A estrada entre Asunción e San Ignácio

De Asunción a San Ignácio percorremos o trajeto pela Ruta 1. Foram em torno de 250 km rodados no primeiro dia.

Logo que saímos da capital nos deparamos com muito verde, floresta a perder de vista. A distância entre cidades não é muito grande e a Ruta 1 passa no meio da maioria dessas cidades.

Passamos por barreiras policiais e não fomos parados. Fomos alertados diversas vezes para tomar cuidado com a polícia paraguaia, mas talvez os problemas sejam mais na fronteira com o Brasil.

Em vários trechos encontramos barracas de comidas caseiras, verduras, legumes e frutas a venda na beira da estrada. Assim como também vendedores de produtos como bolas de futebol, redes de balanço e decoração de barro.

O asfalto é bom, não é lá uma maravilha, tem alguns remendos, mas nada que comprometa a viagem. Só precisa ter um pouco de atenção na estrada.

Nesse trecho passamos por dois pedágios de 5.000 guaranies cada.

E é comum encontrar pelo caminho lanchonetes que vendem chipa, um salgado tipico do Paraguai que lembra pão de queijo.

Almoço

Paramos no meio do caminho para almoçar. O almoço foi sanduíche de pão tipo francês e milanesas, que aprendemos a fazer na Argentina. Os ingredientes nós compramos no mercado em Asunción e a milanesa nós fritamo ainda no Airbnb.

San Ignácio

Chegamos em San Ignácio lá pelas 15h30. Como ainda tínhamos um bom tempo antes do sol se pôr, fomos conferir uma das principais atrações da cidade, Tañarandy.

Se você não viaja de campervan, veja aqui onde ficar hospedado em Asunción.

Tañarandy

Seguimos pelo GPS, pois não encontramos placas na cidade indicando os atrativos e nem o posto de informações turísticas.

No caminho o asfalto virou paralelepípedo, depois o paralelepípedo virou estrada de terra vermelha. Chegamos no lugar e achamos estranho, não tinha nenhuma placa. Fomos entrando estrada estreita a dentro até chegar em uma casa.

Lá perguntamos sobre Tañarandy e fomos informados que na verdade é um evento que acontece durante a semana santa, mas depois disso não tem nenhum museu ou local onde podemos conhecer um pouca da história.

Só o que vimos foi isso aí em cima…

Capilla Santa Cruz de Tañarandy

Seguimos para o próximo atrativo de San Ignácio, a Capilla Santa Cruz de Tañarandy, que fica a pouco mais de 1km de onde acontece o evento de Tañarandy.

Nesse trajeto percebemos que na frente de cada casa tinha uma placa com o nome da família e o desenho da pessoa exercendo a profissão ou alguma atividade. Achamos bem interessante e diferente.

A capela parecia fechada, mas vimos uma moça saindo com algumas crianças. Perguntamos se poderíamos entrar para conhecer e ela disse que sim.

A Capilla é bem pequena e simples quando olhamos por fora, mas dentro nos surpreendeu com teto e suas paredes todas pintadas e bem colorido. É linda demais e com certeza vale a pena passar para conhecer.

Capilla Santa Cruz de Tañarandy

Ela não fica aberta o ano todo, mas é só perguntar nas casas vizinhas que eles informam quem pode abrir a Capilla para você conhecer. As pessoas por ali são bem simpáticas e prestativas.

Não viaja de campervan? Vá de avião e alugue um carro para explorar toda a região. Veja aqui um comparativo entre modelos de veículos e locadoras.

Museu Diocesano de San Ignácio Guazú

Ainda estava dia, então fomos conhecer o Museu de San Ignácio Guazú.

Foi aqui que se estabeleceu a primeira Missão Jesuítica do Paraguai, em 1677.

Museu Diocesano de San Ignácio Guazú

Pudemos observar a construção original da diocese, onde os jesuítas moraram, catequizaram e desenvolveram seus trabalhos manuais como as estátuas de anjos e santos em madeira.

Museu Diocesano de San Ignácio Guazú

É um lugar que foi preparado para mostrar a arte das reduções jesuítas entre os séculos XVII e XVII, mas ainda hoje abriga um monastério que recebe pessoas interessadas em meditar. Ali também acontecem cursos de artes para a população local.

É obrigatório ter seguro viagem para viajar pro Paraguai? Não é, mas já pensou se você precisa de atendimento médico lá? Você que é um viajante experiente não vai viajar sem seguro viagem, né. Veja aqui as opções de planos e seguradoras e com o nosso link, ganhe 5% de desconto. Se você ainda não sabe muito sobre o assunto, leia aqui Tudo sobre seguro viagem.

Museu Diocesano de San Ignácio Guazú

Noite em San Ignácio

Conseguimos visitar os pontos principais da cidade em poucas horas, mas quando saímos do museu já estava escurecendo e não achamos nenhum camping ou lugar mais estruturado para passar a noite.

Então olhando no GPS vimos que tinha um posto de combustível que ficava na saída da cidade, então seguimos para lá.

Amanhã nosso destino é San Cosme y Damián. Continue acompanhando que a viagem continua.

Números do dia:

Distância percorrida: 250 km.
Alimentação: $ 45.800 guarani paraguaio (aprox. R$ 30,00)
Gasolina: $ 200.000 guarani paraguaio (aprox. R$ 126,00)
Entrada Museu: $ 20.000 guarani paraguaio (aprox. R$ 12,00)
Pedágios: $ 10.000 guarani paraguaio (aprox. R$ 6,00)

Programe a sua viagem

Economize comprando sua passagem aérea no site do Passagens Promo.

Data de embarque confirmada, hora de reservar a sua hospedagem, nossa dica para economizar é conferir esses dois sites: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)

Nada de viajar para um lugar de altitude sem o Seguro Viagem do Seguros Promo, clique nesse link e use nosso cupom MELEVADELEVE5 e ganhe 5% de desconto.

Vai alugar carro para conhecer o norte da Argentina? Então dá uma olhada nas opções da Rentcars, você paga em reais e não tem a surpresa de quanto vai pagar quando chegar a conta do cartão de crédito e não precisa ficar rezando pra cotação do dólar não aumentar.

Não vai de carro? Então reserve um transfer do aeroporto até sua hospedagem e a volta pelo site da Viator.

E já reserve os principais passeios para não correr o risco de ficar sem vaga quando chegar lá. Os principais sites para economizar nos passeios são: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

  

Veja mais sobre o assunto navegando pela categoria

Julia Flores

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *