A cidade de Gramado tem diversas atrações onde muito dinheiro foi investido, porém um dos lugares mais agradáveis se destaca justamente pela simplicidade. Também buscamos isso nas viagens.

Estamos falando da Praça das Etnias, que é uma homenagem às três culturas responsáveis pela colonização de Gramado: italiana, alemã e portuguesa. Lá o coração bate em outro ritmo, entrando em compasso com o modo de vida do interior do Rio Grande do Sul.

Escolha e reserve sua hospedagem em Gramado: Hotel ou Airbnb | Compare as locadoras e alugue seu carro para ir de Porto Alegre à Gramado.

A Praça das Etnias fica ao lado da rodoviária da cidade e dá para ir a pé desde a Rua Coberta. Sempre que vamos a Gramado nós passamos lá.

Quer saber o motivo? Bem, na verdade são 8 motivos para visitar a Praça das Etnias.

1- Tem um jardim muito bem cuidado

O mesmo cuidado que a cidade de Gramado tem com a jardinagem urbana se estende à Praça das Etnias. Entre os caminhos de pedriscos e os bancos vemos flores de muitas cores, sempre trocadas a cada estação. É um ambiente muito agradável para tomar sol e ver a vida acontecer.

2- Fica enfeitada no Natal

Para quem ainda não sabe, a cidade toda fica enfeitada no período de Natal, e esse período é chamado de Natal Luz. A Praça também recebe enfeites lindos, trazendo o espírito natalino e embelezando a vista.

8 motivos para visitar a Praça das Etnias em Gramado

3- Tem biscoitos, cucas caseiras e muitas outras comidinhas

148 colonos da Associação de Fornos de Gramado se revezam para utilizar os fornos cedidos pela prefeitura, para produzir delícias coloniais como cucas, pães, biscoitos e apfelstrudel. Além de agraciar nosso paladar, a iniciativa também estimula o agronegócio.

Gastronomia local na Praça das Etnias em Gramado

Quartas, sextas, sábados e domingos, das 6h às 20h30

Leia também: Onde ficar em Gramado, Roteiro de viagem em Gramado e Onde comer em Gramado gastando pouco.

4- Tem a Casa do Colono e mais comidas

Depois de comprar os pães e biscoitos, é só ir na Casa do Colono e escolher tudo o que vai completar a comilança: geleias, linguiças, vinhos, conservas, queijos, doce de leite, mel, frutas, temperos, enfim, vocês entenderam, né?

produtos coloniais na Praça das Etnias em Gramado

A Casa do Colono encanta também pela arquitetura alemã, que remete a colonização da cidade. Os produtos são produzidos no interior da cidade.

8 motivos para visitar a Praça das Etnias em Gramado

Diariamente, das 9h às 12h e das 13h30min às 18h

5- É ponto de partida dos passeios de agroturismo

A origem da cidade tem base na cultura do campo e hoje existem passeios que levam os visitantes a conhecer paisagens bucólicas, cenários encantadores, vales, riachos, campos…

Além das paisagens exuberantes, é possível conhecer os hábitos e costumes dos imigrantes e, é claro, saborear mesas fartas.

Principais passeios na Praça das Etnias em Gramado

Os passeios pelo interior de Gramado começam na Praça das Etnias. Nós já fizemos um deles, chamado Tour O Quatrilho (sim, faz referência ao filme, pois foi gravado lá).

6- Tem uma Feira Orgânica

Em outra bela edificação da praça acontece a Feira Orgânica, onde os colonos vendem verduras, legumes, frutas, geleias, mel, doces, compotas, vinhos, sucos, temperos, massas e pães, todos feitos sem agrotóxicos nem fertilizantes químicos.

Aos sábados, das 7h às 12h.

Leia também: Snowland – neve o ano inteiro em Gramado, De Ferrari em Gramado – Super Carros e 4 lugares em Gramado para realizar sonhos.

7- Tem uma feirinha de artesanato

No mesmo local da Feira Orgânica acontece a Feira de Artesanato, com artigos produzidos também pelos moradores do interior de Gramado.

A maioria das peças são de decoração ou utensílios para a casa feitos de vime, madeira, crochê, etc.

8- Tem as casas alemã, italiana e portuguesa

As três casas trazem a arquitetura típica de seus países para homenagear os colonizadores da região de Gramado (e da Serra Gaúcha).

Cultura na Praça das Etnias em Gramado

E aí, ficou com vontade de visitar? Conte pra nós!

Praça das Etnias

Avenida Borges de Medeiros – Praça das Etnias (entre a rua Torta e a rodoviária) – Gramado/RS
Todos os dias
Gratuito

Para planejar o seu roteiro em Gramado, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Gramado. Os passeios, as atividades imperdíveis e os transfers você encontra aqui.

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

Deixe seu comentário