A Pinacoteca do Estado de São Paulo é mais um dos lugares que você precisa conhecer em São Paulo. Está na lista do que ver e fazer na cidade, que sempre indicamos quando algum amigo ou parente fica aqui em casa.

Você pode até estar dizendo “Ah, mas eu não gosto de museu”, então é mais um motivo para você visitar a Pinacoteca.

Esse lugar é incrivelmente didático, você aprende muito e começa a ver a arte com outros olhos.

Veja aqui onde se hospedar em São Paulo. Aqui você pode comparar as locadoras para alugar de carro em 10x.

Vem comigo que vou te contar mais sobre isso.

O que é a Pinacoteca afinal?

Existem pinacotecas em várias cidades do mundo e resumidamente é um museu de coleção de pinturas ou de artes visuais.

A Pinacoteca do Estado de São Paulo é considerada o museu de arte mais antigo da cidade, fundado pelo Governo do Estado em 1905, e o mais importante do Brasil.

Passagens aéreas
saindo de

Com ênfase em exposições temporárias e de longa duração de obras brasileiras ou relacionadas a nossa cultura, hoje é administrado pela APAC (Associação Pinacoteca Arte e Cultura).

Porém não tem só o intuito de expor essas artes, mas também de difundir o conhecimento aos seus visitantes.

A fachada do local já é um convite para entrar e conhecer. Sua arquitetura é encantadora.

Como foi a nossa experiência na Pinacoteca

Eu e meus primos ganhamos os ingressos quando fizemos o citytour com o Circular Turismo SP.

Estávamos indo almoçar e conhecer o Bom Retiro, bairro conhecido por ter várias lojas de roupas, quando ao sair do metrô avistamos a Pinacoteca.

Deixamos as bolsas e mochilas no guarda-volume (gratuito), já que não é permitido entrar com elas. Somente é permitido entrar com celular, máquinas fotográficas, documentos e dinheiro. Você terá ainda que passar por um raio-x, pois o museu tem todo um sistema de segurança.

Leia também: O que fazer no bairro da Liberdade | Mendigo gringo em São Paulo é golpe? | Roteiro de viagem em São Paulo | Museu da Língua Portuguesa | Bike tour gratuito em São Paulo

Pegamos o áudio-guia que também é gratuito, é só precisa deixar um documento como garantia de devolução dos equipamentos.

Recomendo o uso do áudio-guia, pois com ele você entenderá melhor as exposições e a própria Pinacoteca.

Então começamos o passeio, seguimos as orientações do áudio-guia, que começa ali mesmo na entrada.

É uma verdadeira viagem pela história e cultura do Brasil.

Visite com calma

Cada um de nós foi no seu tempo ouvindo as explicações e aprendendo um pouco mais sobre a pintura brasileira.

Uma das explicações que eu gostei muito foi sobre a questão da utilização de tons e sombras para dar profundidade na imagem.

Apesar de eu não entender muito sobre pinturas, também está relacionado de certa forma com a fotografia, que é algo que eu gosto muito.

Outras curiosidades também vão sendo narradas, sobre o material utilizado para pintar as telas, como eram preparadas as tintas, como era retratada a imagem do Brasil, os fatos históricos, entre outros tantos detalhes.

Tinha também uma exposição que você pode tocar as peças, uma bela experiência para quem tem deficiência visual.

O museu tem um trabalho de inclusão social muito bacana que você pode conhecer no próprio site da Pinacoteca.

Ah, a Pinacoteca é acessível para cadeirantes também 🙂

Além das exposições de quadros, eles tem um trabalho muito interessante de restauração que fica no piso térreo. Aqui é possível entender todo o processo  e o quão trabalhoso é recuperar um quadro.

pinacoteca

Levamos em torno de 1h30 para ver todo o museu. Por isso recomendo que você vá visitar com tempo, assim você poderá realmente conhecer a Pinacoteca.

Sente-se em um dos bancos e observe a arquitetura do lugar. Faça uma pausa para o café. A Pinacoteca é um passeio para curtir o lugar, vale muito a pena.

Pinacoteca de São Paulo

Quando: Quarta à Segunda.
Horário: 10h às 17h30 (com permanência até 18h)
Local: Praça da Luz, 2 – São Paulo-SP, Brasil
Como chegar:
De metrô: Estação de metrô e trem Luz (linhas Azul, Amarela e CTPM)
De ônibus: Confira o site da SPtrans.
De carro ou bicicleta: Estacionamento gratuito.
Ingressos: R$ 6,00 (inteiro), R$ 3,00 (estudante) e grátis aos sábados. Não pagam visitantes até 10 anos e a partir de 60 anos. 
Classificação etária: Livre
Mais informações: visite o site www.pinacoteca.org.br ou ligue 11-3324-1000

Para planejar o seu roteiro em São Paulo, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde ficar em São Paulo.

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

Deixe seu comentário