Um dos lugares mais encantadores de Foz do Iguaçu com certeza é o Parque das Aves.

Dá para afirmar com certeza que está na lista das 5 melhores coisas para ver e fazer em Foz do Iguaçu, junto, claro, dos pontos turísticos mais conhecidos como as Cataratas do Iguaçu e a Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Não gosta de visitar lugares que tem animais presos? Espera um pouco, continue lendo.

Você tem razão de não gostar, nós também não gostamos. Já visitamos lugares que nos deixaram tristes e arrependidos. Mas, deixa eu te contar o que é esse Parque das Aves. Tenho certeza que você vai querer visitar quando for para Foz do Iguaçu.

Parque das Aves

Veja aqui onde se hospedar em Foz do Iguaçu. Aqui você pode comparar as locadoras para alugar de carro em 10x.

O que é o Parque das Aves?

Primeiro de tudo: não é um zoológico. Os animais não são retirados da natureza para serem colocados lá.

O Parque das Aves é um centro de conservação da natureza e um santuário para recuperação da vida silvestre.

É uma instituição privada, que foi inaugurada em outubro de 1994 por Dennis (sul africano) e Anna Croukamp (alemã).

Quando a família mudou-se da Namíbia para o Brasil, um amigo fez a sugestão de criar parque de crocodilos, mas Dennis tinha paixão mesmo pelas aves. Então ele decidiu unir a paixão com a recuperação de animais feridos.

Hoje, das aves que estão no parque, metade foi resgatada pelo Ibama por maus tratos ou do tráfico de animais e a outra metade nasceu ali.

Como o parque conta com estrutura de hospital para as aves com uma equipe de veterinários e biólogos, a maioria dos animais são libertados na natureza, após a recuperação.

Mas uma boa parte, infelizmente, não consegue se recuperar o suficiente para retornar à natureza, então ganham abrigo no parque, em meio a Mata Atlântica.

Parque das Aves

O parque também é um centro de referência em reprodução de espécies em risco de extinção. Para isso são criadas condições com o mínimo de intervenção dos profissionais que ali trabalham, e os filhotes são criados pelos pais.

É ou não é um trabalho super bacana? Dá para perceber o cuidado com esses animais e a forma como são prestativos ao atender os visitantes.

Parque das Aves

Como chegar no Parque das Aves

Para chegar no parque, resolvemos pegar um ônibus circular, saindo do terminal de ônibus que fica próximo ao hotel Nadai Confort Hotel & Spa. O ônibus levou uns 35 minutos para chegar no Parque das Aves e de carro leva uns 15 minutos.

Parque das Aves

Se você não tiver pressa e/ou estiver a fim de economizar, vale a pena, o ônibus não estava cheio. Tem uma parada de ônibus bem na frente do parque, então é super fácil.

Nossa experiência no Parque das Aves

Entramos e o tempo estava meio para chuva, úmido e nublado. E eu torcendo para não chover e atrapalhar o passeio.

O mapa que recebemos ajudou a entender o lugar, mas não precisa se preocupar, o lugar é muito bem sinalizado, tem fácil acesso para cadeirantes, tem guarda-parques (funcionários) por toda parte.

E é só seguir a “trilha”, um caminho que não é de terra, é de concreto.

Parque das Aves

A cada espaço que visitamos tivemos uma experiência diferente.

É uma interessante oportunidade de nos aproximarmos dos pássaros, ver como são seus hábitos e principalmente observar a beleza deles.

Mesmo que alguns estejam machucados, devido aos maus tratos que sofreram antes de chegar ali, é perceptível o quão felizes estão. São tão curiosos quanto nós, se aproximam e ficam observando enquanto nós fazemos o mesmo.

Parque das Aves

No percurso você vai encontrar três viveiros de imersão e um borboletário.

E uma super estrutura com abrigos, banheiros, tem até um café no meio do caminho para fazer aquela parada estratégica e aproveitar um pouco mais.

Leia também: Roteiro de viagem em Foz do Iguaçu | Como é a visita à Usina de Itaipu | Vale a pena fazer o city tour de Foz do Iguaçu? | Onde comer em Foz do Iguaçu | Visita às Cataratas do Iguaçu

Foto com arara, pode ou não pode?

Ao final do passeio você pode tirar foto com uma arara ou jiboia para levar de recordação. Ficamos preocupados se isso não estressaria os animais, pois a fila de pessoas esperando pela foto estava enorme.

Fomos perguntar para um dos guarda-parques como funcionava, se os animais não ficavam estressados com aquela atividade.

E nos foi explicado que eles ficam lá para a foto por um determinado tempo, alguns minutos, que não lembro exatamente quanto agora. Se o guarda-parque percebe alguma reação dos bichinhos ele troca e o deixa descansando.

Parque das Aves

O nosso parecia muito tranquilo e até fez pose para a câmera. Depois fomos tomar um café e ficamos observando de longe e realmente eles tinham esse cuidado de revezar as araras para as fotos.

E no final, fomos fazer algumas comprinhas na loja 😛

Escolhemos nossa afilhada para tomar conta desse flamingo fofinho. A coruja acabou voltando para a prateleira 🙁 Compramos também um lápis decorado para nosso sobrinho e duas capas de chuva.

como chegar no parque das aves

Os valores arrecadados com produtos vendidos, são revertidos para a manutenção do parque e de seus projetos de proteção ao meio-ambiente.

Curiosidades do Parque das Aves:

  • São mais de 1000 animais
  • Cerca de 150 espécies diferentes
  • Mais de 500.000 visitantes por ano
  • 16,5 hectares de Mata Atlântica
  • Maior viveiro de Araras da América do Sul
  • Maior plantel de Jacutinga
  • Maior colônia de Ararajubas

Na nossa opinião faltou apenas alguma atividade de introdução no parque, como já vimos em outros lugares.

Seria interessante se antes de inciar o passeio tivesse uma apresentação em vídeo, de no máximo uns 10 minutos, contando a história do parque, como ele funciona e os projetos desenvolvidos.

Assim tornaria o passeio ainda mais interessante e a conexão seria ainda mais forte.

Parque das Aves

Onde: Av. das Cataratas, KM 17.1 – Foz do Iguaçu/PR – ao lado do Parque Nacional das Cataratas
Quando: Todos os dias
Horário: 8:30 às 17:00
Como chegar:
De ônibus: Linha 120 (Centro – Pq. Nacional). Passagem R$ 3,20. Desembarque em frente ao parque.
De carro: Coloque o endereço acima no GPS ou siga as placas em direção as Cataratas do Iguaçu. Estacionamento gratuito.
Ingressos: R$ 36,00 por pessoa. Estudantes brasileiros e maiores de 60 anos R$ 18,00. Moradores de Foz R$ 6,00.
Restaurante: Refeições, saladas e porções de R$ 8,00 a R$ 38,00. Lanches de R$ 6,00 a R$ 25,00. Bebidas de R$ 2,00 a R$ 22,00. Sobremesas de R$ 9,00 a R$ 19,00.
Classificação etária: Livre

Para planejar o seu roteiro em Foz do Iguaçu, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Foz do Iguaçu.

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

2 comentários em “Parque das Aves, Foz do Iguaçu

Deixe seu comentário