O que fazer em Cusco? Vem comigo que eu vou explicar um pouco dessa cidade de tirar o fôlego, literalmente.

Cusco foi a capital do antigo império Inca e é a porta de entrada do Vale Sagrado. Muitos visitantes apenas a usam como passagem com direção a Machu Picchu (assim como eu fiz), mas a mistura de civilização pré-colombiana com toque colonial espanhol merece alguns dias da sua vida. E sua vida merece alguns dias de Cusco!

Antes de falar sobre o roteiro na cidade, queria te falar outra coisa. Fizemos um post bem completo explicando onde é melhor se hospedar em Cusco. É um post com dicas de como escolher a melhor região para ficar na cidade e também indicação dos melhores hotéis de Cusco em cada categoria de hotel. Então, passa lá porque o post vai ajudar bastante a planejar a viagem ao Peru.

Bom voltando ao roteiro em Cusco, vou contar no post o que eu fiz e o que pretendo fazer com calma na próxima vez. Quando eu voltar com a Jú com certeza o ritmo será outro, pois é uma cidade ideal para o slow travel.

Após uma rápida passagem por Lima, que contei nesse post aqui, embarquei para Cusco. Uma hora e vinte minutos de voo e pronto, toda a realidade se alterou de forma abrupta.

A cidade te deixa sem fôlego! Primeiro, pela beleza em si. É um clichê, eu sei. Segundo, pela altitude de 3.400 metros, que faz o ar ter menos oxigênio.

Passagens aéreas
saindo de

Onde comer em Cusco

Antes de começar a falar sobre o que fazer em Cusco, vou começar falando onde comer na cidade, porque é melhor conhecer a cidade depois de provar a deliciosa gastronomia peruana.

Depois do check-in no hotel Belmond Palacio Nazarenas (hotel incrível que contarei em outro post), descansei bem pouco e já saí para almoçar no restaurante Inka Grill, localizado na rua Portal de Panes, na Plaza de Armas.

Inka Grill

Escolhi de entrada o creme de vegetais da estação e como prato principal o típico Ají de Gallina.

De sobremesa foi uma salada de frutas, que ajuda na aclimatação por ser natural.

E provei também a famosa Inka Cola e a tradicional bebida chicha morada, feita a base de milho de cor roxa. Vale a pena provar!

O que fazer em Cusco

Plaza de Armas

Passei um tempinho na Plaza de Armas, onde se encontra a esplendorosa Catedral, a mais importante construção da cidade.

Dizem que é a igreja mais impressionante das Américas. Ela abriga 400 pinturas coloniais e incríveis peças de ouro e prata.

Pouco tempo depois, bem menos do que eu gostaria, começou o city tour da LimaTours (empresa que tem ótimos roteiros em todo o Peru).

O rápido passeio por Cusco teve início a pé, bem devagar para aclimatar o corpo à nova altitude. Falta oxigênio, sobra dor de cabeça e a respiração fica ofegante. Por isso, tudo deve ser feito a passo de lhama preguiçosa. Chá de coca ajuda.

City tour em Cusco

Caminhei por algumas ruas estreitas, com muros feitos com as técnicas construtivas da civilização Inca.

Observando por uma estreita passagem em um muro, vi uma espaçosa área interna, como um pátio, com algumas lhamas andando bem devagarinho.

Uma cena inspiradora, que por instantes me fez esquecer a terrível dor de cabeça do efeito da altitude.

Qoricancha

Um pouco mais abaixo, cheguei a Qoricancha, também conhecido como Templo do Sol.

Foi construído por Inca Pachacutec como local de adoração ao sol, lá nos idos do século XV.

Na época do Império Inca Qoricancha foi o principal templo e o mais rico da cidade. As paredes era cobertas com filetes de ouro.

Mas aí vieram os espanhóis no século XVI, levaram todo o ouro do templo e o destruíram para usar a base para construir no local o Convento de Santo Domingo.

A sensação lá foi intensa, enquanto via os maciços muros incas entre a arquitetura colonial, fiquei imaginando a dominação imposta pelos exploradores espanhóis aos incas.

Ah, teve um terremoto uma vez, em que a estrutura inca ficou em pé e as construções espanholas desabaram. Toma essa Espanha 😛

Saqsaywamán

Saindo do vale, subindo uma das montanhas ao norte, cheguei a Saqsaywamán, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Saqsaywamán é uma cidadela murada que já existia antes da chegada dos Incas e que claramente foi a inspiração para a técnica construtiva deles: pedras cortadas detalhadamente para se encaixar e não necessitar de nenhum tipo de cimento.

Bairro de San Blas

Voltando para o vale, tive tempo livre para caminhar pela cidade antes do jantar. Caminhei pelo bairro de San Blas, que tem ruas bem estreitas e mostra uma cidade mais crua.

Pude perceber como seria incrível poder passar um ou dois dia a mais na cidade, justamente para ficar observando o cotidiano.

As lojinhas são uma bela imersão cultural onde se encontram souvenires que mostram os ofícios e a arte cusquenha.

roteiro de viagem em cusco

Como o cansaço era imenso, decidi jantar rapidinho em uma pizzaria e voltar logo para o hotel, pois lá o quarto recebe oxigenação especial para ajudar a aclimatação.

Meu roteiro de viagem em Cusco

Meu dia foi muito bom, deu para ter uma ideia de como é a cidade e do que ver e fazer em Cusco. Porém, se eu estivesse com a Jú e mais ninguém, a viagem seria diferente.

passeios em cusco

Eis o que estaria no meu roteiro de passeio em Cusco:

  • Passaria o dia todo sentado num banco da Plaza de Armas, sem hora para ir embora, principalmente para aclimatar à altitude.
  • Caminharia bem mais devagar pelo bairro San Blas.
  • Visitaria o Museu Inka, o Centro Artesanal e o Mercado Central de San Pedro, pois não tive tempo.
  • Iria ao Arco de Santa Ana no fim da tarde para ver o sol se por de lá.
  • Faria um tour guiado pelo circuito de ruínas que inclui Q’enqo, Puka Pukara e Tambomachay.

A Jú está aqui do lado, enquanto eu escrevo esse post, dizendo: Tô anotando tudo viu… 🙂

Pode anotar isso também, Jú: quando a gente for junto, você vai perder o fôlego!

Para planejar o seu roteiro no Peru, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde ficar em Cusco. Lembre-se que é muito importante viajar ao Peru com seguro viagem. Aqui você encontra comparação de todos os seguros viagem, com 5% de desconto.

que fazer em Cusco

Para salvar no Pinterest 😉

Posts relacionados

Douglas Sawaki

Formado em Turismo e Hotelaria, com experiência em vendas e marketing na área do Turismo. Paulista que aprendeu a curtir São Paulo depois que deixou de ser um cara estressado. Meio sedentário, meio esportista, se é que você me entende.

4 comentários em “O que fazer em Cusco? Algumas das principais atrações e um roteiro básico

  1. Infelizmente não pude conhecer bem Cusco, pois tinha sido roubado em Lima e tive que ficar resolvendo problemas com documentação e cartoes, etc… Mas mesmo assim adorei! Preciso voltar logo! Excelente post! Me encheu de saudades!

  2. Olá, minha primeira viagem internacional será para o Peru. Gostaria de saber se vocês contrataram empresas aqui no Brazil ou planejaram tudo e já na cidade contrataram guias. Obrigada!

    1. Oi Victoria!! Que legal, vai começar bem hein! Todos os passeios em Lima, Cusco e o trekking no Salkantay forma feitos pela Lima Tours (https://www.limatours.com.pe/) que é ótima!! Mas eles não vendem diretamente ao turista aqui no Brasil, então você precisa comprar de alguma agência ou operadora brasileira. Procure uma de sua preferência e peça pelos serviços da Lima Tours 🙂 Você não vai se arrepender. BOA VIAGEM!!

Deixe seu comentário