{Sábado, 30 de março de 2019} Hoje o frio pegou a gente. Pela manhã fez 7ºC em Río Gallegos, Argentina. Quer saber como fo o dia de atravessando a fronteira Argentina e Chile e o famoso Estreito de Magalhães? Então cola na gente e leia o post até o final. Depois lembra de deixar um comentário 😉

Tomamos nosso café da manhã dentro da campervan e nos preparamos para pegar a estrada.

Ruta 3 Argentina

Seguimos pela Ruta 3 rumo ao sul, antes da fronteira com o Chile, paramos para conhecer a Laguna Azul, que foi umas das dicas do centro de informações turísticas de Río Gallegos.

Laguna Azul

A Laguna Azul fica a uns 60 km ao sul de Río Gallegos. Tem um pequeno desvio na estrada e um trecho de estrada de pedra, mas é tranquilo.

Quando chegamos não havia mais ninguém, tínhamos a laguna só para nós.

Laguna Azul

Ela fica dentro de uma cratera, então vimos ela lá de cima.

Laguna Azul

Essa é uma reserva geológica e a visita é gratuita. Essa paisagem se formou por conta das erupções vulcânicas, glaciações, erosões, ventos e marés.

Laguna Azul

A sua profundidade é estimada em 55 metros, mas alguns afirmam que não é exato, pois ainda não encontraram o fundo dela.

Atravessando fronteira Argentina-Chile

Essa é a nossa terceira fronteira da viagem. Passamos pela imigração argentina para registrar nossa saída do país. Precisamos apresentar os passaportes, carteira de motorista e documento do carro. Foi até tranquilo.

Na imigração chilena foi mais demorado. Estacionamos o carro e fomos fazer o procedimento, primeiro apresentamos os documentos pessoais, passaporte, e recebemos um papel que devemos manter até a saída do Chile.

Depois passamos por outro balcão para checarem o documento do carro e a carteira de motorista.

E por útlimo a checagem da vigilância sanitária. Falamos que tínhamos mel e alface, que estão na lista de proibidos do Chile.

Separamos os dois para entregar na checagem do carro. Veio um cara mau humorado. Acho que eu também estaria se tivesse que ficar ali fora no frio e com ventos fortes. Ele pediu o documento que recebemos da aduana, pediu o mel e a alface. Entregamos. E depois pediu para ver atrás do carro.

Ele entrou e deu uma olhada por cima das coisas, mexeu algumas de lugar. As minhas ele colocou de volta e as do Douglas deixou largada mesmo. Daí disse que poderíamos seguir.

Balsa Estreito de Magalhães

Andamos por 45 km até chegarmos no famoso Estreito de Magalhães.

Aqui é o último pedacinho de terra do continente, depois que atravessarmos estaremos em uma ilha e quase chegando em Ushuaia.

Esperamos por alguns minutos e o ferry chegou, frio na barriga.

Pagamos $ 1.300,00 pesos argentinos (aprox. R$ 130,00), eles aceitam pesos argentinos aqui nesse pedacinho do Chile. São 4,5km que duraram uns 30 minutos de travessia.

Estreito de Magalhães

Estreito de Magalhães

Estreito de Magalhães

Cerro Sombrero

Agora estamos oficialmente na Ilha Grande da Terra do Fogo (Tierra del Fuego).

O tempo abriu e o céu estava azul, apesar de algumas nuvens, mas já estava tarde para continuarmos viagem, então vamos dormir no Chile, em Cerro Sombrero.

Cerro Sombrero é uma cidade bem pequena que tem uma parada para os viajantes com banheiros e chuveiro quentinho gratuitos. Além de um posto de informações turísticas com várias dicas sobre a região. Tem sinal wifi também.

Encontramos aqui uma kombi de uma brasileira e um argentino, viajando com a filhinha.

Cerro Sombrero

Hora de arrumar a casinha, tirar do modo carro e montar no modo sala de jantar e depois quarto de dormir.

Amanhã tem mais um trecho ainda antes do grande dia, quando vamos chegar no Ushuaia.

Continue acompanhando essa saga. Vem com a gente!!!

Quer saber mais sobre essa viagem? Confira esse post aqui melevadeleve.com/viagem-de-carro-pela-america-do-sul

Números do dia:

Distância percorrida: 168 km.
Tempo: 2h30 horas dirigindo, mais umas 4 horas de paradas e aduanas.
Combustível: $ 33,53 pesos argentinos (aprox. R$ 3,35) em Río Gallegos.
Balsa: $ 1.300 pesos argentinos (aprox. R$ 130,00)

Contribua para essa viagem

Está gostando da nossa viagem de carro pela América do Sul? Então use nossos links para reservar as suas viagens. O valor não muda para você e a comissão que ganhamos é bem pequena, o preço de um cafezinho que você toma enquanto está lendo e se divertindo com o diário da viagem e as nossas dicas.

Hospedagem: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)
Seguro Viagem: Seguros Promo (com 5% de desconto)
Passagens Aéreas: Passagens Promo
Aluguel de carro: Rentcars
Transfers: Viator
Passeios: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide
Chip de celular para internet móvel e telefone: My Sim Travel
Transferência online de dinheiro para o exterior: Transfer Wise

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

 

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe seu comentário