Essa é uma daquelas fotos que, apesar de não ter ficado perfeita do ponto de vista técnico, gostamos muito. O que nos faz gostar dela é o momento eternizado, por causa da situação em que foi feita.

Estávamos em Siem Reap, cidade onde se localizam os templos de Angkor Wat.

Depois de visitar praticamente todos os templos do complexo de Angkor Wat, percebemos que apesar de ser um atrativo religiosos e cheio de cultura agregada, nossa visita estava sendo basicamente para ver as construções.

Era um turismo arquitetônico e faltava o lado cultural.

Veja aqui onde ficar em Siem Reap ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Decidimos ir um pouco além do alcance dos turistas. Em Bali, já tínhamos percebido na prática como isso pode proporcionar novas perspectivas.

Caminhamos então em direção de onde vinham os cambojanos. E depois de andar apenas 5 minutos chegamos em uma pequena vila.

O Camboja como ele é

Percebemos logo que a economia da vila era baseada na agricultura. Vimos também que a religiosidade era forte, pois havia um pequeno templo.

Em volta da vila havia um grande espaço de grama e mais longe começava um bosque.

Andamos pelo gramado e vimos que o caminho principal da vila tinha uns 20 metros de largura, com casas dos dois lados.

Em uma das casas presenciamos essa cena. Um monge purificando uma família.

De longe, um morador que estava ao lado deles consentiu a fotografia e sem tempo para ajustes na câmera, tiramos rapidamente para não perder a cena.

A decisão de não ajustar a câmera foi a certa, pois duas enxaguadas depois a purificação terminou e por muita sorte não perdemos a fotografia.

Como é visitar Angkor Wat

Para planejar o seu roteiro no Camboja, leia os outros posts aqui e para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Siem Reap. Os passeios, as atividades imperdíveis em Siem Reap e os transfers você encontra aqui.

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

2 comentários em “História da foto – O Camboja como ele é: Siem Reap

    1. Taryanna, muito obrigado pelo comentário! Primeira vez que alguém comenta sobre ser sensível nas viagens, acho que nem tínhamos notado que isso é uma característica nossa. Valeu!!

      Estamos acompanhando o seu instagram também!!

Deixe seu comentário