Gramado, dia 1 (02 de janeiro de 2013)

De Balneário Camboriú à Torres

Partimos de carro de Balneário Camboriú-SC para Gramado-RS às 6:30, para não pegar os engarrafamentos da BR-101 entre Balneário Camboriú e Florianópolis.

A ideia era chegar o quanto antes no trecho de pista simples ao sul da cidade de Palhoça, que esperávamos já estar duplicada. Como não há muitas informações na internet, não sabíamos quanto tempo demoraria no trecho sul de Santa Catarina.

A surpresa foi boa, há pouquíssimos trechos ainda não duplicados e justamente nestes trechos pegamos engarrafamento, nas entradas de Imbituba (1 hora para percorrer 6 km) e Laguna (mais 1 hora praticamente parado).

Em Santa Catarina há pedágios de R$ 1,50 em Porto Belo (Km 159) e Palhoça (Km 220).

Veja aqui
Opções de hotéis em Gramado | Opções de Airbnb (ganhe crédito de R$100,00).

Praia Grande

O plano era sair da BR-101 e seguir pela SC-450, pela cidade de Praia Grande para passar pelos cânions, mas por uma falha de planejamento, falta de atenção mesmo, não vimos se a estrada era toda asfaltada.

Logo que chegamos à cidade procuramos um posto de informação turística, mas estava fechado.

Então seguimos o caminho e depois de passar o centro de Praia Grande já começa a subida dos cânions.

Alguns quilômetros à frente o asfalto termina e começa a estrada de terra e cascalho.

Meia volta volver, vimos um carro que estava vindo dos cânions com duas bicicletas na traseira e perguntamos sobre as condições da estrada. Elas disseram que eram mais de 40 km sem asfalto montanha acima.

Veja aqui
Comparação de locadoras para encontrar o melhor aluguel de carro para viajar em Gramado.

Resolvemos voltar para a BR-101 e seguir viagem em direção a Torres e subir a Serra Gaúcha mais adiante. Perdemos nesse desvio de 40 e poucos quilômetros e quase uma hora.

O Centro de Praia Grande é muito simpático, mas não encontramos nenhum restaurante em plena quarta-feira.

Paramos então para almoçar na primeira parada depois do início da Lagoa Itapeva.

O restaurante serve comida simples e tem a opção de buffet por quilo (R$ 29,90) ou buffet livre (R$ 20,00).

Continuamos pela BR-101 até a cidade de Terra de Areia onde pegamos a RS-486 até a cidade de Tainhas e depois seguimos pela RS-020 para subir a Serra Gaúcha.

 

A Serra Gaúcha

A paisagem da serra gaúcha é estonteante, é possível ver o cânion ficando cada vez mais profundo conforme vamos subindo a serra.

Para quem esta subindo a serra, no lado direito há um restaurante com um mirante para uma vista privilegiada, onde ao longe, lá embaixo, é possível ver um rio que mais parece um filete de água.

Como chegar em Gramado

Cânion no caminho da Serra Gaúcha

Percorrendo o olhar paredão verde, avistamos uma cachoeira que parece inacessível.

Depois de recompor as energias vendo aquele visual incrível pegamos a estrada novamente, faltavam uns 100 km para chegar.

O nosso GPS ficou perdido, ainda bem que sempre fazemos nosso próprio mapa e a maioria das rodovias tem placas indicando o caminho.

A chegada a Gramado

O último pedágio antes de Canela custa R$ 7,90. Chegando nesta cidade, já começamos a sentir o clima da Serra Gaúcha, ruas com decoração natalina, casas típicas de arquitetura européia.

Roteiro em Gramado e Canela

Paisagem urbana de Gramado

Passamos direto pelo centro da cidade e 7 km depois chegamos a Gramado.

Se a primeira impressão é a que fica, Gramado foi perfeitamente planejada para fixar na memória uma beleza de deixar os visitantes de queixo caído.

Mal chegamos e a cidade já se tornou em nossa opinião a cidade mais bonita do Brasil.

Isso que ainda nem passeamos por ela, só cruzamos o centro em direção ao nosso hotel, Recanto Alpino.

Recanto Alpino

O Hotel Pousada Recanto Alpino é simples, mas muito charmoso.

Onde ficar hospedado em Gramado

Hotel Pousada Recanto Alpino

Escolhemos este hotel porque entre os hotéis da rede Candeias (da qual somos associados) era o único com disponibilidade.

O quarto é para cinco pessoas, uma cama de casal, uma de solteiro e um beliche, e tem disponível ventilador e calefação. A diária para quatro pessoas custou R$ 227,00.

O Douglas cochilou enquanto esperávamos a Dona Vera (minha mãe) e o Sr. Valdir, e eu fiquei tentando achar um sinal da TIM (eita TIM…) para mandar uma mensagem ou ligar para saber se eles estavam chegando.

A noite em Gramado

Logo eles chegaram e lá pelas 19:30 saímos para jantar. Como o hotel fica um pouco longe do centro (3 km), é preciso usar o carro para se locomover.

Alguns restaurantes tem o serviço de transfer, em que eles te buscam no hotel e levam de volta, mas nesse caso você já tem que saber em qual restaurante pretende jantar.

Na Rua São Pedro estão os restaurantes mais em conta e escolhemos o Lanches Águia, mais pela simpatia do senhor que estava na porta nos convidando para entrar.

Apesar de ser verão, a primeira noite foi bem fria, fez 12ºC, por isso escolhemos jantar uma sopa de Capeletti.

A lanchonete é bem ambientada e possibilita um jantar que não compromete o orçamento.

A sopa serve quatro pessoas e custou R$ 40,90, os lanches custam entre R$ 10,00 e R$ 20,00. Depois do jantar voltamos para o hotel para descansar da viagem.

Para planejar o seu roteiro em Gramado, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Gramado. Os passeios, as atividades imperdíveis e os transfers você encontra aqui.

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

20 comentários em “Gramado – Diário de Viagem – dia 1

    1. Karla, Pois é, estava frio mesmo mas um friozinho é bom quando a gente está de blusa né 🙂
      e agora que você falou, ficamos com saudade de novo… A saudade estava quase passando 😀

      obrigado pelo comentário!

  1. Olá! Sou uma verdade amante por viagens e amei o site de vocês! Estou com uma viagem programada para setembro/2013 e gostaria que vocês colocassem mais posts sobre turismo bom e barato em Gramado.

    Parabéns ao casal.

    1. Olá, Poliana! Muito obrigada, ficamos feliz com seu comentário.
      Se você ainda não conhece Gramado vai ficar encantada com a cidade.
      Vamos preparar mais alguns posts com dicas 😉
      Bjs, Júlia

  2. Olá! eu e minha esposa vamos fazer esse mesmo trajeto agora em maio, estava mesmo procurando informações sobre as estradas! Gostei muito do post e das dicas!

  3. O mais legal dos blogs de viagens é justamente toda essa experiência de contar como foi a viagem, os percalços no caminho e tudo mais. Um aprendizado único.

    E Gramado é muito bom, não é verdade? Conheci a cidade em novembro e dá vontade de voltar mais vezes. Abraço!

    1. Oi Thiago!! É sim, também gostamos de ler os blogs, mesmo quando não temos viagem programada. É um passatempo inspirador 🙂
      Nós adoramos Gramado!! Também queremos voltar. Obrigado por passar por aqui. Abraço

  4. Eu moro em Porto Alegre, relativamente perto de Gramado. Já visitei a cidade várias vezes e sempre que vou fico encantado. A melhor epoca para visitar a cidade é no inverno, com um pouco de sorte ainda dá pra ver alguns floco de neve.

    1. Olá mochileiro!! Ouvimos falar que no inverno também é bom. Pena que ainda não deu para ir nessa época. A cidade com neve deve ficar ainda mais bonita!! Abraço!!

  5. Em julho do ano passado(2012), saimos do oeste catariense, passando por Lages, Urubici, Sao Joaquim, Serra do Rio do Rastro, dormimos em Passo de Torres(RS), e seguimos o caminho que voces fizeram, ficamos 5 dias em Gramado e Canela e depois fomos a Porto Alegre…. foi maravilhoso os passeios. Li o roteiro de voces e foi mais ou menos isso que fizemos. Parabens e boa viagem nas suas aventuras.

  6. Boa Tarde, Gostaria de saber a situação da rota do Sol, RS-486, pois falam horrores desta estrada em alguns sites e outros falam maravilhas, vou para gramado no carnaval 2014 partindo do RJ e ainda estou decidindo se vou pela Br 116 ou pela Br 101 pegando a RS 486.

  7. Douglas e Julia, muito bom seu post, super completo e inteligente. Gostaria de deixar uma dica a quem está indo conhecer a Serra Gaúcha. Em http://www.laiguana.com.br existem ótimos restaurantes com preços super em conta para quem está com viagem marcada para Gramado, Canela ou Bento. Espero que gostem da dica! Um grande abraço e uma incrível semana a todos.

  8. Estou indo a Gramado com minha familia pela primeira vez e estou planejando cada passo e o post de vocês está muito bem redigido. Parabéns e Obrigado pelo tempo dedicado ajudou muito. Quando voltar conto como foi afinal com 2 filhos pequenos será um desafio bem legal… Abraços.

  9. Amei esse diário. Vou em janeiro/2016 pra Gramado e aqui tem ótimas dicas. Mas quando fui copiar pra imprimir, olha a minha surpresa: não copia. Gosto de imprimir pra destacar o que mais gostei. Só achei esse defeito. Abçs!!

Deixe seu comentário