Dia 80 – Pelas ruas de Hoi An

Lembram que ontem nós contamos que Hoi An é famosa por causa dos alfaiates que fazem roupas sob medida de um dia para o outro?

Então, hoje de manhã fomos a um alfaiate para fazer roupa social. Escolhemos o modelo, o tecido, a cor, os detalhes e tiramos as medidas.

Disseram para voltar às 5 da tarde para provar e fazer os ajustes.

Como acontece com todas as boas ideias, muitos querem copiar e há muitos alfaiates na cidade. Então é difícil saber quais são realmente bons… Veremos mais tarde se escolhemos certo…

Veja aqui onde ficar em Hoi An ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Roteiro em Hoi An Vietna

Tran Family Chapel

Visitamos a capela da família Tran, que foi construída em 1802 em estilo chinês, vietnamita e japonês.

Nessa capela, as mulheres entravam pela porta da esquerda e os homens pela direita, mas hoje, com a ‘igualdade’ entre os sexos, todos entram pela mesma porta.

Principais atrativos de Hoi An

No altar estão caixas de madeira que contém a biografia dos ancestrais.

No aniversário da morte, a caixa é aberta, incenso são queimados e comidas são oferecidas em memória do falecido.

O que ver e fazer em Hoi An

Japanese Covered Bridge

Depois visitamos a Japanese Covered Bridge, uma ponte construída por japoneses em meados de 1590 para ligar a comunidade japonesa a comunidade chinesa do outro lado do rio.

Principais atrativos de Hoi An

Entramos pelos fundos de uma loja e vimos deficientes físicos fazendo artesanatos com extrema habilidade.

A loja emprega 25 pessoas especiais e proporciona a elas independência, dignidade e integração a sociedade.

Trabalhos sociais e voluntários em Hoi An Vietna

Belíssima iniciativa!!! Nos parece que no Vietnã eles se preocupam muito com estas pessoas…

Pelas ruas da cidade existem muitas lojas de lembranças para turistas. Entramos em uma para ver camisetas, mas o vendedor não estava lá. Ficamos esperando.

Onde fazer compras em Hoi An

Uns minutos depois chegaram uns turistas, pararam para ver as camisetas e, pela cara que eles fizeram, se a Jú não estivesse comigo, eles iam me confundir com um vietnamita e iam me perguntar o preço das camisetas hahaha.

Calçados sob medida

Voltamos a loja que faz calçados sob medida para negociar o preço. A mulher dava berros toda vez que a Jú fazia uma oferta.

Depois ela pegava a bochecha da Ju e dizia: Aumentaaaa. A Ju dizia: Ahhhh, descooooonto…

Eu fui filmando tudo e a mulher queria me bater brincando quando eu dava risada das duas negociando.

Depois de meia hora de uma bem humorada negociação, a Jú não conseguiu o preço que queria e fomos embora.

Andamos um pouco pelo mercado e logo veio a vendedora atrás da gente.

Dong vai, Dong vem e a Jú conseguiu um bom preço. Depois escolheu as cores e tirou as medidas.

Amanhã voltaremos para pegar o tênis, vamos ver…

Salões não-convencionais

Ontem pegamos o cartão de visita de uma vendedora e vimos que ela também cortava cabelo e fazia manicure e pedicure.

Perguntamos onde era o salão, pois estávamos na loja dela. Ela disse que o salão estava fechado para reforma, mas ela daria um jeito para nos atender.

Pensamos que ela nos atenderia no salão mesmo em reforma e marcamos para hoje.

Hoje voltamos lá para cortar a cabeleira. Ela foi andando na frente e falou para seguirmos.

Entrava em um salão, conversava com o dono e saía. Entrava em outro, conversava e saía.

No terceiro, nós entramos e o Douglas ficou esperando. Fui fazer a mão e o pé.

Uma outra vendedora, irmã dela, quem foi me atender. Ela abriu uma sacola plástica e pegou um alicate. Já pensei: sei não…

Ela tentou cortar e percebi que o alicate não estava afiado. Olhei bem e vi que o alicate estava todo enferrujado…
– Não, não! Pára, pára!
– Por quê?
– Corta só o cabelo dele.
– Vou lixar então.
– Não, não…
Desisti, tava na cara dela que ela nem sabia o que estava fazendo…

Depois, o Douglas desistiu de cortar o cabelo e dissemos que íamos embora.
– Por quê?
– Não vai dar tempo. Temos compromisso…

Ele parou de cortar o cabelo do menino e falou para o Douglas sentar que ele ia atender já.
Fala sério… Ia deixar o menino esperando com metade do cabelo cortado…

Os famosos alfaiates de Hoi An

Voltamos no alfaiate e provamos as roupas.

A roupa da Ju ficou certinho e o meu terno ficou um pouco justo demais no braço. Ele vai arrumar e amanhã pegaremos…

Onde comprar roupas em Hoi An

Acho que acertamos na escolha, tudo parece muito bem feito.

Música tradicional vietnamita

Depois da janta fomos assistir música típica em um restaurante. A música era muito boa, mas as danças tinham muuuuuuuito o que melhorar.

Nem é preciso entender de dança para saber… Tá na cara que é só para ganhar dinheiro dos turistas.

O que ver e fazer em Hoi An

Ninguém gostou, mas também ninguém reclamou. E nem adianta, amanhã vêm outros turistas e fica por isso mesmo…

Uma pena. Acreditamos que o Vietnã tem grandes artistas, mas é essa outra imagem que o turista levará.

Não custava nada caprichar mais. Se o espetáculo não está bom, que continuem ensaiando até ter algo bonito para mostrar…

Para planejar o seu roteiro no Vietnã, leia os outros posts aqui. E para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Hoi An. Os passeios, as atividades imperdíveis em Hoi An e os transfers você encontra aqui.

Veja mais sobre o assunto navegando pela categoria

Douglas e Julia

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

7 comentários em “Dia 80 – Pelas ruas de Hoi An

  • Avatar
    28/09/2007 em 14:32
    Permalink

    è realmente interesante esta visão e busca de integração dos deficientes…. Agora não
    entendo como o pessoal não busca melhorar por conta propria esta questão da dança e
    apresentação para os turistas…Belas fotos… Jonas Schwertner

    Resposta
  • Avatar
    28/09/2007 em 15:28
    Permalink

    Nossa Ju, tu ficou bem legal com essa roupa social….bem que eles poderiam vir para o
    brasil, fazer uns cursinhos de dança né, iriam arsar ai….rarararbeijos pra vocês..

    Resposta
  • Avatar
    28/09/2007 em 15:29
    Permalink

    Ha o comentario ai de cima é meu, me chamo Lídia sou aquela gaúcha chata que quer
    muito um postal….Lídia

    Resposta
  • Avatar
    29/09/2007 em 23:08
    Permalink

    é!! ta complicado esse negocio do cabelo do Douglas!! unhas?! 🙁 melhor esperar!!!
    Dete

    Resposta
  • Avatar
    01/10/2007 em 12:46
    Permalink

    Jonas!Nos parece que eles se preocupam com os “irmaos” deles…isso e bom!!!Essa
    apresentacao nos pareceu mais que era para ganhar o dinheiro dos turistas do que para
    mostrar a cultura deles. Entao achamos que nao se importam pois a cada dia tem novos
    turistas… Abracos!!

    Resposta
  • Avatar
    01/10/2007 em 12:48
    Permalink

    Oi Lidia!E, fiquei parecendo gente ne?!?!😀Esses que agente viu estao precisando
    mesmo…Vamos procurar uns bons, com certeza deve ter…Participa da promocao do
    cartao postal!!!BJOO

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *