O roteiro de viagem pelo Camboja chegou ao fim hoje. Foi uma jornada fascinante pelas maravilhas construídas pelo homem e também um choque de realidade que nos fez crescer como seres humanos. Hoje foi dia de atravessar a fronteira Camboja-Vietnã.

Saímos de Phnom Penh com destino à Ho Chi Minh City, no sul do Vietnã.

Saindo de Phnom Penh

Descemos cedinho para o check-out, o recepcionista somou o nosso guest book e nos deu a conta.

Será que eles anotam nossos gastos em outro caderno ou eles confiam mesmo nos hóspedes?

Veja aqui onde ficar em Phnom Penh ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Ônibus de Phnom Penh a Ho Chi Minh City

Às 6:00 da manhã pegamos o ônibus com destino ao Vietnã. Nem deu tempo de tomar café da manhã e levamos o pão para comer depois.

Atravessando a fronteira camboja vietna

O bilhete para Ho Chi Minh City custou 10 dólares e ainda ganhamos água e iogurte a bordo.

Onde comer na fronteira do camboja vietna

Ainda no Camboja, o ônibus entrou em um ferry boat para atravessarmos o grande rio Mekong.

Esse rio é muito importante para a população ribeirinha da China, Laos, Myanmar, Tailândia, Camboja e Vietnã. Ele rege muito da cultura dos moradores do seu entorno.

Viajamos mais um pouco e chegamos na fronteira. Bem mais tranquilo, limpo e organizado do que a fronteira Tailândia-Camboja.

Viaje tranquilo para o Camboja com seguro viagem internacional, ganhando 5% de desconto.

Atravessando a fronteira camboja vietna

A fronteira Camboja-Vietnã

Para entrar por terra no Vietnã é preciso tirar o visto antecipadamente, por isso o check point foi bem rápido. Já tínhamos pego o visto do Vietnã lá em Phnom Penh.

O ajudante do motorista levou todos os passaporte no guichê da imigração, passamos a bagagem no raio-x e logo voltamos para o ônibus.

Check point na fronteira do camboja e vietna

Enfim o Vietnã

Logo depois da fronteira é visível que mudamos de país.

As cidades na beira da estrada são bem mais desenvolvidas do que no Camboja. Há muito mais casas de alvenaria e bem menos de madeira.

Há muitas motos. Muitas mesmo.

A paisagem também é rural e já pudemos ver mulheres com o famoso chapéu em forma de cone.

Atravessando a fronteira do camboja e vietna de ônibus

A chegada a Ho Chi Minh foi sem o impacto de Phnom Penh. Descemos do ônibus, alguns motoristas ofereceram serviço, agradecemos e fomos a pé até o guest house que escolhemos pelo guia.

Escolhendo hotel em Ho Chi Minh City

Antes a gente passava mais tempo escolhendo o hotel, olhando quarto por quarto, com as pesadas mochilas nas costas, até achar um bom.

Agora estamos mais preguiçosos, paramos no primeiro mais ou menos bom, largamos tudo e descansamos.

Depois, passeando pelas ruas, se por acaso encontramos algum lugar melhor, pensamos se trocamos de acomodação ou não.

Nos acomodamos, tomamos banho e descansamos por algumas horas, saindo para almoçar lá pras 4 da tarde.

Comemos noodle chinês com legumes por 1 dólar cada em um restaurante bom, pertinho do hotel.

onde comer em Ho Chi Minh no vietna

Esse restaurante faz parte de um guest house. Perguntamos o preço, vimos o quarto e decidimos trocar amanhã e ficar nesse que tem café da manhã e internet incluídos por 7 dólares, enquanto que o primeiro que achamos custa 8 dólares sem nada incluído.

Voltamos ao hotel e descansamos mais um pouco. A essa altura da viagem estamos nos cansando bem mais…

Para planejar o seu roteiro no Vietnã, leia os outros posts aqui e para saber onde ficar, veja as opções de onde se hospedar em Ho Chi Minh City. Os passeios, as atividades imperdíveis em Ho Chi Minh City e os transfers você encontra aqui.

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

14 comentários em “Dia 68 – Atravessando a fronteira Camboja-Vietnã

  1. ow, que canseira. to cansado por vcs. tras uma aranha daquela pra mim?
    no capricho!força ae, falta soh a outra metade

  2. Oi Ju e Douglas, quando vcs chegarem ao Brasil vão achar falta do peso das mochilas rsrsrrs…a Julia já esta pegando um bronze rsrsrsbjsssssssssss

  3. olá, descobri hoje o blog de vocês por acaso… ele é muito legal! parabéns pela viagem!!!aproveitem o resto da viagem…um abraço

  4. oieeekd a foto das mulheres com chapeu de cone? huehueue
    julia, passa protetor heintao bronzeadossss
    ta lokoohahahahahabeijos Jack

  5. Ai no final quero ver a planilha com os custos da viagem de vocês…..
    Como passa rapido o tempo..ja fazem quase 90 dias eque estão viajando…
    abraços Jonas Schwertner

  6. oi…ja troquei a foto..ahuahua..eu sei que vc eh o de olhinhu puxado…
    postei akela so pra ilustrar um dos lugares…^^Boa viagem!

  7. Oie Jaque!As fotos das mulheres com chapeu de cone virao em breve…
    Ah, entre o protetor solar e o repelente, nos escolhemos o repelente.
    Os dois juntos nao daaaaaBjooooooo

  8. Ola Jonas.Passa rapido mesmo!!!Ainda mais agora que o cansaco esta
    aumentando.Depois vamos fazer sim uma planilha dos gastos.
    Quando a gente se encontrar, em curitiba ou santa catarina, conversamos
    a respeito…Grande abraco!!

  9. Toda viagem é preciso reservar um dia de descanso a cada 15 dias pelo menos… voces realmente estão direto…. Uma sugestão: descansem para verem beleza nos lugares que ainda falta passar…bjuxx pra vcs dois meninos!

  10. dete!Agora estamos descansando mais…Tava dificil mesmo…Estamos prontos para outra…BJOOOOOOOO

Deixe seu comentário