Dia 140 a 143 – Asunción, Paraguai de carro

{Sexta a segunda-feira, 12 a 15 de julho de 2019} Passamos a noite na cidade de Clorinda, que fica na divisa entre a Argentina e o Paraguai, mais precisamente  com a cidade de Asunción.

Dormimos no posto Shell que fica na Ruta a caminho do Paraguai. Foi uma noite um pouco barulhenta, pois a única vaga para estacionar a nossa Doblòhome era ao lado da máquina de calibrar pneu. E como o povo calibra pneu aqui, hein. Tá doido…

O café da manhã foi pão com manteiga e salaminho e o clássico cafezinho.

Itens obrigatórios para ter no carro para visitar o Paraguai

Antes de atravessarmos a fronteira perguntamos no posto quais eram os itens obrigatórios para ter no carro para visitar o Paraguai. E aí o que nos explicaram é que a polícia sempre pede um kit de primeiros socorros (pagamos +- R$ 20,00) e sábana blanca (um pano branco) utilizado em caso de morte para cobrir o corpo (pagamos +- R$ 10,00).

E recebemos a instrução de perguntar na aduana paraguaia sobre a lista de itens obrigatórios. Mesmo assim nos avisaram que escutam muito que os policiais paraguaios gostam de inventar infrações para pedir propina.

Ouvimos isso também sobre a Argentina, mas não foi verdade. Agora quanto ao Paraguai, estamos apreensivos.

Câmbio de moeda argentina para paraguaia

Procuramos na cidade de Clorinda uma casa de câmbio para trocar nosso dinheiro, mas estava difícil. Rodamos por várias ruas da cidade atrás de indicação do GPS e nada.

Então fomos até o Banco de La Nación, mas não conseguimos trocar. Não conseguimos trocar Pesos Argentinos por Guaranies. O jeito foi entrar com pesos argentinos no Paraguai.

Não viaja de campervan? Vá de avião e alugue um carro para explorar toda a região. Veja aqui um comparativo entre modelos de veículos e locadoras.

Aduana e Imigração Paraguaia

Saímos de Clorinda em direção a fronteira, que fica muito perto da cidade, uns 4 km.

Passamos por um posto da Policia Federal Argentina e nos informaram que todo tramite de saída da Argentina e entrada no Paraguai é feito do outro lado da ponte. Seguimos adiante.

Uau, ao cruzar a ponte nos deparamos com o caos. Ruas sujas, muvuca de gente e falta de organização. Confesso que deu vontade de dar meia volta e voltar para a Argentina, mas seguimos firmes.

Logo que estacionamos e saímos do carro, um cara nos abordou. Ele usava roupa social com logo que parecia do governo paraguaio. A princípio parecia que estava organizando a fila e trabalhava na imigração.

Mas depois desconfiei que ele era um ‘despachante’ que ficava ali te orientando e depois cobrava uma caixinha.

O lugar é bem bagunçado, parece uma rodoviária precária, na aparência e no movimento.

Se você não viaja de campervan, veja aqui onde ficar hospedado em Asunción.

Uma fila bagunçada para carimbar a saída da Argentina, depois outra fila para carimbar entrada do Paraguai.

Nos pediram vacina da febre amarela, que estava no outro passaporte, que trouxemos mas estava no carro. Voltamos para procurar e nessa conseguimos despistar o cara que parecia uniformizado e estava fazendo de conta que estava nos orientando.

O policial federal do Paraguai só olhou o documento e nem fez anotação nenhuma e quase esqueceu de carimbar meu passaporte.

Eu sempre checo antes de sair do guichê, e mostrei pra ele que faltava o carimbo. Ele pediu desculpa e carimbou. Então fiquem atentos, pra não ter problemas na hora de sair do país.

Depois de entrar no carro, outro policial pediu para abrir o carro atrás e só olhou por cima.

Enfim, uma zona essa entrada, mas deu tudo certo no final.

Imigração da argentina para o Paraguai

Chegada em Asunción

Seguimos viagem em direção a Asunción, que fica a uns 30km da fronteira.

Fronteira Argentina e Paraguai

No caminho tem uma ponte, a Puente Ignacio Loyola, que passa em cima do Rio Pilcomayo, que é o marco geográfico da fronteira entre os dois países.

Nessa ponte tem um pedágio que custa 5.000 guaranies para carros leves, como não tínhamos moeda guarani, nos cobraram 100 pesos argentinos. Depois descobrimos que pagamos o dobro do valor, se fosse converter. Então tá né…

Em Asunción voltamos a sentir como é viajar em cidade grande, afinal é a capital do Paraguai. Também é bem perceptível as diferenças sociais e econômicas. Vimos prédios modernos e barracos pelas ruas que passamos.

trânsito de Asuncion

Almoço

Chegamos na cidade já em busca de um banheiro. Sabe aquele aperto de fim de viagem de carro?

Nosso Airbnb ainda não estava disponível, então paramos em um posto BR. Sim, BR, Petrobrás…

E como já estava na hora do almoço e a loja de conveniência tinha uns sanduíches com uma cara muito boa, resolvemos almoçar enquanto esperávamos o contato do Airbnb para entrarmos no apartamento.

Só então descobrimos que tem uma diferença de fuso horário de 1 hora menos em relação a Argentina. Cada celular estava com uma hora diferente. Foi uma confisão.

De almoço pedimos Lomitos, pão, carne, queijo, presunto, ovo, alface e tomate. E de sobremesa peguei um sorvete de kitkat. Sou a louca do kitkat, adoro, mas esse sorvete achei bem ruim, pois a imagem parece ser de um chocolate crocante e quando mordi parecia uma bolacha encharcada de água.

Hora de conhecer nosso Airbnb onde vamos ficar hospedados pelos próximos dias em Asunción.

Onde ficar hospedado em Asunción

Nós escolhemos ficar hospedados em um Airbnb em um bairro bom de Asunción, onde pudéssemos fazer alguns passeios a pé e onde os outros atrativos que precisássemos de carro não fossem muito longe.

Escolhemos o bairro Mburucuya, um bairro nobre de Asunción, e gostamos bastante da tranquilidade do lugar e da qualidade dos restaurantes e mercados da região.

E além de ter uma cozinha equipada, wifi, cama confortável, chuveiro quente e garagem, tinha também o serviço de lavanderia incluso. Lavamos muuuita roupa.

airbnb em asuncion

onde ficar em asuncion

hospedagem em asuncion

O que fazer em Asunción

Durante os dias que ficamos na capital, fomos conhecer os seus principais atrativos. Então confere um pouquinho de cada.

Museu del Barro

Nossa primeira parada foi no Museu del Barro, que ficava pertinho de onde estávamos hospedados.

O Museu del Barro é interessante pois fala da cultura e tradições indígenas, não só do Paraguai, apesar de ser o foco principal, mas também mostra um pouco da cultura no mundo em relação ao barro, tecido e madeira que foram transformados manualmente em arte.

o que fazer em asuncion

museus em asuncion

Shopping del Sol

Esse foi um dos primeiros, se não o primeiro, shopping de Asunción. Tem várias lojas, restaurantes, lanchonetes e mercado.

Tem várias lojas internacionais como Forever 21, GAP, Pandora, Crocs, Nike, incluindo marcas brasileiras como Arezzo, Hering e Democrata. Os preços nas lojas não estavam muito diferentes dos preços no Brasil, então acabamos não comprando nada.

Por mais inesperado que pareça, em toda a viagem, foi aqui que nos sentimos mais como no Brasil

Na praça de alimentação tem poucas opções para alimentação, mas tem desde fastfood até comidas típicas do Paraguai. É claro que nós provamos algumas comidas, né.

Compramos o pastel de mandioca, massa feita com mandioca e recheio de carne, payagua, que lembra um croquete feito de mandioca e carne, e croqueta, um croquete de carne.

É obrigatório ter seguro viagem para viajar pro Paraguai? Não é, mas já pensou se você precisa de atendimento médico lá? Você que é um viajante experiente não vai viajar sem seguro viagem, né. Veja aqui as opções de planos e seguradoras e com o nosso link, ganhe 5% de desconto. Se você ainda não sabe muito sobre o assunto, leia aqui Tudo sobre seguro viagem.

Paseo la Galeria

Próximo ao Shopping del Sol está o Paseo la Galeria, um shopping moderno com muito mais opções de lojas e restaurantes. Esse nós gostamos bastante, e olha que não somos muito de visitar shopping.

Aqui encontramos lojas da Aldo, Payless, Dudalina, Samsung, Zara, Timberland, Nike, Calvin Klein, Under Armour, Aeropostale, Collci, New Balance, Mango,

E tem Cinemark, mas o preço estava bem salgadinho para o nosso orçamento.

Foi aqui que compramos o chip para celular e internet na loja da Claro. Foi bem rápido, fácil e barato, e agora temos um  pacote de dados.

compras no paraguai

Iglesia Santísima Trinidad

Um pouco mais afastado de onde estávamos hospedados, uns 3,5 km, no bairro Trinidad está a Iglesia Santísima Trinidad.

A igreja foi construída em 1854, era uma capela particular da família López, importante na história do país. Dentro ainda se vê belíssimas pinturas do período franciscano e sua arquitetura italiana. Infelizmente não pudemos visitar, pois estava fechada para reforma.

passeios em asuncion

Centro histórico de Asunción

No centro histórico visitamos o centro de turistas, o Lido Bar, a Casa de la Independencia, o Palacio del Gobierno, o Letreiro de Asunción, a Manzana de la Rivera, o café Ña Eustaquia, a feira de artesanatos da Plaza de la Libertad,

Centro de Turistas

Nossa primeira parada foi no Centro de Turistas para pegar um mapa da cidade e do país, informações importantes sobre a cultura, pontos turísticos e o que o Paraguai tinha a nos oferecer.

Confesso que fiquei bem decepcionada. A pessoa que nos atendeu não sabia muita coisa, nos deu um mapa e disse que tinham mais folhetos na bancada e uma agência na entrada do prédio.

Tentei fazer algumas perguntas sobre a gastronomia e nos mandou ir em uma padaria que tinha algumas coisas, mas não disse quais coisas.

E falou para irmos em uma feira agrícola que estava acontecendo na cidade, que era uma feira importante, pois tinham vários equipamentos novos. Oi?! Enfim, o jeito é descobrir se perdendo pela cidade.

Lido Bar

Pesquisando lugares para comer en Asunción encontramos o Lido Bar com boas avaliações. No menu encontramos pratos típicos paraguaios como Chipá- Guazú, Sopa Paraguaia, Mbiju e Pastel Mandio.

A Chipá-guazú é uma torta cremosa de milho.  A Sopa Paraguaia é um bolo, feito de milho salgado com queijo. O Mbiju lembra uma mistura de tapioca com pão de queijo. E o Pastel Mandio lembra empanada ou risólis, a massa é de mandioca (aipim/macaxeira) com recheio de carne desfiada.

Todos são bons, mas o que mais gostamos foi o Pastel de Mandio e o Mbiju.

onde comer em asuncion

comidas típicas paraguaias

Casa de la Independencia

Algumas quadras do Lido Bar encontramos a Casa de la Independencia. É a casa que serviu para realizar reuniões dos heróis da independência Paraguaia para conspirar contra a coroa espanhola e foi daqui que saiu o ataque para a independência do Paraguai.

Ali encontramos alguns objetos e mobílias da época. Tem mapas que mostram como era a geografia da região e se você quiser, pode pedir ajuda para algum funcionário lhe mostrar a casa e contar a história, ou pode andar por conta própria.

Nós fomos guiados por um funcionário e foi muito interessante escutar a história, tirar dúvidas e saber de algumas curiosidades.

atrativos de asuncion

Palacio del Gobierno

Pouco mais adiante da Casa de la Independencia está o Palacio del Gobierno. Parece um palácio mesmo, muito bonita a arquitetura e as cores rosa e amarelo lembram um pouco a Casa Rosada da Argentina.

Um jardim bem cuidado na frente, sem grades, mas muitos militares, atiradores e seguranças não permitiam que nos aproximássemos do Palácio. Poderíamos tirar foto e filmar ali da calçada apenas.

Uma pena não poder fazer visitas guiadas. Deve ser muito bonito por dentro.

atrativos do paraguai

Letreiro de Asunción

Dando a volta no Palácio, de frente para a baía está o letreiro de Asunción. Claro que fomos até lá para tirar fotos.

Bem próximo fica um carro militar que ficam de olho nos turistas que passam por ali.

letreiro de asuncion

Manzana de la Rivera

Em frente ao Palacio del Gobierno está a Manzana de la Rivera, que é um centro cultural. Aqui encontramos casas do século 18 que foram restauradas e abrigam exposições de artistas locais e aulas, com acesso gratuito.

E ainda bem uma bela vista bem de frente para o o Palacio del Goiberno.

casa del gobierno de asuncion

Hora do lanche

Hora do lanche e fomos conhecer um café que nos chamou atenção, o Ña Eustaquia.

Pedimos Chipa e Cocido. Chipa lembra um pão de queijo com erva doce, só que em formato de O e o Cocido é uma bebida feita de erva mate. A erva é moída e depois cozida, e só então ela é servida. Eu provei com leite e gostei muito. Uma bebida docinha e combina muito com a Chipa.

E no menu encontramos a opção de coxinha paraguaia. O Douglas não resistiu e pediu uma para provar. Coxinha de frango com catupiry, só que não tem formato de coxinha, tem um formato arredondado, e o sabor é muito gostoso. E para beber um Cocido só com água, puro. Viciamos no Cocido.

Vale a pena passar nesse café para provar as comidinhas gostosas que eles servem.

Feira de artesanatos

Na Plaza de la Libertad tem uma feira de artesanatos bem interessantes, com roupas, decoração, bijuterias, bolsas e outros artigos produzidos por artesãos paraguaios. Tem coisas lindas ali e vale a pena conferir.

Panteón Nacional de los Héroes

Na praça ao lado da Libertad está a Plaza de los Héroes, onde fica o Panteón Nacional de los Héroes. Bem na esquina uma arquitetura linda chama atenção.

Ao entrar no Panteón nos deparamos com homenagens aos heróis paraguaios e abaixo da cúpula, um andar abaixo do piso onde visitamos, estão os corpos de pessoas que foram importantes para o Paraguai.

Cabildo

Descendo a rua em direção a baía, encontramos o prédio do Cabildo. Um prédio restaurado e pintado na cor rosada, onde encontramos algumas exposições que contam a história do Paraguai. Foi uma visita bem interessante e é gratuita.

Entre as exposições visitamos uma da arte indígena e tradicional do Paraguai, que mostrava a vestimenta e utensílios feitos a mão.

No andar de cima uma amostra de objetos como fotos, música, vídeos, cartas, roupas, malas, documentos e outras coisas que contavam a história dos imigrantes no Paraguai.

cabildo de asuncion

principais atrativos de asuncion

onde ir em asuncion

Avenida Costanera

Um dos lugares que mais gostamos de passear na capital foi na Avenida Costanera, que contorna a Baía de Asunción, uma entrada do Rio Paraguai.

Aqui alugamos uma bicicleta de dois lugares por meia hora e curtimos o por do sol. Tem barraquinhas de comida e bebida também, além de um espaço na área para atividades.

roteiro em asuncion

Passeios em Asuncion lugares para visitar em asuncion

Restaurantes em Asunción

Como era meu aniversário, escolhemos ir em um restaurante melhorzinho, mais caprichado. Pesquisando achamos um lugar com algumas opções de restaurantes, chamado Paseo Carmelitas.

Apesar de ter várias opções boas de restaurantes, ainda demoraria em torno de 1 hora para começar a funcionar. Desistimos e resolvemos passar no mercado e cozinhar no Aibnb.

Supermercado no Paraguai

Perto do Airbnb tem o mercado Superseis, e fomos lá para ver se encontrávamos algumas comidinhas gostosas para comemorar meu aniversário.

Nos recomendaram um linguiça recheada de queijo, ótima para fazer um choripan, que é simplesmente ,pão com linguiça. E pra acompanhar anéis de cebola, ou onion rings.

Nesse mercado encontramos a opção de comprar farinha, açúcar, arroz, feijão, massa e outros grãos, a granel, como antigamente. Achamos interessante e o preço era bom.

Encontramos também produtos feitos no brasil como sorvete, pão de queijo e waffle.

O nosso pão francês encontramos no mercado com o nome de pão Felipe.

E pra completar as guloseimas de aniversário, encontramos brigadeiro e beijinho na padaria do mercado.

mercado em asuncion

Assim encerramos nossos dias em Asunción, comemorando meu aniversário. Amanhã é dia de pegar a estrada novamente.

Números do dia:

Distância percorrida: 164 km, dia 10, e 85 km, dia 11.
Alimentação: $ 435 pesos argentino (aprox. R$ 43,50)

Programe a sua viagem

Economize comprando sua passagem aérea no site do Passagens Promo.

Data de embarque confirmada, hora de reservar a sua hospedagem, nossa dica para economizar é conferir esses dois sites: Booking.com ou Airbnb (Airbnb com desconto de R$ 130,00 na primeira hospedagem e R$ 49,00 em uma experiência)

Nada de viajar para um lugar de altitude sem o Seguro Viagem do Seguros Promo, clique nesse link e use nosso cupom MELEVADELEVE5 e ganhe 5% de desconto.

Vai alugar carro para conhecer o norte da Argentina? Então dá uma olhada nas opções da Rentcars, você paga em reais e não tem a surpresa de quanto vai pagar quando chegar a conta do cartão de crédito e não precisa ficar rezando pra cotação do dólar não aumentar.

Não vai de carro? Então reserve um transfer do aeroporto até sua hospedagem e a volta pelo site da Viator.

E já reserve os principais passeios para não correr o risco de ficar sem vaga quando chegar lá. Os principais sites para economizar nos passeios são: ViatorTiqetsTourOn e Get Your Guide

Agradecimentos aos nossos apoiadores dessa viagem:

  

Veja mais sobre o assunto navegando pela categoria

Douglas e Julia

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *