Ostentação é ter o passaporte cheio de carimbos. Quem gosta de viajar já viu essa frase de efeito pelas redes sociais e deve ter curtido ou compartilhado. Eu também curti, mas vamos ser sinceros?

Ostentar é feio pra cara#*@!

Mesmo que seja viagens. Mesmo que (usando outra frase de efeito) ¨’as viagens sejam o único gasto que te deixe mais rico’. Mesmo que alguém diga que não é consumista para poder gastar em viagens. Mesmo que…

O que pode e o que não pode ser ostentado?

Essa frase diz que a ostentação do viajante é melhor do que a ostentação de quem compra um carro, uma joia ou de quem ‘agrega valor ao camarote’.

Por que é melhor?

Ostentar algo quantitativo é coisa de quem não tem conteúdo. Ostentar carimbos é ostentar poder de compra, e isso é coisa de gente vazia.

Paremos para pensar. É ridículo. E além de feio e ridículo, é chato!

Ponto de vista

“Lá vem o chato falar de novo da Tailândia” é a frase correspondente de “Lá vem a chata falar da bolsa de grife”.

Só muda o ponto de vista. A chatice é a mesma para quem não tem interesse pelo assunto do outro.

A quantidade de carimbos no passaporte não quer dizer muita coisa.

Apenas quer dizer que alguém passou mais vezes pelas imigrações por ai.

São apenas números…

Não há nada de errado em querer muitos carimbos, assim como não há nada de errado em comprar muitas coisas.

Mas que tal focar no “conteúdo” que a carimbada traz?

*Se você é o autor da frase, não leve a mal, é apenas uma reflexão. Não é nada pessoal.

Douglas Sawaki

Formado em Turismo e Hotelaria, com experiência em vendas e marketing na área do Turismo. Paulista que aprendeu a curtir São Paulo depois que deixou de ser um cara estressado. Meio sedentário, meio esportista, se é que você me entende.

PROGRAME A SUA VIAGEM AQUI

Escolha e reserve: Hotel | Airbnb

  Compare preços e planos e contrate o seu seguro de viagem

Compre antecipado e online entradas de atrativos e passeios: No Brasil | No exterior

Compare as empresas de aluguel de carros e viaje no seu tempo. Pagamento parcelado.

10 comentários em “Ostentação é ter o passaporte cheio de carimbos – uma reflexão

  1. Achei sensacional esse post…Fazia tempo que achava a maior cafonisse e ‘de mau gosto’ esse negócio de Ostentação é ter carimbos no passaporte…

    Acho que vou até linkar esse post de vocês em um artigo que estou elaborando sobre rótulos de artigos de viagens rs.

    Parabéns :*

    1. Obrigado Ana Elisa! Isso é daquelas frases de efeito que a gente dá like mas nem pensa sobre o que significa. Quando reflete, vemos que não é tão ‘curtível’ assim. Vi seu post, gostei!! Não tem caixa de comentário lá?

  2. Olá Julia e Douglas!

    Como uma apaixonada pelos temas travel blogs e cultura backpacker, eu resolvi escrever sobre eles no meu TCC, da UFF, em Niterói, RJ.

    O último capítulo do meu trabalho irá contar com uma pesquisa para mensurar a relevância dos blogs de viagem no processo decisório do mochileiro.

    Eu divulguei o link da minha pesquisa no mochileiros.com e o pessoal tem colaborado. Então pensei em passar para vocês mochileiros e entendidos do assunto, caso queiram participar também.

    Desculpe “invadir” seu espaço…

    Segue o link:

    https://docs.google.com/forms/d/1YnRdLoO27FFgIGlNeAfcPzYj_P9yFVAFNtu03EVMv_c/viewform?usp=send_form

    Muito, muito obrigada!
    Ana Paula

    PS: Adorei o post sobre ostentação até mesmo no universo das viagens.

  3. Verdade Douglas. Sempre tive aversão sobre esse tema, embora seja uma frase de efeito, acho que não condiz e não cabe em nenhum contexto. É realmente tosco. Por essas e outras eu vejo a importância dos blogs de viagem, que a meu ver, não devem fomentar coisas do tipo…

  4. Realmente, nada melhor do que viajar para depois voltar a realidade do dia a dia. Hoje tenho 31 anos e trabalho desde os 14 anos, sem nunca ter tirado férias. Resolvi fazer uma hiper viagem no ano novo e agora estou muito mais produtivo!

  5. Ter muitos carimbos no passaporte é também um sinal de que você vem de um país que gera suspeita, que precisa ser vigiado.

    Um cidadão da Síria acumula centenas de carimbos.
    Um japonês que viaje aos EUA, Europa e qualquer outro lugar civilizado não precisa de carimbo.

  6. Olá!
    Encontrei hoje o blog de vocês através do G1, e já me identifiquei neste post. Acredito que tem coisas que nâo precisamos mostrar, comprovar ou até mesmo ostentar. Nunca tinha feito essa reflexão a respeito dos carimbos, mas é isso mesmo!
    Vou acompanha-los daqui pra frente!
    Aline

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: