A maioria dos viajantes até tenta, mas viajar leve é difícil até para viajantes experientes, pois é preciso lutar bravamente contra a vontade de levar aquele item que você pensa que vai ser usado em algum dia da viagem, mas que não vai.

Seja você um dos que tentam e não conseguem viajar leve ou, seja você um dos que ainda não tentam reduzir o peso, aí vão algumas dicas que podem ser úteis.

Para viajar leve, o tamanho da mala/mochila faz diferença

Quanto menor a mala ou a mochila, melhor.

Por quê? Porque enquanto houver espaço livre, a tendência é colocar mais coisas consideradas úteis e aumentar o peso desnecessariamente.

Essa dica é especialmente válida para aqueles que ainda não compraram a mala ou a mochila ou que possuem 2 ou mais de tamanhos diferentes. Saiba bem o tamanho necessário para a sua viagem.

Nós temos 2 malas grandes, 2 médias e 1 pequena, além de 2 mochilas grandes, uma de 80l, uma de 65l, uma média de 45l, e 2 mochilas ataque de 30l. Isso nos ajuda muito a não levar mais peso do que o necessário.

Informações sobre a viagem

Antes de começar a fazer a lista, é importante saber sobre o destino da viagem.

Na época que você vai, faz calor? Faz frio? Venta muito? O clima é seco ou úmido? Precisa levar roupas técnicas (equipamentos específicos)? Onde vai se hospedar? Como vai se alimentar? Precisa levar itens de primeiros socorros ou só alguns remédios básicos? Qual será o meio de transporte na maioria das vezes?

Escolhendo o que levar na babagem

Cuidado com as listas de bagagem que você encontra na internet. Faça você mesmo uma lista com todos os itens, para todas as situações imagináveis na viagem.

Espalhe-os organizadamente pela cama para poder visualizar toda a bagagem, assim fica mais fácil perceber os excessos.

Se tiver dúvida, compare com um checklist já existente na internet (logo faremos a nossa lista básica).

Comece a tirar os itens de pouca utilidade e os repetidos para diminuir o peso.

Depois veja quais itens podem ser usados em 2 ou mais situações diferentes. Dê preferência aos itens multiuso.

Por exemplo: Pense se vale a pena carregar uma bota de caminhada extra para usar apenas alguns dias. Leve um tênis mais robusto que possa ser usado também na cidade. Pense que as blusas finas podem ser sobrepostas no frio ou usadas individualmente nos dias amenos, então, evite jaquetas muitos grossas que serão usadas poucas vezes.

Não, não vai usar

Se você olhar um item e pensar ‘pode ser que eu use algum dia’, esqueça, já pode tirá-lo da lista, pois provavelmente você não irá usá-lo. Mas seja realista nesse momento, só não aplique isso aos itens de primeiros socorros.

Lave as roupas

Quanto às roupas, lembre-se que há lavanderias por toda parte, se não tiver no hotel, é provável que tenha na vizinhança.

Então, diminua a quantidade de camisetas e prefira as calças com tecido que seca rápido.

Viajar não é desfilar moda. Se você se preocupa se vai aparecer em todas as fotos com a mesma roupa, esqueça, vai ser difícil de viajar leve.

Roupas específicas

Em viagens de mochilão ou de aventura, leve roupas técnicas, aquelas vendidas em lojas de esportes outdoor, pois elas foram desenvolvidas para ser resistentes, leves, para ocupar pouco espaço e para cumprir bem o objetivo.

Calças de tactel, fleeces, camisetas dryfit. Itens desse tipo ajudam a manter a mochila leve.

Se precisar levar toalha, opte por uma feita de tecido superfino e que tem um enorme poder de absorção. Em lojas de esporte que vendem itens de natação ou de academia é fácil de encontrar. Essas toalhas absorvem quantidade de água entre 5 a 10 vezes o peso da toalha, então uma do tamanho de uma toalha de rosto seca facilmente uma pessoa. Além disso, mesmo molhadas elas continuam absorvendo bastante e você pode guardá-las úmidas.

Amenities às vezes são desnecessários

Verifique o site do hotel, muitas vezes eles oferecem bons amenities (itens de banho e higiene).

Não se esqueça que os produtos de higiene pessoal são amplamente vendidos mundo afora, inclusive aquela sua marca preferida.

Por isso você não precisa levar shampoo e condicionador em potes grandes, nem mesmo mais de um sabonete ou mais de uma pasta de dente.

Isso ajuda muito a diminuir o peso da bagagem.

Organizando a bagagem

Para ajudar a limitar a quantidade e organizar a bagagem, utilize sacos com zíper, daqueles usados para separar a roupa na máquina de lavar.

Eles facilitam a arrumação da bagagem.

Coloque as camisetas nos sacos menores, as calças nos maiores, o calçado em outro.

Existem também sacos do tipo ziploc em que você pode tirar o ar de dentro, assim as roupas ocupam menos espaço.

No geral, essas são as dicas básicas para que a mala ou a mochila não fique muito pesada.

Com essas dicas a viagem pode começar mais leve, sobrando espaço para comprar algumas lembranças da viagem.

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

PROGRAME A SUA VIAGEM AQUI

Escolha e reserve: Hotel | Airbnb

  Compare preços e planos e contrate o seu seguro de viagem

Compre antecipado e online entradas de atrativos e passeios: No Brasil | No exterior

Compare as empresas de aluguel de carros e viaje no seu tempo. Pagamento parcelado.

Os links acima são de nossos parceiros e nós recebemos uma pequena comissão por cada venda, o que nos ajuda a manter o blog. É como se você estivesse nos 'pagando um café' pelas dicas que damos.

7 comentários em “Dicas para viajar leve

  1. Parabéns pelas dicas de vcs. Acho que é com elas, que farei minha primeira viagem, como mochileira, rsrs.
    Parabéns, pelo trabalho.

    Abs
    Tania – Floripa-SC

    1. Tânia, muito obrigado pelo comentário. Ficamos muito felizes 🙂 Para onde será seu primeiro mochilão? Conta mais…

  2. Estou com viagem marcada para maio, irei para Nova York, sozinho e como mochileiro, será minha primeira vez viajando para o exterior, e suas dicas estão sendo bastante enriquecedoras.

Deixe seu comentário