Acordamos cedo para o segundo dia da viagem Japão para Osaka e Kyoto. O roteiro hoje é muito mais histórico e religioso.

Fizemos o check-out bem cedo e fomos para Kyoto, cidade histórica do país, antiga capital imperial e Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Por esses 3 motivos, Kyoto é um dos principais pontos turísticos do Japão e é um destino obrigatório no país. Um roteiro de viagem no Japão tem que incluir a cidade!

O trem de Osaka para lá custou cerca de 350 ienes e depois de uma hora de viagem bem tranquila, chegamos, ainda bem cedo.

Veja aqui onde se hospedar em Kyoto ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Kinkaku-ji

Da estação central da cidade pegamos um ônibus coletivo até o Kinkaku-ji, conhecido como Templo de Ouro, que com certeza é o principal atrativo de Kyoto.

O templo é Zen Budista e tem esse nome porque o segundo e o terceiro pisos são cobertos por ouro. Ele é uma das 17 construções históricas de Kyoto na lista dos Patrimônios da Humanidade.

Em volta do templo há um lago que o reflete e um jardim com adornos japoneses. O jardim do templo é um exemplo clássico do estilo de jardins da Era Muromachi, que ocorreu entre os anos 1337 e 1573.

Compare aqui as locadoras para encontrar o melhor aluguel de carro para viajar por aí.

Kiyomizu-dera

Do Kinkaku-ji, pegamos outro ônibus e fomos até o Kiyomizu-dera, outro templo famoso do Japão, também patrimônio da Humanidade.

O Kiyomizu-dera é outro atrativo imperdível de Kyoto. Anote, coloque no seu roteiro 🙂

Almoçamos em um típico restaurante japonês, com tatame feito de palha de arroz, mesas baixas, sem cadeiras. Nos sentamos sobre nossos calcanhares, da forma tradicional, e pedimos o prato indicado pelo garçom: Udon. Estava uma delícia!!!

Foi muito legal ter pela primeira vez essa experiência de restaurante típico japonês.

Depois do almoço, o Roberto e a Kana voltaram para Osaka e nós seguimos adiante em nosso roteiro.

Como era dia 1º de janeiro, o templo Kiyomizu estava lotado porque os japoneses consideram muito importante a primeira reza do ano. Por isso muitos o fazem o quanto antes e a imensa maioria do povo japonês está de férias nessa data.

Passamos o primeiro portal, que dizem que deixa para trás as impurezas mundanas, para entrarmos no templo purificados. Depois, nos deparamos com os cães guardiões do templo.

Passagem aérea para o Japão
Passagens aéreas
saindo de

O Kiyomizu-dera também é um patrimônio da humanidade. Foi construído na encosta de um morro e tem uma estrutura de madeira de dezenas de metros de altura que dizem ter sido construído sem pregos. Isso mesmo, SEM PREGOS! Os 139 pilares e as 30 vigas de sustentação são encaixadas!

Um pouco abaixo da colina, a cachoeira Otowa entra em 3 canais artificiais e cai em um lago, formando 3 bicas onde pode-se purificar com a água sagrada.

É interessante ver o povo japonês exercendo a sua fé.

Do Kiyomizu-dera, andamos um pouco e pegamos o metrô. Depois, pegamos um trem e voltamos para Chiryu. Chegamos já de noite, completamente cansados.

O roteiro de viagem em Osaka e Kyoto durou apenas 2 dias, mas foi possível ver um pouco dos principais atrativos das cidades. Quem sabe um dia voltaremos para conhecer mais, né?

Para planejar sua viagem ao Japão, leia os nossos outros posts aqui. Para escolher o seu hotel, veja aqui onde ficar em Kyoto. Os passeios e as atividades imperdíveis em Kyoto e os transfers você encontra aqui.

Posts relacionados

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

Um comentário em “Viagem pelo Japão – dia 2 – Osaka e Kyoto

Deixe seu comentário