A cidade-base para visitar Machu Picchu é Aguas Calientes, também chamada de Machu Picchu Pueblo. E para chegar de Cusco a Aguas Calientes, existem diversas formas.

Eu fui da maneira mais demorada, mas também a mais encantadora.

Acho que a experiência de visitar Machu Picchu só é completa dessa forma, pois o caminho importa tanto quanto o destino final. Pelo caminho está a alma do povo andino, e muitas lições de vida.

Veja aqui quanto custa a diária de hotel em Machu Picchu e em Cusco. Aqui você pode comparar as locadoras para alugar de carro em 10x sem IOF e aqui você encontra comparação de todos os seguros viagem com 5% de desconto.

Pode acreditar, os Andes tem muito para ensinar e para encantar.

Se você está pensando que eu fiz alguma trilha nos Andes, você acertou.

Depois de uma trilha fantástica de 4 dias, na mais cênica das trilhas, a do Salkantay, cheguei na estação Hidroelectrica de onde peguei o trem para completar o trajeto. A distância entre a estação Hidroelectrica e Aguas Calientes é de 15 km.

Leia aqui como foi o trekking de 4 dias na trilha Salkantay.

Mas se trekking não faz parte do seu vocabulário, vem comigo que vou explicar algumas formas de chegar em Machu Picchu Pueblo a partir de Cusco.

Passagens aéreas saindo de

Como chegar de Cusco a Aguas Calientes sem gastar muito

Parte 1 – Transporte de Cusco até a Estação de Trem Hidroelectrica

São duas formas de chegar de Cusco até a Estação Hidroelectrica. Uma delas é pegando 1 transporte até Santa Maria e mais outro transporte de Santa Maria até a Estação Hidroelectrica. A outra maneira é pegando um transporte em Cusco direto até a Estação Hidroelectrica. Ambas são bem para quem tem tempo e pouco dinheiro. É para ter aquelas histórias para contar. Abaixo eu explico um pouco mais essas duas formas.

Veja aqui pacotes em promoção para Lima e Cusco.

Transporte público de Cusco até Santa Teresa/Hidroelectrica

É a forma mais barata e a mais trabalhosa. De Cusco até a pequena cidade de Santa Maria são 5 horas de viagem de ônibus, margeando precipícios nos zigzags das montanhas.

Esse trecho custa uns 15 soles. O ônibus sai do terminal de ônibus Santiago Esteros (Cusco), e termina na praça central de Santa Maria. De van, custa em torno de 30 soles.

Em Santa Maria, na mesma praça central, é preciso trocar para um micro-ônibus e percorrer outras 1 hora e meia até o povoado de Santa Teresa. Também zigzagueando precipícios. Custa uns 10 soles.

Leia também: Cusco, uma cidade de tirar o fôlego | Hiram Bingham, um trem de luxo no Peru | Como é Machu Picchu

Entre dezembro e março não é uma boa ideia esse transporte pois é a época chuvosa e as estradas ficam realmente perigosas.

‘Táxi’ compartilhado para esse trecho custa um pouco mais. E sai um pouco mais caro se você não quiser esperar o motorista encontrar mais passageiros para encher o carro.

Entre Santa Teresa e a estação Hidroelectrica, de onde saem os trens para Aguas Calientes, o transporte é feito de vans ou ‘taxi’ compartilhado. Custa em torno de 6 soles e dura 25 minutos. De novo, se você tiver pressa, sai um pouco mais caro.

Cusco a Santa Teresa/Hidroelectrica (sem trocar de transporte)

Tem outra forma, mais fácil, de chegar de Cusco até a estação de trem Hidroelectrica, que são as vans turísticas que as agências na Plaza de Armas vendem.

Veja aqui as opções de vans turísticas saindo de Cusco.

A rota é direta Cusco-Hidroelectrica, passando por Santa Maria e Santa Teresa, com paradas rápidas para ir ao banheiro.

O trecho custa em torno de 40 soles e demora 7 horas contando as paradas, menos que ir com transporte público. Ida e volta custa 80 soles.

Veja aqui as diversas opções de planos e empresas de seguros de viagem.

Parte 2 – Da Estação Hidroelectrica a Aguas Calientes

Depois de chegar na Estação Hidroelectrica, também há duas formas de chegar a Aguas Calientes (Machu Picchu Pueblo). Uma delas é a pé e a outra é de trem.

A pata da estação Hidroelectrica até Aguas Calientes

Ir a pé em espanhol é a pata. E tem muito turista que vai a pata desde a estação Hidroelectrica até Aguas Calientes. O caminho é seguindo o trilho do trem e pelo o que eu vi pela janela do trem, não sei se compensa.

Se você não é tão aventureiro nem precisa economizar tanto assim, pegar o trem é muito mais indicado. Essa caminhada leva de 2 a 3 horas e pode ser uma alternativa memorável.

De trem da estação Hidroelectrica até Aguas Calientes

Depois de 4 dias incríveis de caminhada pela trilha Salkantay eu peguei o trem, quando no quarto dia eu já não aguentava dar mais nem um passo. Não leu o relato da trilha? Está aqui, ó. Leia pois vale a pena.

Não vi o que há em volta da estação, não há sinais de cidade onde ela está. Parece que está no meio do nada. A estação é bem pequena e simples.

Veja aqui as opções de passeios em Cusco e em Machu Picchu.

Como é a estação Hidroelectrica

Essa estação tem a perfeita atmosfera aventureira e, digamos, parece que não há regras por lá: as bagagens ficaram no chão, bem ao lado dos trilhos, e não na plataforma; a gente pode caminhar, atravessar os trilhos, para ir até as poucas barraquinhas e até o restaurante; se quiser deitar nos trilhos, também pode.

O restaurante é super rústico, feito de madeira, e fica bem ao lado do trilho. Subindo uma escada de madeira chega-se no salão do restaurante. Simples, mas tem vista privilegiada da estação. Acho até que de lá dá pra pular em cima do trem, de tão perto que fica 🙂

O que era pra ser uma espera curta pelo trem, transformou-se em algumas horas, pois um trem quebrou e bloqueou o trilho. Ficamos lá no restaurante batendo papo então, relembrando os melhores momentos da caminhada e fazendo graça para esquecer da dor nas pernas.

Quando o trem chegou na estação, respirei aliviado. Não precisaria caminhar até Aguas Calientes 🙂

Como é o trem até Aguas Calientes

O caminho do trem é incrível e a ideia de fazer o vagão com janelas no teto foi fantástica. Dá pra ver as montanhas praticamente se deitando sobre o trem, meio que querendo espiar pela janela o que os turistas estão fazendo lá dentro.

Esse trecho é super rápido, demora menos de uma hora e a passagem custou 28 dólares.

A chegada a Aguas Calientes é muito legal, pois cada vez mais vai aumentando o sentimento de aventura, conforme o trem vai passando pelas montanhas, depois uma meia dúzia de casas e depois a cidade. A estação cheia de viajantes completa a atmosfera.

Veja aqui onde ficar em Cusco e Machu Picchu ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

Como chegar de Cusco a Aguas Calientes de forma mais rápida

Se você não tem tempo sobrando pois está com o roteiro no Peru bem apertado, ou se você não precisa economizar no transporte, a melhor opção é ir de trem da estação Poroy (em Cusco) até Aguas Calientes. É a forma mais direta e prática de ir de Cusco a Machu Picchu Pueblo.

Ou ir até a estação Ollantaytambo e de lá pegar o trem para Aguas Calientes. Para chegar de Cusco a Ollantaytambo leva mais ou menos 1:45 e você pode ir de táxi por 40 soles ou de minivan por 10 soles. De ônibus leva 2:30 e custa 2 soles.

Em ambos os casos, as empresas de trem são a Peru Rail e a Inca Rail. Abaixo eu explico mais sobre elas.

Como chegar a Aguas Calientes com a Peru Rail

A Peru Rail oferece 3 tipos de trem, o Vistadome, o Expedition e o incrível trem de luxo Hiram Bingham (que eu peguei na volta, leia aqui).

Os locais de embarque para ir a Aguas Calientes são: Poroy Station em Cusco (todos trens), Urubamba Station (Vistadome e Expedition) e Ollantaytambo Station (todos os trens).

Para ver os detalhes de cada trem, os preços e para reservar, clique aqui.

Como chegar a Aguas Calientes com a Inca Rail

A Inca Rail oferece 4 tipos de serviço, o Premium Economy, Executive Class, First Class e Presidential Class.

Os locais de embarque para ir a Aguas Calientes são: Poroy Station em Cusco (Premium Economy), Ollantaytambo Station (Premium Economy, Executive Class, First Class e Presidential Class).

Para ver os detalhes de cada trem, os preços e para reservar, clique aqui.

Bom, agora você já sabe como chegar de Cusco a Machu Picchu Pueblo, basta escolher a opção que mais te agrada.

Douglas Sawaki

Formado em Turismo e Hotelaria, com experiência em vendas e marketing na área do Turismo. Paulista que aprendeu a curtir São Paulo depois que deixou de ser um cara estressado. Meio sedentário, meio esportista, se é que você me entende.

PROGRAME A SUA VIAGEM AQUI

Escolha e reserve: Hotel | Airbnb

  Compare preços e planos e contrate o seu seguro de viagem com 5% de desconto

Compre antecipado e online entradas de atrativos e passeios: No Brasil | No exterior

Compare as empresas de aluguel de carros e viaje no seu tempo. Pagamento parcelado.

Os links acima são de nossos parceiros e nós recebemos uma pequena comissão por cada venda, o que nos ajuda a manter o blog. É como se você estivesse nos 'pagando um café' pelas dicas que damos.

4 comentários em “Como ir de Cusco a Aguas Calientes/Machu Picchu

Deixe seu comentário