Como alugar carro em Santiago? E será que vale a pena? Essas foram algumas das perguntas que fizeram parte do nosso planejamento de viagem para o Chile. Então, quando estávamos lá, experimentamos e anotamos tudo para compartilhar com você. Vem ver as dicas 🙂

Quando compramos as passagens para o Chile, o voo era o que chegava a noite em Santiago. E no dia seguinte, já de manhã cedinho, partiríamos de avião para o Atacama. Por isso reservamos uma hospedagem próxima ao aeroporto.

Pesquisamos os tipos e preços de transporte do aeroporto até a nossa hospedagem. Considerando que estávamos em quatro adultos e que a hospedagem estava em um bairro longe do centro turístico, sairia mais barato e confortável alugar um carro. Foi só depois de feita a reserva da hospedagem que descobrimos que provavelmente não haveria táxi para chamar tão cedo do dia.

Decidimos então alugar um carro, retirando-o na chegada ao aeroporto e devolvendo-o no outro dia de manhã. Assim a nossa logística seria muito mais fácil.

No fim das contas, a Latam adiantou o nosso voo e chegamos antes do almoço em Santiago. O bom é que o carro já estava disponível e usamos para passear pelo centro da cidade.

Como alugar carro em Santiago

E como alugar carro em Santiago estando no Brasil? Fácil, facinho.

Entramos no site da rentcars.com e inserimos as informações de local e datas de retirada e devolução e pronto. Apareceram as opções de carro, dos mais econômicos aos mais luxuosos, e as opções de locadoras no aeroporto de Santiago.

O site é bem fácil de usar, é intuitivo, e você pode usar os filtros para encontrar o carro que você precisa.

Depois foi só escolher a melhor opção para quatro pessoas, mais as malas.

As opções de carros que encontramos na Rentcars eram mais baratas e além disso o site tem melhores formas de pagamento do que em outros sites de pesquisa.

Então escolhemos o carro, preenchemos as informações pessoais de cadastro e número do cartão de crédito e pronto. Recebemos um comprovante de reserva por e-mail.

Compare aqui as locadoras para encontrar o melhor aluguel de carro em Santiago.

Como retirar o carro e dirigir por Santiago

Quando chegamos no aeroporto em Santiago fomos ao balcão da empresa, que fica do lado esquerdo da área de desembarque, logo depois que você sai da área das esteiras de bagagem.

Nesse balcão fomos informados que precisaríamos pegar um ônibus (gratuito) na área de desembarque para ir até o estacionamento onde ficam os carros das locadoras.

Foi bem rápido, pegamos o ônibus e uns minutinhos depois já estávamos lá. No estacionamento ficam os pequenos escritórios, em contêineres, onde apresentamos a documentação para retirar o carro: carteira de motorista brasileira e passaporte.

Assinamos os papéis do aluguel, nos passaram algumas instruções sobre o seguro (como acionar, o que estava assegurado, etc) e fizeram a vistoria no carro.

Chaves na mão, hora de partir para nossa hospedagem!

Mas não seria tão rápido assim… Alugamos um Prius, um carro híbrido da Toyota, mas nenhum de nós estava acostumado a dirigir esse carro.

Então foi difícil sair do estacionamento, pois ninguém sabia como o carro funcionava. Ele ficava apitando e não saía do lugar… Claramente alguma coisa estava errada.

Passamos vergonha, mas tivemos que perguntar para o cara da locadora como soltar o freio de mão.

Foi divertido, tiramos muito sarro do Luciano, o motorista…

Vale a pena alugar carro em Santiago do Chile como alugar carro em Santiago

Dirigir por Santiago pareceu tranquilo, apesar de termos andado só de carona e do trânsito ser um pouco confuso, algumas horas um tanto caótico. É só ter um pouco de paciência, ligar o GPS e curtir a viagem. Quem é de cidade grande tira de letra.

 Ah, não se esqueça de viajar com seguro viagem – no link você ganha 5% de desconto.

Vale a pena alugar carro em Santiago?

Para nós super valeu a pena alugar o carro, pela comodidade e pela economia, já que estávamos em 4 pessoas, em uma hospedagem afastada da área turística e tínhamos a questão dos horários dos voos.

Para quem vai passear só no centro de Santiago e está hospedado por lá, não vale a pena. Nesse caso é melhor usar uber e metrô. A propósito, se você está procurando hotel, veja o nosso post Onde ficar em Santiago, melhores bairros, melhores hotéis.

Vale a pena alugar também para fazer bate e volta de Santiago para as cidades próximas de Viña del Mar e Valparaíso, se você não quiser ficar restrito aos horários dos tours.

E vale também para viagens mais longas pelo país, se você tiver tempo para isso, pois você pode pegar o carro em uma cidade e devolver em outra. Claro que tem um custo adicional, mas vale a pena fazer as contas, afinal você vai ter muito mais flexibilidade, né.

Enquanto esperávamos para retirar o carro no aeroporto, percebemos que muitas outras pessoas estavam alugando carro para viajar pelo Chile. E faz todo sentido, dizem que as paisagens pelas estradas do país estão entre as mais lindas do mundo.

São paisagens como essa aqui…

Veja aqui onde ficar no Chile ou reserve pelo Airbnb e ganhe crédito de R$100,00.

#FicaADica

  • Reserve com antecedência

    Lembre-se de reservar com a maior antecedência possível, assim você terá mais opções de carros disponíveis e também preços bem mais em conta. Em Santiago é comum as pessoas alugarem carro, principalmente no aeroporto, então não deixe para alugar lá, faça a reserva antecipada.

  • Idade mínima

    Para alugar/dirigir carro alugado no Chile precisa ter idade mínima de 25 anos. Entre 21 e 24 tem uma taxa extra e restrição de categoria. Se tiver condutor adicional, somente será permitido se for maior de 25 anos.

  • Documentos

    Precisa apresentar a carteira de habilitação original, emitida no Brasil e válida. Se você tem a carteira internacional, mesmo assim tem que apresentar a sua carteira nacional. Eles também pedem o passaporte.

  • Cartão de crédito

    Precisa apresentar um cartão de crédito, próprio, válido, emitido por um banco e com limite para pré-autorização do valor caução de garantia. Lembre de liberar o uso no exterior. Mesmo se você optar por pagamento online, precisa apresentar um cartão para liberar o carro.

  • Comprovante/voucher da reserva

    Imprima e leve o comprovante de reserva que você recebeu da Rentcars por e-mail. Ele é o seu documento com todas as informações dos serviços contratados. Verifique tudo junto com a locadora antes de sair com o carro.

Acho que é isso, com essas informações você aluga um carro e vai aproveitar Santiago e outros destinos do Chile da melhor forma possível, no seu tempo e do seu jeito.

Gostou das dicas? Então deixa um comentário, compartilhe com seus amigos e me conte como foi a sua experiência. Viagens de carro sempre trazem boas histórias para contar, não é mesmo?

Um beijo e até a próxima dica de viagem.
Leia mais sobre o Deserto do Atacama, San Pedro do Atacama, Santiago e o projeto De Leve na Rota no blog Tá na Minha Rota. Siga também a tag #delevenarota no Instagram.

Posts relacionados

Julia Flores

Formada em Turismo e Hotelaria, com pós-graduação em Marketing Estratégico e experiência com marketing de destinos turísticos. Amo viajar, não pelos carimbos no passaporte ou pelas selfies, mas pelo o que as viagens me proporcionam. Gosto de praticar esportes, mas também adoro ficar de preguiça no sofá em dias frios ou chuvosos.

Deixe seu comentário