Os dados de 2012 ainda não estão disponíveis, mas em 2011, foram embarcados 2 bilhões e 87 milhões de passageiros em todo o mundo e (segure o queixo pois ele vai cair) 25 milhões e 800 mil bagagens foram extraviadas.

Isso quer dizer que a cada 1000 passageiros, 9 ‘sortudos’ tiveram sua bagagem com atraso, com itens furtados (ou ‘perdidos’), estragadas, quebradas, rasgadas e no pior dos casos perdidos (ou furtados) para sempre.

Perdido para sempre

774 mil bagagens passam pelo pior dos casos de extravio. Sim esse mesmo que você está pensando.

A criança nunca mais vai ver o bichinho de pelúcia favorito (e não adianta comprar outro igual). O cara perdeu para sempre a única foto que tinha do pai. A mulher nunca mais verá o presente que ganhou da avó.

É triste! Em 3% das ocorrências, a bagagem foi perdida para sempre!

Bagagem danificada

Em 12% dos casos (3 milhões de bagagens), o dano é imensamente menor e os custos são de responsabilidade da empresa aérea.

Sim, são da empresa, você pode e deve cobrar dela.

Trata-se das bagagens danificadas, que teve a alça foi quebrada, o tecido foi rasgado, a rodinha perdida…

Acontece por diversos motivos, alguns acidentais, mas na maioria dos casos isso acontece porque os carregadores não tomam o menor cuidado com as malas.

Bagagem atrasada

Para nossa sorte, 21 milhões de extravios de bagagem (cerca de 85%) são apenas atrasos na entrega. Entre esses, mais de 6 milhões de bagagens são carregadas no voo errado, ficam no solo ao invés de serem carregadas no voo certo ou são descarregadas no aeroporto errado.

Tá aí uma coisa que nunca vamos entender.

Depois de despachada, a bagagem passa pelo raio-x, pela esteira que leva até a pista e chega na área dos carrinhos de carga. Basta o cara do handling (como é conhecido o serviço de carga e descarga dos voos) olhar na etiqueta qual é o voo da bagagem e colocá-la no carrinho de bagagem desse voo.

Uma vez carregada certo na hora do embarque, o desembarque também é simples, pois cada parte do porão do avião foi carregada com as bagagens de cada aeroporto de destino.

Fácil né. Então por que não dá certo? Por quê?

Mas alguém vai dizer que as bagagens se perdem na hora da conexão. Sim, isso ocorreu com 13 milhões de bagagens (53% dos casos de atraso na entrega).

É um pouco mais difícil, mas peraí, é só conferir as etiquetas e colocar no carrinho certo.

Etiquetadas de forma errada

Falando em etiquetas, 774 mil bagagens (3% dos extravios) foram etiquetadas erradas, por isso atrasaram para serem entregues.

Sem a etiqueta correta, ou não foram carregadas no avião certo ou ficaram no aeroporto de embarque.

Quanto custa a bagagem extraviada

Apesar de tudo, não saia xingando a companhia aérea. Acredite, ela não quer que sua bagagem seja extraviada.

Por quê? Porque cada bagagem extraviada representa muito dinheiro perdido pela empresa.

Em 2011, o custo total com bagagens extraviadas foi de 2 bilhões e 58 milhões de dólares!

O futuro das bagagens

A tendência é o rastreamento de todas as bagagens, mas isso pode ainda demorar um pouco.

Já existem equipamentos baseados em GPS que identificam onde sua mala está, mas ainda são muito caros, ainda mais se você for viajar com 2 malas.

Isso não impede o extravio, porém é bom para saber onde sua mala foi parar, pois assim a devolução será mais rápida.

Mas isso vai acabar com a emoção e a adrenalina típicas do desembarque: Será que minha mala veio? Fala a verdade, tem emoção maior que essa?

E para finalizar o post e descontrair, um vídeo clássico das bagagens extraviadas…

*Fonte das estatísticas: sita.aero

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

PROGRAME A SUA VIAGEM AQUI

Escolha e reserve: Hotel | Airbnb

  Compare preços e planos e contrate o seu seguro de viagem

Compre antecipado e online entradas de atrativos e passeios: No Brasil | No exterior

Compare as empresas de aluguel de carros e viaje no seu tempo. Pagamento parcelado.

Os links acima são de nossos parceiros e nós recebemos uma pequena comissão por cada venda, o que nos ajuda a manter o blog. É como se você estivesse nos 'pagando um café' pelas dicas que damos.

11 comentários em “Bagagem extraviada, ainda vai acontecer com você

  1. Felizmente (ainda) não passamos pela extravio, mas meu marido teve a mala “delicadamente” aberta por não se sabe quem quando foi dos EUA pro Brasil, prejudicando o fechamento do ziper para sempre.

    Depois de dois anos seguidos chegando no Brasil sem bagagem (e sem os presentes de natal da familia), um amigo conseguiu presentear os entes queridos no ultimo natal, tendo a sorte de desembarcar com tudo certinho. Mas ele também teve sorte nos casos anteriores porque a bagagem voltou pra ca (mesmo que dois meses depois), intacta. E por causa da experiência traumatica deste amigo, decidi que não despacharia bagagem pro Brasil quando fomos no natal de 2012. Viajamos cada um com uma mochila que foi na cabine, mais a bolsa da câmera com outros apetrechos, e minha bolsa igualmente entulhada, isso para três semanas em terra brasilis. Olha, nada facil pra mulher praticar desapego quando viaja, mas vou dizer que num instante arrumei minha mochila, escolhi roupas que se combinavam entre si, e voltei pra casa sem ter usado umas 3 peças (e não tenho mais roupas no Brasil, ou seja, contei com o que levei na mochila mesmo).

    Mas entendo que não dê pra viajar sempre com uma mochila na cabine, e na volta tivemos que trazert uma mala grande, o que fazemos é despachar o que pode eventualmente ser facilmente substituido – nada de valor – e embrulhamos naquele plastico que oferece seguro em caso de perda/extravio. Não precisei usar, mas é o preço que pago pra apaziguar minha paranoia em perder a bagagem, e até hoje tem funcionado – nem que seja como placebo psicologico.

    1. Nossa Natalia, que amigo azarado, duas vezes seguidas. A família deve ter pensado que ele não queria dar presentes hehehe

      É sacanagem ter que viajar com menos coisas do que quer só para não correr o risco de ter a bagagem extraviada, não é?! Nós também não despachamos coisas de valor para não dar chance para a lei de Murphy, vai que…

      Embrulhar a mala é uma boa, quem furta tem preguiça de rasgar todos aqueles plásticos. Simples, mas funciona! Escrevemos sobre isso e amanhã vamos publicar.

      Obrigado pelo comentário. Abraço!

  2. A minha foi destruída e enrolaram um tempão até me ressarcir. Ainda assim o valor foi ridículo. Estou na justiça para que a indenização seja justa.

    1. Junior, infelizmente algumas vezes é mesmo preciso entrar na justiça para ser ressarcido. Boa sorte! Obrigado pelo comentário

  3. Uau, não sabia desses dados. A minha bag já fez parte das estatísticas 3 vezes, mas sempre voltou inteira para mim.

    1. Helô, que azar ter acontecido 3 vezes, mas que sorte que voltou inteira sempre. Isso é como uma loteria né, não dá pra saber se a bag vai chegar junto com você no voo…

Deixe seu comentário