Dicas para viajar sem saber o idioma, quem aí acha sempre útil?

O idioma estrangeiro é uma das barreiras que (não deveria, mas) fazem as pessoas desistirem de conhecer o mundo.

Quem não fica preocupado se vai conseguir ler o cardápio dos restaurantes na China? Ou se vai ficar perdido em Moscou?

Nós já passamos por isso quando nos mudamos para o Japão, mas não deixamos o idioma nos impedir de viajar.

No começo foi bem difícil, mas aprendemos como contornar a situação e minimizar essa barreira.

Aprendemos a viajar mesmo sem entender tudo ao nosso redor.

E esse post é para compartilharmos o que aprendemos sobre ‘como viajar sem saber o idioma’.

1. Aprenda algumas palavras básicas

‘Por favor’, ‘obrigado’ e ‘bom dia’. Mostrar que você se dedicou a aprender algumas palavras na língua local pode abrir muitas portas.

As pessoas reconhecem esse esforço e tornam-se mais amigáveis.

Se elas não puderem te ajudar, vão pelo menos procurar quem possa.

Não subestime o poder das ‘palavras mágicas’.

Você deve perceber que até mesmo no Brasil, em português, essas palavras fazem muita diferença.

2. Diga frases simples

Em quase todos os cantos do mundo as pessoas entendem pelo menos algumas palavras em inglês, mas pode acontecer de não entender frases extensas ou faladas rapidamente.

Se você já estiver falando claramente, devagar e de forma simples e não estiver sendo compreendido, troque algumas palavras por sinônimos.

Refaça a frase de outra forma, pois de nada adianta ficar repetindo as mesmas palavras ou falar mais alto.

Se você tem alguma noção de inglês americano e britânico, troque as palavras, pode ajudar.

Tá, a outra pessoa entendeu o que você perguntou, mas quem garante que você vai entender a resposta?

Peça para a outra pessoa também falar devagar e de forma simples.

3. Enrolation funciona, às vezes

Nós brasileiros levamos certa vantagem, pois “comprovadamente” (comprovado por nós mesmo) entendemos com mais facilidade palavras pronunciadas de forma errada.

Além disso, as palavras básicas para sobreviver numa viagem são parecidas em português, inglês, espanhol e em outras línguas: hotel, restaurante, tÁxi, transporte, museu.

Então uma dica é o famoso “enrolation” com essas palavras, mude o sotaque, a pronúncia até que te entendam.

4. Tenha sempre a mão um bloco de notas e uma caneta

Peça aos funcionários do hotel (que provavelmente entendem um pouco de inglês) para escrever o nome dos pontos turísticos na língua local.

Isso pode ajudar muito depois se você precisar perguntar a alguém que não fala inglês.

Ao motorista do táxi ou na bilheteria do trem ou do ônibus, bastará mostrar a anotação na língua deles.

5. Desenhe, uma imagem vale mais do que mil palavras

Desenhe uma prato, um garfo e uma faca para perguntar sobre restaurantes. Desenhe uma cama para saber sobre o seu hotel. Desenhe um táxi, um ônibus, ou até mesmo um camelo se for preciso saber sobre o seu transporte.

6. Vista-se para perguntar

Para quem não sabe desenhar, existem camisetas feitas para essas situações, com símbolos universais para ajudar na comunicação. É só apontar para os desenhos.

7. Mostre imagens

Existe também um pequeno livro que pode ajudar muito. O Point It: The Traveler’s Language Kit tem centenas de fotografias de tudo, desde escova de dente à corrente para neve.

O livro te livra de carregar muitos dicionários se for fazer uma viagem por muitos países.

8. Faça mímicas e gestos

Não tem muito o que dizer sobre isso, apenas use esses recursos. Sons também podem ajudar. Seja criativo.

9. Leve com você o cartão de visita do hotel onde está hospedado

Principalmente nos países onde é muito difícil memorizar o nome do hotel ou da rua do hotel.

A dica vale para os países onde o alfabeto não é como o nosso.

10. Aproveite a tecnologia

Com os smartphones atuais, ninguém mais fica sem se comunicar, pois existem aplicativos de tradução para muitas línguas. Tente o Google Translate ou procure os aplicativos de dicionários para viagem.

11. Sorria

A última dica é a mais importante e a que pode abrir caminho para um bom entendimento.

Ninguém é obrigado a dar informações e ajudar turistas perdidos, e farão menos ainda se o turista for mal humorado ou se o turista se colocar na posição de superioridade (típica de turistas que acham que todos devem servi-los).

E aí, gostou das dicas? Sabe de outras? Comente…

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

PROGRAME A SUA VIAGEM AQUI

Escolha e reserve: Hotel | Airbnb

  Compare preços e planos e contrate o seu seguro de viagem

Compre antecipado e online entradas de atrativos e passeios: No Brasil | No exterior

Compare as empresas de aluguel de carros e viaje no seu tempo. Pagamento parcelado.

Os links acima são de nossos parceiros e nós recebemos uma pequena comissão por cada venda, o que nos ajuda a manter o blog. É como se você estivesse nos 'pagando um café' pelas dicas que damos.

12 comentários em “11 dicas para viajar sem saber o idioma

  1. Muito legal as Dicas! Com certeza vai me ajudar!
    Agora, descobri uma coisa bem legal, e deixo como dica também! Tem um app pra celular com Android ótimo (chama “Inglês de Bolso”) para aprender as frases mais utilizadas em inglês:
    https://play.google.com/store/apps/details?id=com.mobidiving.guideusa
    tem a versão free..com algumas categorias a menos: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.mobidiving.guideusafree
    ..pra viajar pro exterior e se o inglês for tão ruim quanto o meu..essa solução é genial.

Deixe seu comentário