Um dos grandes vilões das viagens de avião tem nome e sobrenome. Sim, é ele mesmo. Aposto que você quer dicas para minimizar o jet lag.

Claro que sim, você não vai querer perder tempo se recuperando do jet lag quando tem um monte de coisas para ver e fazer na viagem, certo?

Por isso pesquisamos a respeito do assunto, juntamos nosso aprendizado e criamos uma lista que pode ajudar a minimizar o efeito.

O que é jet lag?

Antes das dicas, o que é jet lag? É aquela sensação de cansaço, letargia, fadiga e falta de disposição, tudo junto e misturado, que você sente quando passa algumas horas no voo. A culpa é da desregulagem do relógio biológico.

Ele é um dos pontos negativos de viajar de avião, pois te deixa sem forças para nada e só te faz querer descansar.

Todo cansaço é jet lag?

Se você viajar do sul ao norte o que você sente é cansaço do tempo de voo e não jet lag.

O jet lag não é causado pelo tempo de voo e sim pela direção do voo.

O que causa o efeito de letargia e fadiga é a mudança de fuso horário, causado pelas viagens de leste a oeste, ou no sentido contrário.

Quanto maior for a diferença de fuso horário entre a origem e o destino do voo, mais o seu corpo vai sentir que o relógio biológico está desregulado.

Pesquisas apontam que para cada fuso horário que cruzamos, precisamos de um dia para que o corpo se acostume.

Então, se você cruzar o mundo (12 fusos horário) levará 12 dias para que o efeito do jet lag passe.

Acredito que ninguém vai querer esperar tanto, certo. O que fazer então?

10 dicas para minimizar o jet lag

Antes da viagem:

1. Se você puder (nos casos de viagens para o outro lado do mundo), escolha um voo que seja na direção leste para oeste. Na direção contrária você desperdiça tempo por causa da rotação da terra, o que faz o corpo cansar mais, já que você ficará acordado por mais tempo até que seja a hora de dormir no destino do voo. Sim sabemos que essa dica vale só se for para uma viagem para o outro lado do mundo, em que podemos escolher a direção, mas de qualquer forma, vale a pena considerar aqui.

2. Se não puder escolher a direção do voo, faça de tudo para descansar no voo, feche os olhos mesmo sem sono e tente dormir. Use os muitos artifícios disponíveis: tampão de ouvido, tapa-olho, travesseiro, roupas confortáveis e chinelos.

3. Um stopover pode ajudar a combater o jet lag. Se puder ficar um ou dois dias na cidade de conexão do voo será bom.

4. Se você vai viajar no sentido leste, tente ajustar seu relógio biológico antes da viagem.

Se você vai viajar do Brasil para a Europa a diferença é de três ou 4 horas. Então, duas semanas antes da viagem acorde uma hora mais cedo do que o de costume. Uma semana antes da viagem, acorde duas horas mais cedo. Assim você conseguirá se acostumar mais depressa com o novo fuso horário. Se você conseguir acordar três ou 4 horas antes do que de costume, melhor ainda.

Se você se perguntou por que dissemos ‘viajar no sentido leste’, é porque nos sentido contrário você vai acordar atrasado pros compromissos caso queira ajustar o relógio biológico antes da viagem, certo?

5. Descanse antes do voo. Viajar de avião é cansativo e se você já estiver cansado antes mesmo do início, isso vai se somar ao jet lag, dificultando a recuperação dos efeitos.

Durante o voo:

6. No avião, evite café e bebidas alcoólicas, pois ambos alteram seu sono. O álcool pode até ajudar a dormir, mas não será o sono que descansa o corpo.

Beba muita água durante o voo para evitar a desidratação comum em longos deslocamentos. Se você é daqueles que acham que incomodam as comissárias, leve uma garrafa de água para deixar no bolsão da poltrona, assim você não precisará chamar a comissária de bordo repetidamente.

7. Logo que entrar no avião, calcule que hora é no seu destino e já arrume seu relógio. Assim, você saberá se é hora de dormir ou não durante o voo. Isso ajudará o corpo a se acostumar com o novo horário.

Depois que chegar ao destino:

8. Por mais exausto que você esteja, se não for hora de dormir, não durma. Aguente firme até o horário correto para que seu corpo ajuste o relógio biológico. Mantenha a rotina de acordar, comer e dormir nos horários corretos.

Evite as cochiladas, mesmo que sejam rápidas, pois elas não vão proporcionar descanso e vão fazer seu corpo demorar mais para se ajustar. Nos primeiros dias vai ser um grande sofrimento, mas depois melhora.

9. Faça exercícios leves para ativar seu organismo. Caminhadas próximas ao hotel já ajudam bastante. Não exagere, não exija muito do seu corpo nos primeiros dias.

10. O corpo está programado naturalmente para acordar quando o sol nasce e dormir quando está escuro, por isso, tomar sol nos primeiros dias vai fazer seu corpo se acostumar mais rápido com o novo fuso horário.

Da mesma forma, ao dormir, se houver luz no quarto use tapa-olho para que o corpo se acostume.

E aí, o que acharam? Alguém tem alguma outra dica para acrescentar?

Douglas e Julia

Bio de casal? Como assim? É que alguns textos foram escritos juntos, então aqui estamos nós. Julia é gaúcha que solta uns 'ô meu' e Douglas é paulista que manda uns 'bah tchê'. São formados em Turismo e Hotelaria com especialização em Marketing, amam viajar e criaram esse blog em 2005. Já viu, né, viagem é o assunto principal deles.

PROGRAME A SUA VIAGEM AQUI

Escolha e reserve: Hotel | Airbnb

  Compare preços e planos e contrate o seu seguro de viagem

Compre antecipado e online entradas de atrativos e passeios: No Brasil | No exterior

Compare as empresas de aluguel de carros e viaje no seu tempo. Pagamento parcelado.

Compartilhe com seus amigos:

3 comentários em “10 dicas para minimizar o jet lag

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *